Prefeitura de Tanguá continua notificando proprietários e pode remover mais veículos abandonados pela cidade

Desde que foi lançada, em meados de julho do ano passado, a operação de notificação de proprietários e remoção de veículos abandonados pela cidade tem sido considerada um sucesso pela secretaria municipal de Fazenda, Indústria e Comércio.

De lá para cá, a maioria das notificações efetuadas resultaram na retirada dos veículos pelos seus proprietários, que têm um prazo de 15 dias para a remoção por conta própria, mas que, em caso de não atendimento, poderá resultar no recolhimento para o depósito público municipal, além da aplicação de multa, taxa de cobrança de utilização do guincho e cobrança de diárias até a retirada.

“Com a operação de notificação antecipada aos proprietários, além de reduzirmos os custos com reboque e manutenção de sucatas nos pátios legais dos órgãos de trânsito, livramos a população dos inúmeros perigos que eles representavam, como possíveis esconderijos de malfeitores, além da diminuição da poluição visual”, disse o secretário da pasta responsável pela operação, Eliezer Cardozo.

Nos últimos dias foram adesivadas notificações em 10 unidades de veículos das mais variadas marcas e modelos, na localidade conhecida como Buraco Quente, no Centro, que continuam aguardando a remoção por parte de seus proprietários. Já por não terem atendido às notificações, outros dois proprietários tiveram seus veículos rebocados para o depósito público.

“Foi uma das mais bem-sucedidas operações que já realizamos com relação à desobstrução das vias do município, além de trazer economicidade em toda a logística de sua realização, já que em poucos casos tivemos necessidade de uso do guincho”, completou Eliezer.

 

Crédito: Ascom Prefeitura de Tanguá