Suspeito de tráfico de drogas é preso em flagrante no Rio Vermelho em Rio Bonito

Um homem suspeito de integrar o tráfico de drogas foi preso em flagrante no bairro Rio Vermelho, em Rio Bonito, na última segunda-feira (7). Lorran Gomes Pereira, conhecido como “Cocozão”, seria ligado a facção criminosa Comando Vermelho. Na ação, um menor também foi apreendido.

Com o suspeito, foram apreendidos R$ 130 em espécie e drogas. Segundo a polícia, agentes da 119ª DP (Rio Bonito) se deslocaram até o bairro após receber denúncias de que traficantes que atuam no Rio Vermelho estariam escondendo drogas atrás de uma igreja. Após realizarem buscas no local e não encontrarem nada, os agentes avistaram dois homens que fugiram ao ver os policiais.

A dupla foi detida, e conduzida para a sede da 119ª, no Centro de Rio Bonito. Lá, foram identificados como Lorran Gomes Pereira. O segundo indivíduo, um menor de idade, também foi identificado e liberado após prestar depoimento. Lorran foi autuado em flagrante por tráfico de drogas.

Homem é preso acusado de assediar mulher no ônibus em Saquarema

Um homem foi preso no último sábado (12) em Saquarema após ser acusado de ter assediado sexualmente uma passageira dentro de um ônibus que fazia o trajeto na cidade. O acusado foi denunciado pelo motorista do coletivo.

Segundo a vítima, ele teria passado a mão pelas coxas da mulher, além de tê-la beijado sem consentimento. O ônibus foi abordado por policiais na altura do distrito de Sampaio Correia. O homem recebeu voz de prisão da polícia após ser revistado.

Tanto a vitima quanto o acusado foram levados para a 118ª DP de Araruama. Lá, o homem foi indiciado por importunação sexual.

Mulher suspeita de integrar tráfico de drogas é presa em Silva Jardim

Uma mulher foi presa na noite de ontem (13) em Silva Jardim suspeita de integrar o tráfico de drogas na localidade da Varginha. Ela foi detida com 222 pinos de cocaína, além de um tablete de maconha prensada.

A Polícia Militar chegou até a suspeita após receber denúncias de que membros do tráfico estariam atuando nos arredores do campo de futebol da Varginha. Dois suspeitos fugiram com a chegada dos agentes, mas a mulher acabou presa.

Em depoimento, a suspeita contou que os outros homens que fugiram são naturais de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, e que haviam chegado recentemente ao bairro. Ela foi encaminhada para a 120ª DP junto com as drogas e foi indiciada por tráfico de drogas.

 

Pensionista é encontrada morta no quintal de casa em Itaboraí; filha suspeita de ex-marido da vítima

Para a filha da pensionista Graciete Sanches, de 68 anos, que estava desaparecida desde o último dia 1º, e foi encontrada morta na tarde da última sexta-feira (11), no quintal de casa em Granjas Cabuçu, no distrito de Manilha, em Itaboraí, seu ex-marido é o principal suspeito da execução, já que o homem teria feito diversas ameaças antes do crime.

Segundo Daisy Sanches, o homem teria dormido nos cinco dias anteriores ao crime, em frente à casa da vítima e, logo após o desaparecimento, fugiu e não fez mais contato com ela e nem com os filhos de outro relacionamento. Desde descoberta do crime, Daisy se mudou e está com medo de que o ex-companheiro cumpra a promessa de lhe matar. Nas redes sociais ela desabafou.

“Amigos, venho agradecer a cada um de vocês que incansavelmente compartilharam a foto da minha mãe para ser encontrada. Não deu certo, porque um desgraçado do inferno tirou a vida da minha mãe cruelmente com o único intuito de se vingar de mim, tirar o meu chão, e me fazer sentir culpada para o resto da minha vida. Infelizmente a nossa justiça é falha e nem com todos os índices, esse monstro ficou preso”, escreveu Daisy, nas redes sociais.

O enterro da idosa será realizado amanhã (15), e vai acontecer sem certidão de óbito, já que ainda aguardam  o resultado do exame de DNA. Em nota, a Polícia Civil informou que as diligências seguem em andamento para apurar a autoria e materialidade do fato.

O caso – Graciete teria saído de casa para ir a uma igreja evangélica em Del Castilho, na Zona Norte do Rio. A pensionista morava no local com a filha e o neto.

A última vez em que a idosa teria sido vista, foi quando seguia para o ponto de ônibus sentido Rio.

Fonte: O São Gonçalo 

Suspeito de assassinar ex-namorada grávida tenta se matar na cadeia

De acordo com a Polícia Civil, o motorista de aplicativo preso após confessar ter assassinado a ex-companheira grávida de quatro meses em Niterói tentou se enforcar na cela onde está preso temporariamente, na sede da Delegacia de Homicídios de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí. O crime ocorreu na madrugada do último domingo (6) na Praia do Sossego. A vítima, a universitária Júlia Inez Rodrigues, de 21 anos, foi morta com golpes de madeira na cabeça.

Segundo a polícia, o homem teria utilizado uma camiseta para se pendurar na cela, porém, a peça acabou se rasgando. Ele foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) para realização de exame de corpo de delito e, em seguida, para o Hospital Estadual Azevedo Lima (Heal), no Fonseca, em Niterói, onde foi constatado que ele passava bem. O motorista de aplicativo já retornou para a delegacia. Agentes retiraram do local materiais que poderiam ser utilizados pelo suspeito para tentar tirar a própria vida.

O homem, que não teve a identidade divulgada, foi preso na última terça-feira (8) quando levava um cliente até o Rio de Janeiro. Ele chegou a negar o crime, mas acabou confessando após a polícia apresentar contradições em seus argumentos. O suspeito teria alegado arrependimento e que agiu ‘em momento de desespero’, já que, segundo ele, assumir o relacionamento com Júlia e o filho que ela esperava lhe impediriam de reatar um outro relacionamento. O homem possui uma filha de outro casamento.