Trio de ataque do Flamengo tem mais da metade dos gols da equipe nos últimos três anos

Os números não mentem, o trio fantástico vem somando gols a cada jogo. Somados, Gabigol, Bruno Henrique e Arrascaeta têm mais da metade dos gols marcados pelo Flamengo nos últimos três anos. Das 381 bolas na rede, o trio guardou 202, e ultrapassou as duas centenas na goleada sobre o Olímpia, que classificou o clube para as semifinais da Libertadores novamente.

O simbolismo da marca ilustra a importância das principais contratações da equipe desde 2019. Juntos, os jogadores custaram aos cofres do clube R$ 197 milhões. E fazem valer cada real investido ano após ano, com vitórias, títulos e um futebol bonito de se ver. Que sustenta a hegemonia do futebol brasileiro e sul-americano nas recentes temporadas.

Com 94 gols, a seis de chegar ao valor centenário pelo Flamengo, Gabigol já é o quarto atacante brasileiro na lista dos maiores artilheiros da Libertadores. Dos 22 gol marcados, apenas um foi pelo Santos. Na atual edição, chegou a dez, superando os nove de 2019.

As goleadas sobre o Olímpia também fizeram o Flamengo chegar às semifinais da Libertadores com o ataque mais positivo da competição. Depois de uma primeira fase em que terminou com a terceira melhor campanha nesse quesito, o clube deixou para trás Palmeiras e Atlético-MG.

Foram 14 gols na fase de grupos, em que terminou com 12 pontos em seis jogos, e outros 14 gols em mais quatro partidas, somadas oitavas e quartas de final. Justamnte sob o comando do técnico Renato Gaúcho.

O Palmeiras havia feito a melhor campanha na fase de grupos em termos de gols. Foram 20 em seis jogos, terminando com 15 pontos. No entanto, marcou apenas duas vezes nas oitavas e quatro nas quartas de finais, totalizando 26. O Atlético-MG, dono da maior pontuação da fase de grupos, com 16 pontos, balançou as redes 15 vezes na ocasião. Em seguida, passou zerado nas oitavas, e fez 4 gols nas quartas de final, totalizando 19.

 

CONFIRA OS NÚMEROS DO TRIO

Arrascaeta

2019: 52 jogos / 18 gols

2020: 50 jogos / 12 gols

2021: 26 jogos / 9 gols

128jogos/39gols

 

Gabigol

2019: 59 jogos / 43 gols

2020: 43 jogos / 27 gols

2021: 24 jogos / 24 gols

126jogos/94gols

 

Bruno Henrique

2019: 62 jogos / 35 gols

2020: 53 jogos / 21 gols

2021: 31 jogos / 13 gols

146jogos/69gols

 

 

 

Fonte: Jornal Extra