Família que morreu em carro soterrado em Minas, tinha ido consolar familiares que estavam de luto

As cinco pessoas que morreram após o carro em que estavam ser soterrado por um deslizamento de encosta tinham ido à Minas visitar familiares que estavam em luto por conta de outra perda na família. O desmoronamento, dentro do condomínio Retiro do Chalé, em Brumadinho, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, ocorreu devido às fortes chuvas que vêm assolando o estado de Minas Gerais. As informações são do Portal G1.

José Geraldo Soares, primo de Deisy Lúcia, morta no deslizamento relatou que Daisy estava na cidade para dar assistência a família após a perda de sua irmã a cerca de uma semana. “Eles vieram passar com a família o fim de ano, na verdade, a Deisy tinha perdido uma irmã, que faleceu praticamente uma semana atrás. Ela veio dar assistência para a família”, afirmou.

Cibele Batalha, também prima do casal, contou que tem sido um momento muito complicado para toda a família.

“Está muito difícil para toda família. Deisy, Henrique e os meninos vieram também para consolar os familiares. Ela era uma pessoa muito querida, professora dedicada”, lembra Cibele.”

O carro da família foi arrastado pela lama por cerca de 400 metros e ficou completamente destruído. As vítimas foram identificadas como Ana Alexandrino Santos, de 3 anos; Henrique Alexandrino dos Santos, de 41; Deisy Lúcia Cardoso Alexandrino dos Santos, de 40; Vitor Cardoso Alexandrino Santos, de 6; e o motorista, Geovane Vieira Ferreira, de 42 anos. Os corpos foram encaminhados para o Instituto Médico Legal (IML) de BH.

Os corpos das cinco pessoas foram localizados pelos bombeiros entre segunda e a madrugada desta terça-feira, 11.

 

Crédito: odia.ig.com.br