Assaltantes trocam tiros com a polícia em tentativa de roubo a banco em Itajubá

Assaltantes atacaram a agência da Caixa Econômica Federal de Itajubá, durante a noite de quarta-feira (22). Os suspeitos trocaram tiros com a polícia e fugiram do local. Quatro PMs e um civil que passava pelo local ficaram feridos. Um suspeito foi preso durante a fuga.

As policias Militar e Civil de Minas Gerais atuam em conjunto nesta quinta (23) na busca pelos suspeitos de envolvimento na tentativa de roubo. A PM informou que, após a ação em Itajubá, os criminosos se dividiram em dois comboios, um em sentido a Pouso Alegre e outro em direção a São Lourenço, por Maria da Fé. Os assaltantes deixaram quatro bombas dentro da agência bancária, segundo a Guarda Municipal de Itajubá.

Veja o que se sabe sobre o ataque

  • Criminosos tinham como alvo o cofre de penhor da agência
  • Um preso e cinco feridos durante a ação
  • Bombas foram deixaras na agência durante a fuga
  • Primeiro ato dos criminosos foi roubar carro de motorista de aplicativo
  • Tiroteio no Sul de MG
  • Moradores ficaram em pânico durante o ataque
  • Estudante baleado durante ação dos criminosos

Criminosos tinham como alvo o cofre de penhor da agência

Os assaltantes que atacaram a Caixa Econômica Federal, em Itajubá, tinham como alvo, segundo a Polícia Militar, o cofre de penhor da agência.

Houve troca de tiros com a polícia durante a ação e os suspeitos iniciaram fuga do local, sendo que um deles foi preso. Não há informações, até o momento, se os assaltantes conseguiram levar algo da agência.

A PM informou que, após a ação em Itajubá, os criminosos se dividiram em dois comboios, um em sentido a Pouso Alegre e outro em direção a São Lourenço, por Maria da Fé.

Drones estão sendo utilizados pela polícia em busca dos criminosos, além de aeronaves e força terrestre.

Um preso e cinco feridos durante a ação

A Prefeitura de Itajubá e a PM informaram que um morador que passava pelo local no momento do ataque foi baleado na perna esquerda e precisou ser socorrido para um hospital da cidade.

Além do morador, segundo a PM, dois policiais foram atingidos, por um tiro de fuzil no braço e precisou passar por cirurgia, e o outro com um tiro no ombro. Outros dois policiais também ficaram feridos, sem gravidade.

A PM havia informado que mais três suspeitos tinham sido presos na manhã desta quinta-feira; no entanto, segue preso apenas um suspeito, localizado pela polícia ainda de madrugada.

Conforme a PM, há ainda a informação de mais infratores que teriam sido baleados em confrontos. A polícia também apura denúncia de que há na zona rural de Brazólis um suspeito sangrando.

Bombas foram deixadas na agência durante a fuga

Após a fuga dos assaltantes da agência, quatro bombas foram deixadas no local pelos suspeitos. O prédio foi isolado para que os explosivos sejam retirados do local.

Crédito: Portal g1