Arquiteto troca de noivo um dia antes do casamento e anuncia aos convidados na hora da cerimônia

Um vídeo do casamento de Eder Meneghine, de 60 anos, o arquiteto que decidiu trocar de noivo na véspera da cerimônia, mostra o exato momento em que ele anuncia para os convidados que seu futuro marido seria o chefe de cozinha Hugo Oliveira, de 44 anos, e não mais o mineiro Dyl Reis, de 23, como constava no convite para a festa. O comunicado foi feito já no altar, diante de 120 amigos, no restaurante Solar das Palmeiras Rio, na Ilha da Gigóia, Zona Oeste da cidade, na última terça-feira (7).

“Eu errei 20 anos na minha vida. E errei 20 anos numa coisa que poderia ter dado realmente certo. Eu tive que trocar os documentos e vou avisar vocês o seguinte: Eu troquei de noivo. Mas eu troquei de noivo de ontem pra hoje“, disse Eder.

“Ontem ‘segunda, 6’, às oito da noite, eu troquei de noivo. Porque às oito da noite eu percebi que aquela pessoa que estaria aqui agora casando comigo não seria a pessoa da minha vida. Então eu não hesitei. Eu simplesmente troquei”, prosseguiu.

“Mas eu vou casar hoje porque eu preciso casar aos 60 anos. Chegou a hora de casar. Então, surpreendentemente, eu convidei o Hugo pra casar comigo“, disse Eder, antes da entrada do futuro marido na festa.

Não era pegadinha

Além do espanto pela novidade, muitos convidados acreditaram que aquilo era uma brincadeira do arquiteto. Contudo, assim que Hugo entrou no corredor em direção ao altar, o local foi tomado por uma grande emoção.

“Foi uma surpresa. Eu fiquei em choque porque estava todo mundo esperando a entrada do Dyl, quando ele falou na frente de todos que ia trocar. Do jeito que ele disse, todo mundo achou que ele estivesse brincando”, comentou Patrick Falkenburg, um dos padrinhos.

“Mas eu achei a atitude dele muito legal de ter feito esse convite para o Hugo. E da forma que tudo aconteceu, ele saiu superbem da situação. Foi muito inusitado, acho que ninguém saberia como reagir numa hora dessas. Mas é o Eder, uma figura excêntrica, e que teve uma atitude muito legal”, emendou.

Tudo mudou

Os preparativos para o grande dia já estavam quase prontos, quando Eder e Dyl Reis tiveram um desentendimento que motivou a separação repentina. Segundo o arquiteto, alguns problemas graves impediram a sequência do relacionamento.

“Eu o conhecia relativamente muito pouco. A gente se gostava, e eu o levei para morar comigo na minha casa. Com o tempo, eu tive essa vontade de fazer essa festa de casamento, como eu já fiz para muitas pessoas, vários artistas. E eu falei com ele: ‘Vamos casar?’. Só que ele tem 23 anos e eu tenho 60. Eu tinha a intenção de ser feliz. E eu achava que fosse ser”, revelou.

Após o rompimento às 20h do dia anterior ao casamento, Eder não desanimou e manteve a festa e a cerimônia. Faltava então conseguir outro noivo…

…foi aí que ele procurou um antigo namorado, o chefe de cozinha Hugo Oliveira, com quem sempre manteve um contato como amigo.

Eder revelou que, apesar de não ter sido planejado, o pedido de casamento foi um momento especial e de muita cumplicidade. Para ele, era hora de valorizar quem sempre esteve por perto. O noivo contou que pensou até mesmo na garantia de direitos para os casais homossexuais e como aquilo seria importante para ele e o futuro marido.

“Por que não casar com essa pessoa que sempre foi correta comigo e garantir para ele direitos civis que ele merece? Por que não garantir um futuro de qualidade? Na verdade, não é que ele seja o grande amor da minha vida, mas eu descobri naquele momento de dificuldade que eu tinha na figura do Hugo Oliveira o maior amigo e parceiro de toda minha vida. E eu nunca dei pra ele a oportunidade que ele merecia”, disse Eder.

Crédito: g1.globo.com