Fifa apura suspensão de jogo entre Brasil e Argentina. Presidente da Federação classificou a situação como “maluca”

A FIFA apura a suspensão da partida entre Brasil e Argentina pelas Eliminatórias da Copa do Mundo. Um processo disciplinar foi aberto para investigar o caso.

As duas seleções foram solicitadas pela Federação Internacional de Futebol a fornecer mais informações sobre os motivos que levaram à interrupção do jogo, realizado no último domingo (5). A análise será feita pelo Comitê Disciplinar da FIFA.

Em comunicado publicado na última segunda-feira (6), foi estipulado prazo de seis dias para que as associações de futebol dos dois países respondam aos pedidos da FIFA. A entidade ainda deve decidir se vai remarcar, cancelar a partida ou dar a vitória para uma das seleções.

O presidente da Federação, Gianni Infantino, classificou a situação como “maluca” e afirmou que é preciso repensar o calendário.

Emiliano Martínez, Buendía, Cristian Romero e Giovani Lo Celso, que jogam no Reino Unido, prestaram informações falsas às autoridades brasileiras ao entrar no país na última sexta-feira (3), segundo a Agência Nacional de Vigilância Sanitária, e não cumpriram a quarentena obrigatória. A Anvisa abriu um processo administrativo sanitário contra os quatro atletas. A Polícia Federal apura o caso.

Procuradas, a CBF e a Conmebol não se manifestaram sobre a abertura de processo pela Fifa. Já a Associação do Futebol Argentino confirmou a notificação.

 

 

Crédito: Band News FM Rio