Projeto que proíbe construção de barragens é aprovado na Câmara de Rio Bonito

A Câmara de Vereadores de Rio Bonito aprovou, na última terça-feira (19), um projeto de lei que proíbe a construção de barragens no município. A medida, segundo o autor do projeto, o vereador Cláudio Fonseca de Moraes, é para evitar que tragédias semelhantes as que ocorreram em Mariana e Brumadinho, em Minas Gerais, se repitam na cidade. O projeto agora segue para sanção do prefeito José Luiz Mandiocão.

“Não podemos permitir que esse tipo de barragem seja construída em nossa cidade. Não queremos que tragédias como as de Brumadinho e Mariana aconteçam em Rio Bonito. Essa medida é para evitar prejuízos futuros. No estado, grande parte das barragens estão com risco de rompimento, mais um motivo para impedirmos uma nova construção na nossa cidade”, disse o vereador.

Claudinho, como é conhecido, aproveitou a oportunidade para criticar o convênio assinado pela Prefeitura de Maricá com o Governo do Estado e com a Cedae para a construção de uma barragem na divisa dos municípios de Tanguá e Rio Bonito. “Não vejo nenhum benefício para nossa cidade com a construção dessa barragem. Mais de 100 famílias daquela localidade serão impactadas. Muitos ali tiram seu sustento da produção de laranja. Vai acabar com tudo? Essas pessoas vão viver de que?”, questionou o vereador.

Pelo convênio, assinado no fim do ano passado, a Prefeitura de Maricá irá investir R$ 260 milhões no sistema de abastecimento de água Tanguá/Maricá. A construção da barragem formará um lago com mais de 550 hectares e terá uma vazão de 800 litros de água por segundo para abastecer Maricá e Tanguá.

Reunião sobre Segurança Escolar debate os problemas de violência nas escolas

O Colégio Municipal Astério Alves de Mendonça, na Mangueirinha, recebeu nesta quarta-feira (20), a reunião do Projeto Segurança na Escola, realizado todos os meses em vários colégios do município. Os encontros são frutos de uma parceria entre a secretaria de Educação e a Polícia Militar, reúne vários setores da administração pública, como a Secretaria de Segurança e Ordem Pública, Guarda Municipal,  Conselho Tutelar, além de outras entidades, como Federação das Associações de Moradores, Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e do Programa Educacional de Resistência às Drogas (PROERD), entre outros.

Segundo a secretária de Educação, Wanderlúbia Antunes, nessas reuniões são discutidas as problemáticas das escolas em relação às dificuldades comportamentais dos alunos,  violência e drogas nas comunidades, além de debater e procurar soluções conjuntas. Os diretores e professores das escolas municipais levam para a reunião todos os problemas e ocorrências relacionadas, principalmente, ao tráfico de drogas, roubos ou outros tipos de violência ocorridas dentro ou no entorno das escolas.

As soluções para esses problemas foram apresentadas e debatidas pelo comandante da 3ª Companhia de Independente de Polícia Militar (3ª CIA) de Rio Bonito, Tenente Macena, e o secretário de Segurança e Ordem Pública, Márcio Soares. Eles apresentaram a estratégia da Policia Militar e da Guarda Municipal que vem sendo realizadas para combater os problemas de comportamento e até de tráfico de drogas na redondeza das escolas, em conjunto com professores e diretores.

“Nos encontros debatemos todas essas questões e procuramos soluções conjuntas. Já temos resultados muito positivos em várias escolas. Além disso, a Guarda Municipal está fazendo rondas diárias e noturnas nas escolas, inclusive cobrando a presença dos vigias”, afirmou a secretária de Educação.

Para ajudar no combate a violência, várias colégios como o Mauricio kopke, no Centro, vem se estruturando e colocando câmeras de monitoramento nas dependências das escolas. “Essas reuniões são fundamentais para apresentarmos, debatermos e procuramos soluções conjuntas para os problemas que não afetam somente a escola, mas a cidade como um todo, como é o caso do tráfico de drogas e a violência como um todo. Aqui estamos trabalhando de forma preventiva, com a intensificação das rondas da Guarda Municipal e com uma presença mais ostensiva da Polícia Militar no entorno da escola”, explica a diretora do Colégio Municipal Astério Alves, Adriana Moraes Cardoso.

