Rincão Mimoso recebe drenagem, asfalto e nova praça

A urbanização da região do Rincão Mimoso, em Itaipuaçu, teve um avanço significativo nos últimos dias. A Prefeitura de Maricá mobilizou homens e máquinas para finalizar a drenagem da Rua Moisés (antiga Rua Três) enquanto, na mesma via, outro grupo atuou nas proximidades da Avenida Carlos Marighella para concluir a praça que fica na entrada da localidade, cujo entorno já está sendo pavimentado.

O espaço de convivência já recebeu iluminação e terá ainda mesas para jogos, brinquedos para crianças, acessibilidade para cadeirantes e deficientes visuais. O asfaltamento que começou naquela área vai se estender por toda a Rua Moisés, onde já havia um trecho pavimentado até o entorno da Rua Dezoito. “Tudo o que estão fazendo é espetacular”, exalta o pastor evangélico Roberto Vielas, de 65 anos, ao dizer que muita gente vai se beneficiar com as intervenções. “Eu mesmo já estou usufruindo da praça e vou trazer meus netos para brincar. Aqui nós temos crianças e gente de idade que precisavam de um lugar assim”, revelou ele, que mora há 9 anos no local.

A obra de manilhamento ocorre na esquina com a Rua Quatorze, onde operários da Autarquia de Serviços de Obras de Maricá (Somar) instalam  peças de 600 milímetros de diâmetro. Ao final desta ação, toda a rua será asfaltada e vai facilitar o acesso à região de Itaocaia Valley, cuja avenida principal também passa por urbanização. Para quem mora na via, até a saúde vai melhorar. “Quem tem alergia sofre muito aqui com a poeira, sem falar nos buracos  e a lama na chuva.  Vai melhorar bastante”, projeta o personal trainer Felipe Alves, de 30 anos.

Também em Itaipuaçu, outra equipe atuou na montagem do quebra-mar do Recanto, onde a ressaca dos últimos dias fez com que algumas pedras do enrocamento fossem retiradas do lugar. Homens e máquinas trabalharam para recolocar as rochas, além de abrir novamente a passagem do canal para entrada da água do mar. Muita gente tem ido à beira da praia para observar a movimentação. “Está ficando bom, e já está valendo o passeio”, afirmou o motorista Leonardo barroso, nascido e criado no Recanto há 40 anos.

Na RJ-106, apesar da responsabilidade pela conservação ser estadual, uma operação tapa-buracos foi realizada em caráter emergência  na última quinta-feira (18/7). Equipes da Prefeitura recapearam trechos dos quilômetro 19 e 20, que estavam bastante danificados e levavam risco aos motoristas. A Somar informou que outros pontos da rodovia estão sendo identificados para receber novas ações semelhantes nos próximos dias.

Prefeito de Maricá aprova realização de concurso para Guarda Municipal na cidade

O concurso Guarda de Maricá-Rj 2019 teve um passo importante. O prefeito de Maricá, Fabiano Taques Horta, sancionou a Lei n°312, de 30 de maio de 2019, que cria 200 vagas na Guarda Municipal. Com isso, a prefeitura, na Região dos Lagos do Rio de Janeiro, já dá andamento aos preparativos do concurso.

A lei que cria os cargos foi divulga no Diário Oficial do Município em junho e traz as atribuições do cargo de guarda. A escolaridade que será exigida para ingresso não costa no texto e, por enquanto, a prefeitura ainda não divulgou a informação.

A princípio permanece o nível fundamental completo como requisito, exigência que constava no último concurso para guardas, em 2011. A remuneração inicial da carreira, confirmada na lai, é de R$2.463, valor que já passará por reajuste no próximo ano. O regime de contratação é o estatutário, que garante estabilidade.

Fonte: FOLHA DIRIGIDA

São Gonçalo oferece tratamento para portadores do vírus HIV

De acordo com um estudo realizado pela ONU, em 2018 o número de infectados pelo vírus HIV em todo mundo caiu 16% em relação a anos anteriores. O Brasil é identificado como o país de destaque no combate e tratamento do vírus.

Mas, embora o país tenha ações reconhecidas na luta contra o HIV, ainda é possível notar um aumento no número de casos em algumas regiões, sobretudo entre a população mais jovem, que acaba contraindo o vírus, muitas vezes por falta de informações sobre métodos de prevenção. Além disso, a Aids ainda é considerada um tabu pela sociedade brasileira.

