Presos fazem festa dentro de cadeia de São Gonçalo (veja vídeo)

Um vídeo  mostra pelo menos três presos da Cadeia Pública Tiago Teles de Castro Domingues, em São Gonçalo, na Região Metropolitana do estado, fazendo uma festa em uma das celas do presídio. De acordo com um funcionário do local, o vídeo foi gravado há cerca de 10 dias.
As imagens mostram os internos ouvindo música, com pelo menos dois deles bebendo um líquido que se assemelha à cerveja.
O funcionário contou à reportagem que os presos filmados são tratados com regalias pela direção do presídio.
“São todos chamados ‘presos de confiança’. Eles trabalham na cadeia, ficam com as celas abertas e constantemente fazem uso de drogas, bebidas e celular”, revela o agente.
O servidor conta ainda que a pandemia do novo coronavírus (covid-19) fez com que as regras na cadeia ficassem mais flexíveis.
“Com a pandemia não tem fiscalização, aí tudo acontece”, afirma. “Esses presos têm celas melhores e muitos pagam para ficar nelas. Tudo sobre a conivência da direção e chefia de segurança”.
Foi na Cadeia Pública Tiago Teles de Castro Domingues que o jogador de futebol Diego Souza, atualmente no Grêmio, entrou, em maio do ano passado, para visitar um amigo. O meia teria tido a ajuda do então diretor Thiago Frederico Martins de Oliveira para acessar o local. Thiago Frederico foi exonerado do cargo após o episódio.

PRESOS TRANSFERIDOS

Procurada pela reportagem sobre o vídeo gravado no início do mês, a Secretaria estadual de Administração Penitenciária (Seap) disse, em nota, que identificou três presos que aparecem nas imagens e que eles foram transferidos para a penitenciária de segurança máxima Laércio da Costa Pelegrino (Bangu 1)
A Secretaria de Estado de Administração Penitenciária esclarece que, ao tomar conhecimento do fato, iniciou um procedimento de apuração para verificar a data aproximada em que o vídeo feito e identificou três presos que participaram da ação. Os três envolvidos na gravação realizada no Presídio ISAP Tiago Teles de Castro Domingues, em São Gonçalo, foram transferidos, preventivamente, para a Penitenciária de segurança máxima Laércio da Costa Pelegrino (Bangu 1), e responderão a um processo de transgressão disciplinar. Além disso, foi realizada uma vistoria na cela dos presos onde foi encontrado um aparelho celular.

Ressaltamos que a unidade prisional instaurou uma sindicância para apurar os fatos e verificar se houve alguma falha de procedimento para que ocorresse o ingresso do material irregular encontrado.

A Seap destaca que não compactua com qualquer tipo de irregularidade e vai intensificar, ainda mais, as ações de repressão que estão acontecendo para combater a entrada de materiais ilícitos nas unidades prisionais.

Fonte, foto e vídeo: Jornal O Dia

Marinha abre investigação contra militar acusado de tráfico de bebês, em Iguaba Grande

A Marinha do Brasil instaurou procedimento administrativo interno para investigar a conduta do militar acusado de aliciar jovens grávidas e oferecer dinheiro para comprar os bebês. Há suspeita de que ele integre uma rede de tráfico de crianças.

O caso teve início quando o pai de um bebê do DF procurou a polícia para denunciar que a companheira negociava o filho, ainda na barriga. As tratativas eram feitas com um casal do Rio de Janeiro. A PCDF descobriu que os suspeitos, moradores de Iguaba Grande, compraram passagens de avião para a gestante e mantinham contato frequente com a jovem. A mulher chegou a passar um mês na residência dos investigados.

Na capital federal, o inquérito foi instaurado pela 6ª Delegacia de Polícia (Paranoá). Os agentes cumpriram mandados de busca e apreensão na casa do oficial supostamente envolvido na denúncia.

O processo foi remetido à Justiça, que determinou o uso de tornozeleira eletrônica para a mulher, grávida de cinco meses. Nas buscas realizadas na manhã desta terça feira (15), outras crianças foram localizadas no Rio de Janeiro. Entre elas, um bebê de 2 meses.

Os menores estavam registrados em nome do militar, identificado como Vitor Hugo. A mulher do suspeito também estava no local e presta esclarecimentos à polícia. Segundo ela, o marido tinha relacionamentos extraconjugais e acabava cuidando das crianças.

