Crimes Violentos Letais Intencionais recuaram 11% em janeiro

Os Crimes Violentos Letais Intencionais – que incluem homicídio doloso, roubo seguido de morte e lesão corporal seguida de morte – registraram queda de 11% no primeiro mês deste ano no estado do Rio de Janeiro. Foram 360 vítimas em janeiro de 2020 contra 403 no mesmo período em 2019. Este foi o menor número para o mês nos últimos sete anos.

O indicador homicídio doloso reduziu 10% em janeiro deste ano quando comparado com o mesmo período do ano passado. Foram 386 vítimas no ano passado e 349 em janeiro de 2020. Esse é o menor número de vítimas para o mês desde 2013.

Os roubos seguidos de morte (latrocínio) apresentaram oito vítimas a menos em janeiro (15 em 2019 e sete em 2020). As mortes por intervenção de agente do Estado recuaram 4% em janeiro deste ano.

Crimes contra o patrimônio

Em janeiro de 2020, o Roubo de Carga diminuiu 22% em comparação com o mesmo mês de 2019. Foram 740 roubos em 2019 e 577 em 2020 – menor valor para o mês desde 2015.

O Roubo de Veículo registrou 539 roubos a menos em janeiro deste ano – uma redução de 14% em relação a janeiro do ano passado: 3.785 ocorrências em 2019 e 3.246 em 2020 – menor valor para o mês desde 2016. Já os Roubos de Rua (soma de roubo a transeunte, roubo de aparelho celular e roubo em coletivo) caíram 14% em janeiro quando comparado com o mesmo período do ano anterior.

Comparação mensal por Área Integrada de Segurança Pública (AISP)

Na comparação entre janeiro de 2020 e janeiro de 2019, quatro Áreas Integradas de Segurança Pública (AISPs) apresentaram reduções expressivas. Na Zona Norte da capital, a AISP 03 (Méier e adjacências) teve a maior queda em morte por intervenção de agente do Estado e a AISP 09 (Madureira e adjacências) registrou o segundo maior declínio em roubo de veículo e o quarto maior recuo em roubo de rua.

No município de São Gonçalo (AISP 7) a maior redução foi no roubo de rua e no roubo de veículo, seguida do roubo de carga e homicídio doloso. A AISP 35 (Itaboraí e adjacências) apresentou a maior queda em homicídio doloso.

Os dados divulgados pelo Instituto de Segurança Pública (ISP) são referentes aos registros de ocorrência lavrados nas delegacias de Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro durante o mês de janeiro.