Estácio promove vestibular para servidores municipais neste sábado

A Universidade Estácio de Sá realiza neste sábado (23) um vestibular destinado aos servidores municipais de Rio Bonito. A inscrição é gratuita e deve ser feita no local da prova, realizada no Edifício Henry Ford, localizado na Avenida Sete de Maio, 50, no Centro da cidade, das 9 às 12 horas. O convênio estabelece descontos de 70% (setenta por cento) em todos os cursos presenciais de graduação e pós-graduação (MBA) e 50% (cinqüenta por cento) para os cursos à distância, destinados aos servidores, efetivos ou comissionados, inclusive os dependentes diretos (cônjuge, companheiro, filhos e enteados) que fizerem o vestibular neste fim de semana.

O vestibular é fruto de um convênio entre a prefeitura de Rio Bonito e a Estácio de Sá, que possibilita que os funcionários públicos da rede municipal e seus dependentes possam estudar na instituição de ensino superior com desconto na mensalidade.  Esses descontos só não valem para os cursos de medicina, medicina veterinária, odontologia e gastronomia.

Quem tiver alguma dúvida, pode entrar em contato com Wallace Delgado, pelo telefone (21) 97545-0975, funcionário da Universidade designado para atender os servidores.

Divulgada a lista inicial de aptos ao passaporte universitário

A Prefeitura de Maricá, por meio da Secretaria de Educação, divulgou nesta semana a primeira listagem com o nome dos candidatos, em ordem alfabética, aptos e não aptos a participarem do Programa Passaporte Universitário (veja aqui).

Segundo a listagem, dos 1772 inscritos no programa, 1045 candidatos atendem a todas as exigências presentes no edital. De acordo com a pasta esse número pode aumentar, pois até esta quinta-feira (21) é possível que os candidatos não aptos entrem com recurso no prédio do SIM (Sistemas Integrados Municipal), no Centro.

“Essa é a listagem inicial, pois a listagem final somente após a analise dos recursos”, destacou a secretária de Educação Adriana Costa.

A listagem final de candidatos aptos e não aptos será divulgada no site do Programa Passaporte Universitário (passaporteuniversitario.marica.rj.gov.br) e no site da Prefeitura (www.marica.rj.gov.br) na terça-feira (26).

 

Foto: Maricá Info

Maricá registra queda nos índices de criminalidade

O Instituto de Segurança Pública do Estado do Rio de Janeiro divulgou dados dos indicadores de violência na cidade de Maricá, referentes ao mês de fevereiro. Crimes como homicídios, roubo a transeuntes, roubos a veículos e roubo a residência apresentaram queda. O único indicador que apresentou alta significativa foi estelionato.

Segundo o instituto, foram cinco casos de homicídios registrados no mês de fevereiro deste ano, contra oito no mesmo período de 2018. Nos dois primeiros meses de 2019 foram 13 casos contra 14 do ano passado, uma redução de 7,14%.

Os registros referentes aos roubos a transeuntes apresentaram 44 registros contra 55 do mesmo período de 2018. No primeiro bimestre do ano passado foram 130 casos contra 74 em 2019, o que mostra uma redução de 43,07%.

No caso de roubos a residência o número de registro em fevereiro deste ano e do ano passado foi o mesmo, quatro. No bimestre foram 13 registros em 2018 e apenas cinco no mesmo período deste ano, uma redução de 61,5%.

Os roubos de veículos, indicador apontado pelas forças de segurança como um dos mais preocupantes, também apresentou queda. Em fevereiro de 2018 foram registrados 31 casos e no mesmo período deste ano apenas 13. O comparativo realizado no primeiro bimestre de 2018 e 2019 mostrou redução de 58%, foram 50 casos no ano passado contra 31 deste ano.

Já o indicador que apresentou alta foi o estelionato. No mês de fevereiro de 2018 foram registrados 12 casos e neste ano, no mesmo período, foram 33. No bimestre foram 27 registros em 2018 e 64 no mesmo período deste ano, uma alta de 137%.

Sobre os casos de estelionato, a Dra. Carla Tavares, delegada titular da 82ªDP (Maricá) informou que a alta está relacionada com o reconhecimento de criminosos, o que levou vítimas a delegacia para confeccionar novos registros.

Fonte: Portal Errejota Notícias