Homem cai nos trilhos do Metrô em SP e maquinista consegue parar o trem a tempo

Um homem de 37 anos, cuja identidade não foi divulgada, caiu nos trilhos da estação São Joaquim da Linha 1-Azul do Metrô, em São Paulo, na manhã deste domingo (17). A maquinista conseguiu perceber e frear a composição a tempo, evitando o atropelamento (veja vídeo acima).

Segundo informações do Metrô, a queda aconteceu no sentido Tucuruvi. Algumas pessoas que estavam na plataforma ficaram assustadas e tentaram acordar o homem caído nos trilhos, sem sucesso. O desespero ficou ainda maior, quando perceberam a luz dos faróis da composição se aproximando.

A maquinista acabou parando o veículo alguns metros acima da vítima. De acordo com o Metrô, o homem foi retirado da via com auxílio dos funcionários da estação com um pequeno ferimento na cabeça. Ele foi encaminhado ao Pronto-Socorro Vergueiro.

O Metrô informou que não sabe o motivo da queda. Segundo relato de testemunhas, o homem teria desmaiado. A queda não afetou o funcionamento da linha, pois no domingo os intervalos entre os trens são maiores. A operação de socorro à vítima durou cerca de nove minutos.

Fonte: G1

Idosos acima dos 70 não perdem benefícios caso não cadastrem biometria

Quem tem 70 anos ou mais não precisa fazer o cadastro da biometria na Justiça Eleitoral – a não ser que queira continuar votando – e muito menos ficará sem o benefício da aposentadoria ou da pensão caso perca o prazo. “O maior de 70 anos não vai ter nenhum problema”, afirmou Bruno Andrade, diretor-geral do TRE-RJ. “O eleitor até 70 anos de idade é obrigado a votar. Esse que tiver o título cancelado pode ter algum problema”, ressalta.

Eleitores de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, tornaram a madrugar na última terça-feira (19) na porta do Tribunal Regional Eleitoral do município para tentar fazer o recadastramento biométrico. Muitos na fila eram idosos, preocupados com a informação — falsa — de suspensão do pagamento.

Caxias é um dos 28 municípios do Estado do RJ que estão passando pela revisão do eleitorado pela biometria. Na segunda (18), a fila era grande. Outros sete já encerraram o processo. O prazo nessas 28 cidades vai até o dia 1º – mas Bruno Andrade afirmou que há chance de prorrogá-lo caso o recadastramento não atinja 80% do eleitorado. Na capital fluminense e em São Gonçalo, por exemplo, o cadastramento ainda não é obrigatório.

Confira os 28 municípios onde o prazo ainda está aberto:

  • Arraial do Cabo
  • Bom Jesus do Itabapoana
  • Carapebus
  • Cardoso Moreira
  • Comendador Levy Gasparian
  • Cordeiro
  • Duque de Caxias
  • Iguaba Grande
  • Italva
  • Itaocara
  • Laje do Muriaé
  • Macuco
  • Magé
  • Mendes
  • Miracema
  • Natividade
  • Porciúncula
  • Porto Real
  • Quatis
  • Quissamã
  • Rio Claro
  • Santa Maria Madalena
  • São Fidélis
  • São João de Meriti
  • São José do Vale do Rio Preto
  • Silva Jardim
  • Varre e Sai
  • Vassouras

Tire duas dúvidas

– É preciso fazer o cadastramento se o eleitor já votou na última eleição com biometria?

Antes fazer o agendamento junto ao TRE, o eleitor deve entrar no site e consultar se o seu título está com pendência no cadastramento da biometria ou se o cadastro está válido. Às vezes o eleitor votou com biometria, mas não foi reconhecido pela urna.

– A biometria será obrigatória para a cidade do Rio na próxima eleição?

Em 2020 não será obrigatório e o título não será cancelado.

– Quem renovou carteira no Detran já renovou a biometria?

Não. Os dados que o TRE-RJ pegou do Detran não foi da habilitação, mas da identidade Civil. Para conferir se a sua identidade civil foi validade, basta entrar no site.

– Quem não fizer a biometria terá o CPF cancelado?

Na realidade, o município Duque de Caxias está passando por um processo de revisão de eleitorado. Quem não faz o título de eleitor, tem o título cancelado e a Receita Federal, por cruzamento de informações, verifica isso e coloca o CPF em suspensão.

– Idosos com mais de 70 anos precisam fazer o recadastramento da biometria?

Se a pessoa quiser votar, é necessário fazer o cadastramento, mesmo para quem é eleitor facultativo.

– O que é biometria?

A biometria é a tecnologia que identifica o eleitor através do reconhecimento de sua impressão digital, conferindo maior segurança à identificação no momento da votação, por meio de um leitor biométrico, acoplado à urna eletrônica. Na votação com identificação biométrica, o eleitor passa a ter a identidade confirmada ao colocar sua digital no terminal da urna eletrônica.

Fonte: G1

Rio Bonito recebe Festival de Churros neste fim de semana

O Festival de Churros desembarca em Rio Bonito nesta sexta-feira, dia 22, sempre a partir das 14h. O evento será realizado até o domingo (24), na Praça Fonseca Portela. A entrada é gratuita.

A atração irá reunir mais de 30 tipos de churros de diferentes sabores e formatos, como o espanhol, tradicional, em cone, com sorvete, Kinderbuenno, Prestígio, Kit Kat e o bubble waffle. Os vários food trucks de diversos cantos do Brasil também irão trazer para a cidade opções de hambúrguer e bebidas artesanais, entre outras comidas.

O festival, que tem o apoio da Prefeitura, contará também com apresentações musicais ao vivo nos três dias, além de um espaço kids, com tobogã e cama elástica.

Sine de Itaboraí disponibiliza 50 vagas de emprego

O Sistema Nacional de Empregos (Sine) de Itaboraí está com 50 vagas de empregos disponíveis a partir desta terça-feira (19/11), com contratação imediata. Para se candidatar basta ir à unidade levando as seguintes documentações: RG, Carteira de Trabalho; Comprovante de Residência com o CEP; PIS ou Cartão Cidadão.

O Sine de Itaboraí fica localizado na Rua José Leandro, nº 47, Centro (antigo prédio do Colégio Leão XIII). Horário de funcionamento, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.

Confira a oportunidade:

50 vagas para Vendedor Externo: Sem experiência, e com noções em vendas; ser morador de Itaboraí e adjacências.

Prefeitura de Rio Bonito inicia pavimentação da Travessa do Socorro, no Boqueirão

A Secretaria de Obras e Serviços Públicos (Semosp) de Rio Bonito deu início a pavimentação da Travessa do Socorro, no Boqueirão, uma antiga reivindicação dos moradores locais. A obra começou nesta segunda-feira (18) e deve durar dez dias.

Além de colocação de meio-fio e construção de rede de esgoto e de água pluvial, a travessa vai ganhar cerca de 100 metros quadrados de pavimentação em paralelos, que facilita a absorção e o escoamento da água.

A Semosp também vai fazer a drenagem e limpeza dos bueiros que margeiam a rua, para evitar alagamentos em dia de chuva.