Autor da regra para patinete pede o veto total da nova lei

O deputado Alexandre Knoploch, autor de um dos projetos aprovados pela Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) que regulamenta o uso de patinetes elétricos nas ruas do Rio de Janeiro, pediu que o governador vete a lei. A justificativa é a repercussão negativa da proposta.

As empresas operadoras de patinetes também reagiram à medida. Em nota conjunta, as empresas criticam a velocidade de 20 km/h com que a proposta foi aprovada, sem qualquer audiência pública. As exigências aprovadas pela Alerj incluem a obrigatoriedade de seguro pessoal contra acidentes no valor de R$ 1.700,00, aprovação do condutor pelo Detran, por meio de testes para quem não possui CNH e uso de capacete.

As empresas reclamam: “Os projetos trazem restrições nunca antes vistas em outras cidades do mundo, dificultando a inserção de um modal acessível, não poluente e popular no Estado do Rio de Janeiro. Ainda que com boas intenções, em verdade o projeto termina por afastar novos usuários de micromobilidade e investimentos no país.

Em ofício ao governador, Knoploch alega que a “sociedade não compreendeu a iniciativa como oportuna” e pede o veto total da lei de sua autoria em parceria com o deputado Gustavo Schimidt (PSL).