Polícia Civil prende acusado de envolvimento na morte de investidor de criptomoedas, em agosto, em São Pedro da Aldeia

O homem suspeito de ser o executor do homicídio do investidor de criptomoedas e influenciador digital Wesley Pessano Santarém, de 19 anos, em 4 de agosto, foi preso na manhã desta quinta-feira. Policiais civis da Delegacia de Repressão a Entorpecentes (DRE) encontraram Luiz Fillipe Vieira Cherfan Tavares, conhecido como Branquinho ou Playboy, na Ilha do Governador, na Zona Norte do Rio, onde estava escondido. O crime aconteceu na cidade de São Pedro da Aldeia.

Contra Luiz Felipe foi expedido o mandato de prisão preventiva durante a operação Pullback (expressão que remete a um movimento de correção repentino que contraria a tendência do mercado). A investigação, a cargo da 125ª DP (São Pedro da Aldeia), já prendeu outros suspeitos por envolvimento no caso. Wesley Pessano foi morto a tiros no município da Região dos Lagos, no São João. Morador de Cabo Frio, ele estava chegando para cortar o cabelo e, ainda dentro do carro, um Porsche Boxster vermelho, acabou baleado quando outro veículo emparelhou.

A prisão de Branquinho é a mais recente referente ao caso. Ele também é investigado pela especializada por ter ligações com o traficante Thiago da Silba Folly, o TH. Segundo a polícia, Branquinho foi localizado durante uma investigação sobre o tráfico de drogas no Complexo da Maré, na Zona Norte do Rio.

Esta é a sétima prisão sobre o caso do homicídio de Wesley. Agora Fabio Natan do Nascimento, também suspeito pelo crime segue foragido.

Relembre o caso

O investidor em criptomoedas e influenciador digital Wesley Pessano Santarém, de 19 anos, se apresentava nas redes sociais apenas como Wesley Pessano. Nascido no Rio Grande do Sul, ele se mudou para Cabo Frio há cerca de um ano. No dia do crime, ele foi até a cidade vizinha São Pedro da Aldeia para cortar o cabelo no bairro São João.

Wesley não chegou a descer do carro, um Porsche Boxster vermelho, antes de ser baleado por disparos vindos quando um veículo emparelhou.

 

 

Crédito: extra.globo.com

Arqueólogo amador da Dinamarca encontra tesouro da época pré-viking com quase 1kg de ouro

Usando um simples detector de metais, um arqueólogo amador encontrou, no sudoeste da Dinamarca, um tesouro enterrado com 22 objetos de ouro do século VI, antes da época dos vikings.

“É composto de objetos de ouro, incluindo um medalhão do tamanho de um pires. Há muitos símbolos, alguns dos quais desconhecidos. Isso nos permitirá expandir nosso conhecimento sobre os homens daquela época”, explicou à AFP Mads Ravn, diretor de pesquisa do museu de Vejle, que vai expor as peças.

O tesouro, pesando pouco menos de um quilo, foi descoberto perto da cidade de Jelling, considerada pelos historiadores o berço dos reis da era Viking, entre os séculos VIII e XII.

De acordo com o museu, este é um dos “maiores, mais ricos e mais bonitos tesouros de ouro da história dinamarquesa”.

A descoberta desse arqueólogo amador ocorreu há cerca de seis meses, mas havia sido mantida em segredo até agora.

Alguns objetos têm motivos rúnicos (relativo aos mais antigos alfabetos escandinavos e germânicos) e inscrições que podem referir-se a soberanos da época, mas também fazem lembrar a mitologia nórdica.

Uma peça representa o imperador romano Constantino, do início do século IV. “É o simbolismo representado nesses objetos que os torna únicos, e não a quantidade”, disse Ravn.

Segundo o museu, algumas peças foram feitas de uma maneira nunca antes vista. Por isso a descoberta é tão celebrada.

De acordo com as primeiras análises, o tesouro poderia ter consistido em uma oferenda aos deuses feita por um nobre local numa época em que o clima do norte da Europa havia sido agravado por uma erupção vulcânica na Islândia em 536 que cobriu o céu de cinzas.

O tesouro será exposto no museu de Vejle a partir de fevereiro. Ele fará parte da exposição viking de Vejlemuseerne, que conta a história das conexões orientais de Harald Blåtand e da formação inicial do reino que criou a base para a dinastia Jelling.

Crédito: g1.globo.com

 

Pastor da Igreja Universal é acusado de embolsar R$30 milhões e fugir

A direção da Universal do Reino de Deus (Iurd) denunciou à Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) um pastor que teria desviado cerca R$ 30 milhões da igreja.

Antigo morador de Ceilândia, o religioso, que é formado em arquitetura, foi um dos responsáveis pela construção do Templo de Salomão, erguido no bairro do Brás, em São Paulo. Ele também tocava as obras da nova sede da Universal, que ocupa uma área de 52 mil metros quadrados e fica às margens do Pistão Sul, em Taguatinga.

