RJ-106 é bloqueada por duas em protesto contra possível morte de morador

Um grupo de cerca de 100 pessoas interditou a Rodovia Amaral Peixoto (RJ-106), na altura do Rio do Ouro, em São Gonçalo, na manhã desta segunda-feira (13), por quase duas horas. O protesto teve como motivação uma morte ocorrida na madrugada do domingo (12) para a segunda, de um morador da Comunidade da Linha, que fica às margens da rodovia. A pista foi bloqueada com pneus e detritos, que foram incendiados pelos manifestantes. Segundo informações, por volta das 3h da manhã, homens que trajavam toucas ninjas invadiram a comunidade, pulando um muro e disparando contra moradores que estariam em um bar. Um outro morador também teria sido executado a tiros.

O homem que acabou morto na madrugada da segunda-feira foi identificado como Fábio Almeida Alves. Ele tinha 32 anos, e teria sido arrastado através de uma escadaria até sua própria casa, onde foi baleado e morto. De acordo com moradores, que não se identificaram, após ser atingido pelos disparos, Fábio foi novamente arrastado pela escada e levado para um hospital da região, onde já teria dado entrada sem vida. Moradores da comunidade afirmam, ainda, que a vítima trabalhava como pedreiro, e deixou uma filha de quatro anos após perder a mulher, recentemente.

Devido ao bloqueio da via, o trânsito na RJ-106 chegou a quase dez quilômetros. A Polícia ainda não se pronunciou sobre o caso.