O que saber antes de visitar a RioStar, nova roda-gigante do Rio de Janeiro inspirada em atração de Londres

A mais nova atração turística do Rio de Janeiro, a roda-gigante RioStar, começou a funcionar nesta sexta-feira (6). O brinquedo tem 88 metros de altura, equivalente a um prédio de 25 andares, e teve cinco mil ingressos vendidos para o primeiro final de semana de funcionamento. Os ingressos podem ser adquiridos no site da RioStar, com valor promocional de R$ 49 que vale até o próximo dia 19 de dezembro.

A roda-gigante conta com 54 cabines, que comportam até oito pessoas, girando a 1 km/h. O brinquedo, maior da América Latina e um dos maiores do mundo, é formado por 600 toneladas de aço produzidos na China. Confira abaixo informações que vão ajudar na hora do planejamento para conhecer a nova atração, que fica no Porto Maravilha, Zona Portuária do Rio de Janeiro, ao lado do AquaRio e com vista para cartões postais da cidade como o Maracanã, o Morro da Providência, Cristo Redentor e o Pão de Açúcar, a Ponte Rio-Niterói e a baía de Guanabara e a Cidade do Samba.

Tempo de volta

Com a velocidade de 1 km/h, o tempo de volta varia entre 18 e 20 minutos. Como a cabine comporta até oito pessoas, possuindo também ar-condicionado, é recomendado ir acompanhado para aproveitar o passeio, as companhias e a paisagem.

Passeio noturno na RioStar (Foto: Marcia Foletto / Agência O Globo)

Transporte

A RioStar indica a garagem do edifício AQWA Corporate, localizado na Via Binário do Porto, 299, para o turista que desejar ir de carro. Outra forma rápida de chegar é utilizado o VLT, o veículo leve sobre trilhos, descendo na estação Cidade do Samba. Importante lembrar que só é possível embarcar no VLT utilizando algum tipo de cartão de vale-transporte, como RioCard mais.

A vista

Lá de cima, será possível ver pontos marcantes da cidade do Rio, como o Maracanã, o Morro da Providência, Cristo Redentor e o Pão de Açúcar, a Ponte Rio-Niterói e a baía de Guanabara e a Cidade do Samba, além da paisagem urbana do município. É recomendável levar um binóculos, que pode ser alugado por R$ 10 no momento da compra do ingresso.

Emergência

Todas as cabines possuem um botão de emergência, contando também com equipes de atendimento para casos de necessidade. O serviço também disponibiliza atendimento psicológico emergencial, em caso de uma crise de pânico, e possibilita desembarque de extrema urgência; nesse caso, a roda pode girar em sentido anti-horário ou girar mais rápido. As 54 gôndolas são estáveis, e também podem ser giradas manualmente caso as duas fontes de energia da concessionária Light e o gerador falhem. A Rio-Star está preparada para suportar ventanias, mas pelo conforto dos seguranças, ela pode ser fechada quando os ventos estiverem acima de 54 km/h.

Ingressos e facilidades

Até 19 de dezembro, o ingresso da Rio-Star vai custar R$ 49 pela internet (sendo mais caro nas bilheterias da roda-gigante, custando R$ 59). A entrada é válida por até sete dias, mas só pode ser utilizada uma única vez. O cliente pode selecionar o dia que pretende visitar a roda-gigante na ocasião da compra do ingresso. Não é necessário agendar um horário. A Rio-Star funcionará das 10h às 18h diariamente.

Cabines comportam até oito pessoas (Foto: Marcia Foletto / Agência O Globo)

Com R$ 290 também é possível reservar uma cabine privada, podendo decorar e levar comida e bebida, sugestão para quem procura por um momento a dois com uma vista de tirar o fôlego do Rio de Janeiro.

A Rio-Star também oferece alimentação em uma cafeteria, não sendo necessário utilizar a roda-gigante para comprar. Também será possível comprar lembranças do passeio em uma loja de presentes que conta com camisetas, canecas e canetas com a marca da Rio-Star. Os preços estão a partir de R$ 15.