Polícia Civil de Araruama cumpre quatro mandados de prisão pela morte da blogueira Aline Borel

Quase dois meses depois do corpo da cantora e blogueira Aline Borel ter sido encontrado com marcas de tiro na Praia do Dentinho, no dia 21 de abril, em Araruama, a 118ª Delegacia de Polícia de Araruama concluiu o inquérito na última quinta-feira (9). Mandados de busca e apreensão foram cumpridos, além dos mandados de prisão dos quatro acusados, que já se encontravam presos. Foi apreendida também uma das motocicletas usadas para levar Aline até o local onde foi morta.

Segundo informações da polícia, Aline foi assassinada por pensarem que ela era informante de uma suposta milícia que estaria tentando se instalar na localidade, o que foi descartado pela investigação. Os quatro acusados pelo assassinato já estavam presos pelos crimes de tráfico de drogas, associação ao tráfico, roubo, e porte ilegal de arma, e agora responderão pelo crime de homicídio triplamente qualificado.

Coordenados pelo delegado Filipi Poeys Lima, da 118ª DP, os policiais fizeram diligências em vários endereços e encontraram no bairro Corte, uma das motos usadas pelos acusados para levar Aline até o local do crime. A investigação concluiu também que um revólver calibre 38 é que foi usado para matar a blogueira.

Como tudo aconteceu

De acordo com a polícia, os acusados teriam mostrado a Aline fotos de um homem que seria integrante dessa milícia e ela teria dito que o conhecia. Os homens então teriam dito que ele teria que pagar pela liberdade dela. A vítima então aceitou seguir de motocicleta com os acusados afirmando que conhecia a todos no bairro por ter um jeito “alegre e extrovertido de ser”.

Quem era Aline Borel

Aline Borel dos Santos, de 28 anos, era cantora e ficou conhecida nas redes sociais depois de fazer vídeos cantando músicas autorais e também de outros artistas.

Um dos seus maiores sucessos foi o funk com letra gospel “É cansativa a vida do crente”, publicado em 2018, que até este sábado já tinha mais de 430 mil visualizações.

Aline Borel se tornou um ícone da internet e rendeu vários memes depois que seus vídeos viralizaram.

Seguidores nas redes sociais fizeram campanhas para que famosos a notassem e ela chegou a participar de programas de TV.