Shows em comemoração ao aniversário de Rio Bonito tem público de quase 90 mil pessoas

Depois de dois anos, o aniversário de Rio Bonito foi comemorado com uma grande festa. Quase 90 mil pessoas de várias cidades estiveram presentes nos quatro dias da festa de 176 anos de emancipação político-administrativa do município, que aconteceu no Espaço de Eventos da Mangueirinha. Do dia 5 ao dia 8, além de grandes artistas, como Cassiane, Fernanda Brum, Eugênio Jorge, Zezé Di Camargo & Luciano, Ludmilla, e Ferrugem, cantores e bandas da cidade também fizeram a alegria do público.

1ª noite de shows: A abertura dos festejos no dia 5, começou com uma noite gospel. A primeira a se apresentar no palco Rio-Bonite-Se foi a cantora Luany Lima. Na sequência, foi a vez do grupo Rarakalma, e em seguida, no palco principal, a cantora Cassiane fez uma multidão de gente cantar os sucessos dela, como “Vou Seguir”, “500 graus”, e “Com Muito Louvor”.

Voltando ao palco Rio-Bonite-Se, logo após Cassiane, o cantor Jonas Maciel fez sua apresentação. E fechando a noite, Fernanda  Brum cantou no palco principal sucessos como, “Não é Tarde” e “Apenas Um Toque”.

2ª noite de shows: O segundo dia de shows, dia 6, começou com o rock clássico da Banda de riobonitense, Maverick, que se apresentou no palco Rio-Bonite-Se, seguido do cantor sertanejo Junior Antunes. No palco principal, a atração mais esperada da noite foi a dupla sertaneja Zezé Di Camargo & Luciano, que cantou os sucessos “É o Amor” e “Dois Corações e Uma História”, entre outros clássicos da carreira.

3ª noite de shows: No dia 7, sábado, aniversário da cidade, foi a vez do palco Rio-Bonite-Se receber o trio “Elas Cantam”, formado pelas cantoras de Rio Bonito, Anne, Sheila Sá, e Iris Diniz. Em seguida, a primeira atração do palco principal foi o cantor católico Eugênio Jorge. Logo depois, a funkeira Ludmilla fez o público de mais de 30 mil pessoas cantarem e dançarem ao som de “Socadona” e “Maldivas”, que teve a participação especial de sua esposa, a bailarina Brunna Gonçalves.

4ª noite de shows: A festa de aniversário de Rio Bonito terminou no domingo (8) com os shows dos grupos de samba e pagode de Rio Bonito, Pagostar e Mais & Mais, que se apresentaram no palco Rio-Bonite-Se. Logo depois, no mesmo palco, o cantor riobonitense conhecido como ‘o poeta do funk’, Andrezinho Shock, fez o público dançar com os clássicos do funk da década de 80 e também com vários dos seus sucessos, como “A vida é Tipo Roda Gigante”.

Já no palco principal, o cantor Ferrugem fez cerca de 20 mil pessoas cantarem sucessos como “Pirata e Tesouro”. Um dos pontos altos da noite foi o dueto que Pedrin, do grupo Pagostar, de Rio Bonito, fez com Ferrugem, que emocionou a plateia. Além da homenagem que o cantor fez a esposa no palco, Ferrugem também deu oportunidade a um fã pedir a namorada em casamento durante o show, arrancando aplausos do público.

 

Food Trucks

Além das barracas que ficaram dentro da festa, os food trucks de Rio Bonito, que normalmente ficam localizados na Praça Fonseca Portela, no Centro, ganharam um espaço para faturarem nos dias de show, o pátio da Escola Municipal Professor Honesto de Almeida Carvalho. Nos quatro dias de festa, os cerca de 10 comerciantes estacionaram seus trucks na escola, que fica em frente ao portão de entrada do evento, e aproveitaram o movimento do público.

Durante a festa, a reportagem da Folha conversou com dois deles, a Érica Peres, do Trailer do Amarelinho, e o Samuel Alvernaz, do Ki-Delícia.

“Está maravilhoso, todo mundo aqui está vendendo muito bem, só elogios, estamos arrebentando. No primeiro dia a gente ficou até com medo (de não ter movimento no local, já que dentro da área do show, tinham barracas de comida também), mas graças a Deus está fluindo e estamos vendendo muito”, disse Érica.

