Adolescentes de 12 anos recebem a primeira dose da vacina contra a Covid-19

A Prefeitura de Maricá, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, realizou, nesta terça-feira (14/09), a vacinação em primeira dose dos adolescentes de 12 anos contra a Covid-19. Com a chegada do cronograma a essa faixa etária, a imunização na cidade alcança todas as pessoas em idade apta à aplicação.

A secretária de Saúde de Maricá, Solange Oliveira, destaca a importância de alcançar todas as idades vacináveis e reforça que os cuidados devem ser mantidos.

“Atingimos esse marco importante da vacinação mesmo com muitos atrasos de repasses de vacinas. Agora estamos partindo para um momento de mais conforto e tranquilidade para poder retornar gradativamente às atividades normais com todas as orientações de proteção que ainda não devem ser abandonadas”, salientou a secretária.

Na Unidade de Saúde da Família (USF) de Marinelândia, no bairro de Cordeirinho, os responsáveis aguardavam satisfeitos a imunização dos seus filhos e netos.

Para a nutricionista Deise Barros, que levou o filho Luciano Barros para receber a primeira dose, a oportunidade do jovem poder se vacinar traz alegria e alívio.

“É um momento muito esperado por toda a família. Agora me sinto muito mais segura em deixá-lo na escola para frequentar as aulas presenciais e conviver com nossos familiares”, afirmou Deise.

A dona de casa Maria de Fátima Cassiano, de 45 anos, acompanhou a filha Andressa Santana na imunização e pontuou que a vacina é uma garantia para a convivência segura com outras pessoas.

“Acho ótimo a minha filha poder ser vacinada. Dessa forma, ela pode voltar a estudar presencialmente e retornar ao convívio tão importante do ambiente escolar”, frisou.

Grande número de imunizados em Itaipuaçu

No distrito de Itaipuaçu, a USF Jardim Atlântico e a Unidade Volante de Vacinação (UVV) do Centro Administrativo da Prefeitura registraram um grande fluxo de vacinados. A microempreendedora Vivian Maria, de 40 anos, que estava observando a vacinação da filha Isabela Grusman e aproveitou a ida à USF para tomar a segunda dose, enfatizou a importância da vacina para a retomada das atividades.

“A vacinação da minha filha ajuda a evitar a propagação da doença e auxiliar a vida a retomar, aos poucos, a normalidade. As aulas dela na escola estão ocorrendo em turmas reduzidas, com menos contato em sala de aula, mas a vacinação dá ainda mais segurança nesse processo”, ressaltou.

A comerciante Elizabeth de Paiva, de 62 anos, compareceu com o filho Gabriel de Paiva à UVV de Itaipuaçu e atestou a relevância da imunização dos adolescentes.

“Em meio a essa pandemia global, é ainda mais importante ele ser vacinado. Os mais jovens estão a todo tempo brincando, tendo contato, compartilhando objetos, então é de suma importância eles participarem da campanha de imunização”, concluiu.

Cronograma

Nesta quarta-feira (15), Maricá inicia a vacinação da dose de reforço em idosos com 95 anos ou mais que tenham recebido a segunda dose há seis meses ou mais. É necessário apresentar os seguintes documentos: comprovantes da primeira e segunda doses, identificação com foto e CPF.

A dose de reforço também estará disponível para os imunossuprimidos (aqueles que têm o sistema imunológico comprometido tanto por alguma doença congênita quanto pelo uso de medicamentos), de qualquer idade, que tenham concluído o esquema vacinal com duas doses há 28 dias ou mais. Para esse grupo, são necessários os comprovantes da primeira e segunda doses, documento de identificação com foto, CPF e laudo médico atualizado comprovando a condição.

Segundo Solange Oliveira, a dose de reforço é fundamental para esses grupos mais vulneráveis definidos pelo Ministério da Saúde.

“No momento em que a variante Delta se espalha rapidamente pelo Estado do Rio de Janeiro e com uma capacidade maior de contaminação, garantir a terceira dose para ampliar a proteção de quem está mais exposto é de suma importância”, destacou a secretária.

A aplicação da primeira dose ocorre das 9h às 16h nos seguintes polos: USF Centro, USF Chácara de Inoã, USF Marinelândia, USF Jardim Atlântico, UVV Aeroporto de Maricá e UVV Centro Administrativo da Prefeitura em Itaipuaçu. Já a segunda dose segue sendo aplicada nessas unidades, além de em quatro novos polos exclusivos para a D2 (USF Barra, USF Inoã 2, USF São José 2 e USF Barroco), que funcionam de 9h às 14h.