De acordo com a denúncia feita pelos advogados da Universal, o arquiteto e pastor teria direcionado contratos para uma construtora localizada em Portugal. Ele ainda estaria lavando dinheiro em solo estrangeiro.

Após constatar as irregularidades, a Universal entrou em contato com o suspeito, que fugiu. Até o momento, não há informações sobre o seu paradeiro. A PCDF optou por não divulgar o nome do arquiteto para não comprometer as investigações.

Novo templo

A versão candanga do Templo Salomão (projeção na imagem destacada) contará com heliponto, elevador privativo, espelho d’água, arborização, três andares de garagem subterrânea, vista livre para o céu e poderá ter até uma esteira para carregar o dízimo dos fiéis para um cofre. O novo centro terá capacidade para receber 5 mil pessoas.

 

Crédito: www.metropoles.com

Transportadores de combustíveis entram em greve em seis estados. No Rio, a expectativa é que 1.500 veículos deixem de circular

Transportadores de combustíveis de seis estados fazem uma paralisação desde a meia-noite desta quinta-feira (21/10). Com o ato, eles reivindicam a redução dos preços do diesel, gás de cozinha, gasolina e outros derivados do petróleo.

A expectativa é que, no Rio de Janeiro, a manifestação tenha a adesão de aproximadamente 1.500 veículos de 300 companhias, que vai permanecer parados na base de Campos Elíseos, próxima à Reduc (Refinaria de Duque de Caxias), na Baixada Fluminense.

De acordo com a Confederação Nacional dos Trabalhadores em Transportes e Logística (CNTTL), os transportadores de São Paulo (na região da Replan – Refinaria de Paulínea – e no Porto de Santos), Minas Gerais, Espírito Santo, Goiás e parte da Bahia, coordenados pelos sindicatos empresariais, também paralisaram as atividades.

Impostos

A categoria pede ainda o alinhamento e a redução de impostos federais e estaduais, uma vez que alegam governos estaduais e federal transferem a responsabilidade pela alta dos preços uns aos outros, mas não reduzem os valores, deixando as empresas no prejuízo.

Uma greve geral está marcada para o dia 1º de novembro, que pretende ser um ato ainda maior, de acordo com a CNTTL, e deverá ter adesão de 70% do setor. O estado de greve foi decidido pela entidade, pelo Conselho Nacional do Transporte Rodoviário de Cargas (CNTRC) e pela Associação Brasileira de Condutores de Veículos Automotores (Abrava).

Apoio

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) e sindicatos filiados também apoia a greve dos transportadores de combustíveis. Segundo a entidade, os seguidos reajustes nos preços dos combustíveis são consequência da equivocada política PPI (Preço de Paridade de Importação), adotada pela gestão da Petrobras.

A FUP contesta o modelo pelo fato de o Brasil ser autossuficiente em petróleo, tendo grande parte de seus custos em Real. “Enquanto o PPI não mudar, a inflação, que já supera 10% em doze meses, vai continuar sua cruel trajetória de alta, impulsionada pelos combustíveis e gás de cozinha”, criticou a entidade.

Crédito: www.metropoles.com

Prefeitura do rio confirma que Réveillon vai acontecer sem restrições com 75% da população total e 90% dos adultos com esquema vacinal completo

A Prefeitura do Rio afirma que se a cidade atingir a taxa de 75% da população total e 90% dos adultos imunizados com o esquema vacinal completo, o Réveillon vai acontecer sem restrições. A realização do Carnaval também está condicionada à essas taxas.

Segundo o secretário municipal de Saúde, Daniel Soranz, o cenário atual da capital fluminense é favorável à realização do evento de virada do ano. Segundo ele, o Rio registra a menor taxa de transmissão desde o início da pandemia: 0,69%.

A informação foi divulgada nesta quinta-feira (21), dia em que a cidade voltou a aplicar a dose de reforço em mulheres com 67 anos ou mais. As pessoas com 68 anos ou mais também podem receber a terceira dose, assim como as pessoas imunodeprimidas com 12 anos ou mais, e os profissionais da saúde que tomaram a segunda dose até o dia 31 de março.

Durante a agenda, Soranz afirmou que a cidade tem doses suficientes para aplicação da terceira dose até esta sexta-feira (26), o que pode paralisar novamente a campanha da aplicação da dose de reforço. A expectativa é a de que o Ministério da Saúde entregue uma nova remessa até a sexta-feira (22).

Daniel Soranz também falou sobre a retirada da obrigatoriedade do uso de máscara em locais abertos. Ele disse que a Secretaria Municipal de Saúde mantém a meta de 65% da população total vacinada com o esquema vacinal completo para liberar o uso do equipamento em locais abertos. A pasta acredita que a taxa seja atingida na próxima semana.

 

Crédito: https://bandnewsfmrio.com.br/