Defesa de Jairinho nega indenização de R$ 1,5 milhão ao pai de Henry Borel

Apesar da Justiça ter recebido um pedido do Ministério Público, para que o ex-vereador Jairinho e a mãe de Henry Borel, a professora Monique Medeiros, paguem R$ 1,5 milhão ao pai da criança, engenheiro Leniel Borel, a defesa do político afirma que não aceitou o pedido pois irá provar sua inocência. A questão vai ser analisada por um tribunal de júri. A defesa de Monique disse que também não aceitou, e vai aguardar a decisão judicial.

Jairinho e a professora respondem, na Justiça, por tortura e homicídio triplamente qualificado de Henry, que tinha apenas 4 anos de idade. O casal está preso desde do dia 8 de abril.

Jairo ainda acumula outros processos relacionados a agressões contra outras crianças, que vieram à tona somente após o caso Henry.

 

 

Fonte: Band News FM Rio