Maricá estuda estratégia para evitar assaltos durante transporte de pacientes

Na madrugada da última terça-feira (23), por volta das 5h, um dos seus motoristas da Secretaria Municipal de Saúde de Maricá, responsável pelo transporte de pacientes para realização de exames fora do município, foi surpreendido por bandidos quando trafegava próximo do Residencial Carlos Alberto Soares de Freitas (Minha Casa, Minha Vida) em Inoã, quando estava a caminho para buscar um paciente em domicílio.

De acordo com a secretária de Saúde, Drª. Simone Costa, será analisada uma forma para garantir a segurança dos funcionários e pacientes.

“Nosso colaborador foi torturado psicologicamente e assaltado. Não precisou ser hospitalizado, mas tivemos de suspender o serviço por esse motivo. Estamos estudando uma estratégia de segurança para que isso não volte a se repetir”, afirmou a secretária de Saúde, Simone Costa.

Entre os locais que os pacientes moradores de Maricá são levados pelo serviço de transportes da SMS estão:  Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva (Inca), Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia (Into) e Hemorio, no Rio; a Associação Fluminense de Reabilitação, em Niterói; etc.

A Secretaria de Saúde não informou se o caso foi registrado. Procurada a Polícia Civil informou que até o momento não foi realizado nenhum registro de ocorrência relativo ao caso.