ANS define que plano de saúde individual deve ficar 8,19% mais barato

Cerca de 8 milhões de brasileiros vão ter a mensalidade dos planos de saúde reduzida após a Agência Nacional de Saúde Suplementar definir, pela primeira vez na história, que os planos individuais ou familiares vão ter percentual de reajuste negativo, entre maio de 2021 e abril de 2022. O índice estabelecido na última quinta-feira,8, é de -8,19%, que deve ser aplicado a partir da data de aniversário do contrato.

Segundo o Governo Federal, a redução acontece por causa das medidas contra a Covid-19, que reduziram a procura por atendimentos não urgentes. No entanto, segundo o Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor, a medida não dá alívio à maior parte da população, já que não engloba os clientes de planos coletivos, atingindo apenas 17% dos beneficiários de planos de saúde.

 

 

Crédito: Band News FM Rio