Os investigadores apreenderam documentos, computadores e celulares. Há indícios de que os suspeitos aliciavam as mães por meio de um site de “adoção”. Quando o casal descobriu que era alvo de diligência policial, mudou as páginas na web, transformando-as em site de adoção de animais. Ambos são proprietários de um canil e de pet shop.

Em nota, a Marinha afirmou que “prestará toda a cooperação aos órgãos envolvidos na investigação” e disse “repudiar condutas e atos ilegais que atentem contra a vida, a hora e os princípios militares”.

 

Ações gratuitas para estimular o aquecimento do comércio no Dia das Crianças

O Dia das Crianças, comemorado em 12 de outubro, está chegando. Para preparar o setor de comércio varejista para mais uma data importante e fortalecer a economia do estado, a partir desta segunda-feira (21), o Sebrae Rio e o Sistema Fecomércio RJ elaboraram soluções criativas e promocionais para incentivar o consumo, atrair novos clientes, produzir campanhas apropriadas para as redes sociais, estruturar um planejamento dos pequenos negócios e oportunizar um aumento de receita para o empresário fluminense.

Na média, os pequenos negócios estão operando com um faturamento 50% menor do que o período pré-crise. Para reaquecer as vendas prejudicadas pela pandemia do novo coronavírus, entre os dias 21 e 25 de setembro, o empresário poderá participar de 11 talks online e gratuitos, com conteúdo dinâmico e prático. As inscrições estão abertas e podem ser feitas no site do Sebrae Rio.

“Essa é a quarta data comemorativa que impulsionamos o comércio varejista. A novidade dessa imersão digital é que nós ouvimos as principais dúvidas do empresariado fluminense. Todo o conteúdo foi elaborado para atender essa expectativa. Em recente pesquisa do Sebrae, 78% dos municípios do estado já estão em processo de reabertura. Por conta disso, o empresário precisa inovar o processo de gestão, com estratégias assertivas com foco em atrair novos clientes e no aumento de receita”, reforça Mariangela Rosseto, coordenadora do Comércio e Serviços do Sebrae Rio.

“O Dia das Crianças é uma data importante para o varejo e traz esperança e otimismo para os comerciantes. Uma pesquisa realizada recentemente pelo IFec RJ com empresários mostrou que 38,1% esperam algum aumento na demanda nos próximos três meses. Ou seja, a data é uma grande oportunidade para ajudar o setor a se recuperar. Precisamos estimular o consumo nos pequenos negócios para ajudar o comércio de bens e serviços a se recompor e recuperar o fôlego através do aumento de vendas”, ressalta Antonio Florencio de Queiroz Junior, presidente do Sistema Fecomércio RJ.

Durante a crise, muitas empresas do comércio varejista adotaram controles financeiros mais rígidos e adaptaram seu planejamento empresarial para continuar em atividade. Segundo empresários ouvidos pelo Sebrae, já existe uma percepção em relação aos novos hábitos de consumo dos clientes e também na necessidade de adaptar a operação dos seus negócios como um modelo híbrido (espaço físico e digital). Algumas medidas adotadas no período serão permanentes ou aplicadas a longo prazo como o uso dos canais digitais, marketing digital, sistema de delivery, redução de estrutura, revisão do mix de produtos e gestão do capital de giro.

Das lições aprendidas, algumas medidas foram bem-sucedidas como investimento em produtos de necessidades urgentes, cuidado com a higienização do estabelecimento, gestão de compras, controles financeiros e fluxo de Caixa, compras e vendas pelo WhatsApp e atendimento virtual e/ou agendado. Em contrapartida, outras ações não foram avaliadas de forma positiva como paralisação nas entregas, vendas online em marketplaces e melhor organização da empresa.

Programação Sebrae Rio

Dia 21 de setembro

16h – O universo infantil e o consumo consciente

19h – Como usar microinfluenciadores digitais na divulgação de marcas infantis?

19h – Neurovendas para pequenos negócios

Dia 22 de setembro

16h – Como vender para o Dia das Crianças se o seu público não é infantil?

19h – Dias das Crianças: como encantar as crianças e atrair a atenção dos compradores

Dia 23 de setembro

16h – Do virtual ao presencial: estratégias para o Dia das Crianças

19h – Utilize o Instagram para engajar a venda no Dia das Crianças

24 de setembro

16h – Como usar técnicas de neuromarketing para divulgar melhor e atrair mais clientes?

19h – Peças e kits promocionais: como utilizá-los com mais assertividade?