Já o Samuel, montou uma estrutura para não perder os clientes fiéis do Centro da cidade, e nem a possibilidade de vender na festa, e estava trabalhando com dois food trucks na cidade. Ele destacou a segurança do local. “Achei muito boa essa atitude da Prefeitura de ceder um espaço pra gente. O evento tem sido muito bom, tem segurança pra todo lado, tem banheiro químico também. Eu estou vendo muita família aqui, e isso é muito bom pra gente, porque é sinal de que tem segurança para as pessoas saírem de casa e trazerem seus filhos”, analisou.

Após o evento, a Folha entrevistou o prefeito de Rio Bonito Leandro Peixe. Segundo ele, a decisão de ceder um espaço para os comerciantes da cidade estarem também, de alguma forma, na festa, foi importante para fazer com que o dinheiro circulasse dentro do município.

“Nós tínhamos pessoas que estavam pagando um preço alto para estar dentro do evento. Nós também tivemos que valorizar a pessoa que paga pouco todo mês para estar nas feiras e vender na rua da nossa cidade, e com isso conseguimos agradar a todo mundo e isso foi muito gratificante porque tiveram a sua participação e com certeza ganharam seu dinheirinho para circular na cidade”, explicou.

Economia

A Folha também entrevistou o secretário de Administração e chefe de Gabinete interino de Rio Bonito, Bernardo Guimarães, para saber sobre os ganhos que a cidade teve com a realização da festa e se o dinheiro investido para aa realização do evento, foi retornado na economia municipal.

“Certamente o retorno foi muito maior do que o esperado. Independentemente dos valores injetados diretamente na economia por meio das contratações do município, que gerou mais de 500 empregos diretos e indiretos. Ainda não é possível contabilizar o retorno por meio de arrecadação, uma vez que o investimento em roupas, beleza, alimentação, transporte dentre outras áreas que foram diretamente afetadas com a execução do evento, somente será possível com o fechamento das contas mensais pelo comércio, mas é certo que a arrecadação irá mostrar um efetivo retorno aos cofres públicos do valor injetado”, disse.

Segundo ele, “alguns empresários da cidade têm nos procurado para dizer que a economia ficou aquecida e que já podem considerar este 7 de maio como a segunda melhor data para o comércio e a única expectativa de ultrapassar esta data será o natal, momento em que o município também investirá pesado na decoração e estruturação da cidade para receber visitantes e fomentar o comércio”, adiantou.

De acordo com Bernardo, dentro da festa, a arrecadação pode ter ficado em cerca de R$ 1 milhão por dia. “Estimamos um público médio diário de 20 mil pessoas no evento, o que se for considerado um ticket médio de R$ 50,00, pode ter gerado somente dentro do evento, uma arrecadação de R$ 1 milhão por dia, ultrapassando, inclusive o valor aportado pelo município”, analisou.

Ele contou que por conta da localização de Rio Bonito, a equipe do cantor Ferrugem viu na cidade um local estratégico para hospedagem do artista. “O empresário do cantor Ferrugem, por exemplo, já nos procurou para que tornasse a utilizar um dos hotéis em que ficaram na cidade como ponto de apoio para os outros shows que farão na região, segundo o próprio empresário, a cidade fica em local estratégico e antes não possuía rede hoteleira adequada aos padrões que exigem, agora identificaram um ponto de apoio que certamente será utilizado diversas vezes”, revelou.

Bernardo falou ainda sobre o relato dos donos de food trucks em uma reunião que aconteceu após o evento. “Os proprietários dos food trucks da cidade em reunião realizada na segunda feira com o secretário de desenvolvimento econômico (Teilor Cerqueira) afirmaram que não tinham braços para trabalhar se a festa tivesse mais um dia. Um deles chegou a relatar que vendeu mais de 500 hambúrgueres por dia. Outro comerciante garantiu que somente com o lucro da festa irá arcar com o pagamento integral do seu novo trailer que estreou no local”, contou.

Para Bernardo, “com relatos desta magnitude, bem como com a resposta positiva das massas nas redes sociais, inclusive de oposição, mostram que estamos no caminho certo para retomada da economia da cidade que merece prosperar”, analisou o chefe de gabinete.