Mas para aqueles que contraíram o vírus? O que a cidade de São Gonçalo oferece para aqueles que precisam agora conviver com a Aids, causada pelo HIV?

De acordo com Evelin Mendonça, coordenadora do programa municipal de IST, AIDS e hepatites virais, o município conta com três unidades de Serviço Atendimento Especializado (SAE), em Alcântara, Arsenal e Barro Vermelho, que possuem equipes multidisciplinares para tratar o paciente assim que for constatado, por meio do serviço de testagem rápida, que ele contraiu o vírus.

Com mais de 4 mil soropositivos na cidade sendo tratados e medicados e uma média de 9 novos casos por semana no município, as Centrais de atendimento acolhem estes pacientes e começam, então, o tratamento que irá perdurar por toda a vida. O paciente diagnosticado recebe os medicamentos gratuitamente, além de acompanhamento psicológico.

“Nós não podemos apenas dar o diagnóstico, temos que assegurar o paciente de que a vida dele não acabou, mas que agora ele vai ter que cuidar de uma doença que é crônica”, afirma Inês Castro, infectologista que trabalha há 30 anos com pacientes soropositivos.

Apesar de o município ter uma grande estrutura para tratamento, as especialistas lembram que o importante é a prevenção e campanhas de conscientização da mídia sobre a doença.

Embora o ideal seja prevenir, a cidade também oferece o amparo necessário para aqueles que agora precisam conviver com o HIV.

Fonte: O São Gonçalo 

Festival de Inverno agita Região Serrana

O Festival Sesc de Inverno começa nesta sexta-feira e vai levar grandes nomes da cultura brasileira à Região Serrana até o próximo dia 28. O grande evento – que conta com mais de 500 atrações de diferentes linguagens artísticas – acontecerá nas cidades de Petrópolis, Teresópolis, Nova Friburgo, Duas Barras e Três Rios.

Nesta sexta-feira, a  banda Titãs se apresenta no palco do Parque de Itaipava,  em Petrópolis, às 21h. Branco Mello, Sergio Britto, Tony Bellotto, Beto Lee e Mário Fabre vão levar ao público os maiores sucessos dos 35 anos de carreira do grupo.

O festival recebe ainda Zeca Baleiro, Anavitória, Vanessa da Matta, Elza Soares, Zélia Duncan, Mv Bill, entre outros artistas.

As atrações são gratuitas ou a preços populares, que variam de 2 quilos de alimentos não perecíveis a R$ 20. A programação completa pode ser conferida no site www.festivalsescdeinverno.com.br.

Nova Administração Municipal de Rio das Ostras comemora um ano de gestão

Na última quinta-feira (18), a nova Administração Municipal de Rio das Ostras comemorou um ano de gestão. O prefeito Marcelino Carlos Dias Borba venceu a eleição suplementar, que aconteceu em 2018, depois da cassação do ex-prefeito Carlos Augusto. Segundo a administração, o grande desafio em cumprir um mandato de apenas dois anos era de reconstruir uma cidade que passou por períodos de judicialização das disputas eleitorais e grave crise econômica.

O prefeito Marcelino, que pela primeira vez assumiu um cargo no Executivo, afirma que só se conseguirá mudar Rio das Ostras com muita dedicação. “Tenho pouco tempo e muita coisa a fazer, por isso tenho que trabalhar todos os dias, inclusive sábados e domingos, para trazer novamente ao riostrense o orgulho de ser daqui”.

Ao longo dos últimos doze meses, a Prefeitura atuou nas áreas da educação, saúde, segurança, infraestrutura, assistência social, turismo, cultura e na valorização dos servidores municipais.

Da aquisição de ambulâncias às vagas nas creches, das melhorias em vias públicas à consolidação dos grandes eventos, foram dias de muito trabalho. E o prefeito exige muita dedicação da equipe de governo para alcançar metas ousadas como a construção de creches e escolas, e obra que têm como principal foco a qualidade de vida do cidadão.

Reconhecida cidade turística, Rio das Ostras também tem um outro grande desafio: não depender dos royalties de petróleo, e por isso precisa abrir caminho para outras atividades econômicas que transformem-a em cidade sustentável.