Itaboraí vive dia histórico com início dos testes operacionais do GasLub

Nesta segunda-feira (31/01), o prefeito Marcelo Delaroli esteve presente junto com o presidente da República, Jair Messias Bolsonaro, e o governador do Rio de Janeiro, Cláudio Castro, no Polo GasLub Itaboraí, da Petrobras, para o início dos testes operacionais da Unidade de Processamento de Gás Natural (UPGN). O evento entra para a história da cidade como a data da retomada econômica no setor de Óleo e Gás em Itaboraí.

“Itaboraí sofreu muito. Pessoas migraram de todos os lugares do país e até do mundo para nossa região. Investiram e o que aconteceu foi que todos quebraram. Os governantes anteriores também não investiram nada em infraestrutura e a gente está aqui se enchendo de esperança hoje. Uma gestão competente, principalmente, do nosso presidente da república e, quis Deus, que tivéssemos um governador alinhado e comprometido com nossa região. Esperamos dias melhores e confiamos nesse time. Hoje estamos escrevendo uma nova história para Itaboraí e região. Contem conosco!”, falou o prefeito de Itaboraí, Marcelo Delaroli.

A unidade começará a receber, ainda este ano, gás natural do pré-sal, etapa importante para a entrada em operação da Unidade de Processamento de Gás Natural (UPGN). Com o início dos testes, o Polo GasLub passou a receber gás natural não processado (gás rico), proveniente do Terminal de Cabiúnas. Quando a UPGN estiver em operação, além do gás do pré-sal da Bacia de Santos, receberá gás também dos demais ativos que utilizam o Sistema Integrado de Escoamento (SIE), via Projeto Integrado Rota 3 (PIR3).

“Temos orgulho dos trabalhadores da Petrobras e toda a expertise que conquistaram. Por mais que poucos falem, os números falam das escolhas que foram feitas no passado. Se enterrou 15 bilhões que investiram aqui (no antigo Comperj) e a cidade sofreu com isso. Parabéns pelo trabalho que todos estão fazendo nesse governo e temos que fazer mais. Nós temos que buscar autossuficiência em tudo aquilo que for necessário, e a energia é o mais importante. A Petrobras é uma empresa que pode buscar isso”, discursou o presidente Jair Bolsonaro.

O projeto terá capacidade para escoar e processar 21 milhões de metros cúbicos por dia de gás natural provenientes do polo pré-sal da Bacia de Santos, o que pode atrair grandes indústrias para Itaboraí. Além de receber investimentos que podem gerar milhares de empregos diretos e indiretos.

“Eu tenho certeza que o grande feito aqui é a esperança. Esta população viu a sua cidade ser degradada por maus gestores. Por isso nós temos a obrigação de agradecer esse novo tempo da Petrobras e do Rio de Janeiro. Nosso compromisso é recuperar toda essa área em volta com infraestrutura e segurança pública. Estamos fazendo história para o Rio de Janeiro, Itaboraí e região”, disse o governador Cláudio Castro.

Participaram também do evento os ministros de Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas; de Minas e Energia, Bento Albuquerque; o presidente da Petrobras, Joaquim Silva e Luna; os senadores Flávio Bolsonaro e Carlos Portinho; o deputado federal Altineu Côrtes; o diretor-geral do Conleste, Hédio Mataruna; e outras autoridades estaduais e municipais.

 

Crédito: Secretaria de Comunicação de Itaboraí