Tanguá é a segunda cidade mais pobre do RJ, aponta pesquisa da FGV

Uma pesquisa da Fundação Getúlio Vargas (FGV), aponta a cidade de Tanguá, na Região Metropolitana do Rio, como o segundo município mais pobre do Estado, com renda média mensal de R$ 292,57, por morador. O valor é a soma de tudo que é produzido no município, dividido pelo número de habitantes.

Ainda de acordo com a FGV, Tanguá fica atrás somente da cidade de Japeri, na Baixada Fluminense, que tem renda média mensal de R$ 259,63. Segundo a FGV, para chegar a essa conclusão, os pesquisadores consideraram a renda média dos moradores do RJ, através das declarações de imposto de renda das pessoas físicas. O resultado revelou um estado profundamente desigual.

Na outra ponta da tabela, Niterói, ainda na Região Metropolitana, é a cidade com a maior renda: R$ 4.186,51, por morador, ou seja, uma renda média 14 vezes maior do que os ganhos em Tanguá.

RENDA MÉDIA 

  • 92ª – R$ 259,63 – Japeri
  • 91ª – R$ 292,57 – Tanguá
  • 90ª – R$ 314,32 – São Francisco de Itabapoana
  • 89ª – R$ 321,31 – Sumidouro
  • 88ª – R$ 353,22 – Varre-Sai
  • 87ª – R$ 379,62 – Belford Roxo
  • 6ª – R$ 1.390,47 – Volta Redonda
  • 5ª – R$ 1.431,36 – Teresópolis
  • 4ª – R$ 1.492,37 – Petrópolis
  • 3ª – R$ 1.584,43 – Macaé
  • 2ª – R$ 2.898,46 – Rio de Janeiro
  • 1ª – R$ 4.186,51 – Niterói

 

 

Fonte: Informe Notícias RJ