Morre homem que teve 70% do corpo queimado em Rio Bonito

A família do funcionário público, Cristiano da Silva Magalhães, de 48 anos, confirmou o seu falecimento. Embora o óbito tenha sido constatado na madrugada da última segunda-feira (11), os familiares só foram informados da morte quando chegaram para visitá-lo no  Hospital Estadual Alberto Torres (HEAT), no Colubandê, no município de São Gonçalo.
Cristiano teve o 70% do corpo queimado na última terça-feira (05). Ele esperava a namorada, dentro do carro, em frente ao Centro de Triagem Covid-19. Segundo a polícia, o carro foi incendiado por um menor de 16 anos que foi contratado pelo ex-marido da namorada de Cristiano.
O mandante do crime foi identificado como Nilton de Souza Ferreira, de54 anos, conhecido como vulgo Titão. Ele foi detido em casa, no município de Silva Jardim. O bandido não aceitava o fim da relação e planejou a morte de Cristiano sob a expectativa de reatar a relação com a ex-mulher. O menor também foi preso.