25 de setembro

16h – Impulsione a sua marca com Instagram e TikTok

19h – Como o clubinho de ofertas pode ajudar a aumentar as vendas do Dia das Crianças

Barreira sanitária será mais rígida na praia de Itaipu

A Prefeitura de Niterói informou que a partir desta sexta-feira (18), serão implantadas barreiras mais rígidas nos acessos à Praia de Itaipu, na Região Oceânica. Nos fins de semana, os ônibus que fazem ponto final na praia, terão seus itinerários alterados e terminarão a viagem no trevo próximo ao Corpo de Bombeiros, na entrada do Engenho do Mato.

As atividades físicas individuais estão permitidas nas praias de Niterói das 6h às 12h30 e das 16h às 22h, com o cumprimento das medidas de distanciamento e uso de máscaras.

“De uma maneira geral, os niteroienses têm colaborado, usando máscaras, cumprindo o distanciamento e as medidas sanitárias. Infelizmente, não temos visto o cumprimento dos protocolos para prevenção do novo coronavírus na praia de Itaipu e por isso, a partir de amanhã [sexta], nós vamos ter o maior controle no acesso à praia. Não podemos permitir que aconteçam em Niterói cenas de aglomeração que estão acontecendo em outras cidades. Temos que manter o controle da pandemia e, ao mesmo tempo, retomar as atividades que são importantes para a vida das pessoas”, reforçou o prefeito Rodrigo Neves.

Fonte: Jornal O Fluminense

Prosseguimento do processo de impeachment de Witzel é publicado no Diário Oficial

O Projeto de Resolução que dá prosseguimento ao processo de impeachment movido contra o governador afastado Wilzon Witzel foi publicado no Diário Oficial desta sexta-feira (18).

Na última quinta-feira (17), a Comissão Especial da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) que analisou o pedido de impeachment aprovou, por unanimidade (foram 24 votos favoráveis), relatório pela admissibilidade da denúncia e a consequente autorização para prosseguimento do processo pela prática de crime de responsabilidade.

A denúncia é baseada em supostos desvios financeiros cometidos por Witzel na área da Saúde, sobretudo junto a Organizações Sociais de Saúde (OSs) e na construção de hospitais de campanha para combate à pandemia do coronavírus.

Caso dois terços dos parlamentares (o equivalente a 47 deputados) votem favoráveis ao impeachment, a denúncia será encaminhada ao Tribunal de Justiça do Estado do Rio (TJRJ) e Witzel será afastado por 180 dias após a formação de um tribunal misto de julgamento – composto por cinco deputados e cinco desembargadores – que realizará o trâmite final do processo.

O relatório de 77 páginas, elaborado por Rodrigo Bacellar e lido na íntegra por ele durante a reunião, teve como base a denúncia de crime de responsabilidade por corrupção na área de Saúde protocolada, no dia 27 de maio, pelos deputados Luiz Paulo e Lucinha, ambos do PSDB. Para esclarecimento das denúncias, a comissão juntou documentos públicos da Secretaria de Estado de Saúde (SES) e do Ministério Público Federal (MPF), além de solicitar dados à Comissão Especial da Alerj que acompanha a situação fiscal do estado durante a pandemia de coronavírus, e analisar a defesa de Wilson Witzel entregue à comissão no dia 2 de setembro.

Os advogados de Witzel enviaram a defesa com uma petição de 40 páginas e mais de 400 folhas de documentos anexos no dia 2 de setembro. Os advogados afirmam que as denúncias seriam “especulativas, baseadas em matérias jornalísticas espetaculosas”. Os advogados também criticam o inquérito aberto no Superior Tribunal de Justiça (STJ) contra Witzel, decorrente das investigações dos órgãos federais.

No entanto, os argumentos de defesa não convenceram o relator do processo de impeachment e nem os deputados da comissão da Alerj. Rodrigo Bacellar afirmou, em seu relatório, que ao abrir mão de mecanismos de controle postos à disposição da administração para dar provimento a recurso contrário a todas as informações técnicas existentes, Witzel agiu dolosamente contra os interesses públicos e em benefício de interesses privados, o que, para o deputado, demonstra a justa causa para o prosseguimento do processo de impeachment. O parlamentar também indeferiu, em seu relatório, a produção de novas provas solicitadas pela defesa e ressaltou que a colheita de novas evidências deve ser feita na próxima etapa processual – no caso, a comissão mista a ser estabelecida pelo TJRJ.