 

Segurança

Para realização do evento, a cidade precisou reforçar a segurança, já que a estimativa de público era alta por conta do nível das atrações. O secretário de Segurança e Ordem Pública, Rogério Góes, contou que a cidade ganhou reforço dos batalhões da Polícia Militar de Cabo Frio, Niterói e São Gonçalo.

Ele disse que “um ônibus da PM chegou no local da festa com militares que somados ao efetivo da 3ª Cia de Rio Bonito, reuniu cerca de 50 agentes no policiamento ostensivo, que foi distribuído pelo entorno do evento em pronto emprego para eventuais problemas relacionados a segurança e ordem pública, e isso foi de suma importância para inibir delitos. Foram empenhadas em dias diferentes, cerca de quatro viaturas em apoio, incluindo o grupo de aplicações táticas do 35° BPM, e cerca de três viaturas da Companhia do próprio município (3ª Cia)”.

Segundo Góes, para a segurança do município, a secretaria recebeu apoio pessoal do comandante do 35º Batalhão de Polícia Militar, tenente-coronel Gilbert dos Santos, e do major Thiago Xavier, que é o responsável pelo setor de planejamento de operações do Batalhão, além do próprio comandante da 3ª Cia da cidade, o tenente Vandilson Faria. “Ele permaneceu no local do evento todos os dias, do início ao término, juntamente com todo efetivo da companhia. Ninguém faz nada sozinho, tivemos muito apoio”.

Para o secretário, “o apoio de equipes da Arteris e da PRF (Polícia Rodoviária Federal) foram fundamentais para a segurança da rodovia nos dias do aniversário da cidade, reduzindo o número de acidentes comparados aos anos anteriores. Também tivemos o apoio da Defesa Civil, com cinco homens por dia para ajudar. E claro, o trabalho da Guarda Civil Municipal foi essencial também par o fechamento e organização do trânsito e rondas ostensivas”.

Estrutura

Esse ano, a festa contou com um diferencial, o espaço onde os shows foram realizados e onde ficaram instalados o parque de diversões, a Feira Agro, a Feira de Artesanato, além de barracas que compraram o espaço para venda de alimentos, foi cercado com estruturas de ferro para maior controle do público. Dentro da estrutura, a Secretaria de Saúde montou uma espécie de posto de saúde paraa atender as demandas da festa e não sobrecarregar a UPA e o Hospital Regional Darcy Vagas.

Segundo a diretora da UAU Estruturas, empresa de Rio Bonito responsável pela organização do evento, Luana Peixoto, para trabalhar na festa, “a gente envolveu cerca de 500 a 600 famílias. Hoje, o sentimento é de realização por ter feito essa festa linda”.

A comemoração ainda contou com camarote e boate, onde o público pode curtir a festa mesmo depois do término dos shows nos palcos.

O secretário de Esporte e Lazer, Bernardo Oliveira, explicou que a contratação de uma empresa para realizar o evento aconteceu porque a comissão formada por todos os secretários municipais chegou a conclusão de que essa seria a melhor maneira de fazer a festa com melhor estrutura e maior segurança.

“Montamos uma comissão onde todos os secretários participaram ativamente pra que a gente pudesse debater e chegar a análise (de como seria a melhor maneira de fazer a festa). Conseguimos mudar o panorama de festas de Rio Bonito, conseguimos dar uma cara mais profissional para que as pessoas pudessem chegar, curtir, e se divertir com a maior segurança possível. Vale ressaltar a força-tarefa de todas as secretarias, foi muito importante essa parceria, essa união de forças pra que a festa fosse entregue da melhor maneira”, concluiu Bernardo.

Assim como Bernardo, o prefeito Peixe também destacou o trabalho em equipe. “Agradeço a todos os nossos secretários, a todas as equipes que participaram direta e indiretamente. A todos que brigaram por esse evento. Não se faz nada sozinho. Esse foi o primeiro evento com público da nossa gestão, quando tem gestão, também tem que ter responsabilidade. Se preparem, tem muita coisa boa por vir”, disse o prefeito.

 

Lívia Louzada