Secretaria de Educação de Rio Bonito prepara volta gradual das aulas presenciais em outubro

Mascara no rosto, álcool em gel na mochila e carteiras separadas uma das outras. Essas são algumas medidas que estão sendo adotadas pela prefeitura de Rio Bonito, para o retorno das aulas presenciais com mais segurança. Esta volta às aulas será diferente de todas as outras. As escolas, que primeiro trancaram seus portões para barrar a pandemia, agora se adaptaram instaurando um modelo híbrido de ensino. Ao todo, 39 escolas do município retornarão com o ensino a partir do dia 4 de outubro. Para isso, os alunos foram divididos em dois grupos de ensino híbrido: presencial e remoto. O segundo grupo de escolas retorna na terceira semana de outubro. (cronograma em anexo).

A partir do dia 20 de setembro, as unidades escolares começam recebem os profissionais da educação para organização e readaptação do ambiente escolar, depois de um ano e seis meses fora das salas de aulas. Antes do retorno das aulas, cada aluno está recebendo dois Kits de Reforço de Alimentação Escolar, para isso devem estar regularmente matriculados na Rede Municipal de Ensino, contemplando a Educação Infantil, o Ensino Fundamental, Educação de Jovens e Adultos (EJA) e Instituições Filantrópicas Convencionadas, além de um kit de higienização contra o Covid-19, com duas máscaras de proteção, uma garrafa de água para uso individual e frasco de álcool em gel, que será entregue no primeiro dia de aula presencial.

As salas de aula estão sendo organizadas mantendo o distanciamento mínimo de um metro entre as cadeiras, além de limitar a sua capacidade em 60% , considerando os alunos que optarem pelo retorno. O uso de máscaras é obrigatório, exceto para os alunos com algum tipo de deficiência que os impeçam de fazer o uso adequado de máscaras, conforme determinação médica.

Grupo de Trabalho – O Plano de Ação de retomada às aulas presenciais nas unidades escolares garante o atendimento pedagógico tanto dos alunos que optarem pelo retorno presencial, quanto para aqueles que optarem por permanecer no ensino remoto. Durante os meses de agosto e setembro, a secretaria de Educação estruturou um grupo de trabalho para auxiliar as escolas na organização dos espaços e atender as necessidades pedagógicas que surgiram durante o período pandêmico, de forma a prevenir, apontar e solucionar tais ocorrências no retorno presencial das aulas. O grupo também contribuiu para fortalecer as ações de visitas realizadas pela Vigilância Epidemiológica nas escolas.

Reforma – Segundo a secretaria de Educação, as creches municipais que ofertam apenas as modalidades de Creche I, II e III, não retornam neste ano, por conta da constante necessidade de contato físico entre as crianças e o alto risco de contaminação da Covid-19. Além disso, algumas escolas municipais, como a Professor Honesto de Almeida Carvalho (EMPHAC), Governador Roberto Silveira, Rômulo Tude e Castro Alves, não terão o retorno gradual das aulas presenciais este ano, devido as obras de reforma que estão acontecendo nessas unidades, que inviabilizam a realização das aulas, como também na escola Raulbino Pereira de Mesquita, que se encontra em fase final de construção.

 

 

Crédito: Secretaria de Comunicação de Rio Bonito