Milícia continuou atuando em Itaboraí após Operação Salvator; suspeitos de extorquir comerciantes foram presos nesta sexta

Mesmo após a Operação Salvator, promovida na última semana pela Polícia Civil do Rio em Itaboraí, os grupos paramilitares continuaram atuando na cidade. Na manhã desta sexta-feira (12), dois suspeitos de integrarem a milícia e de extorquirem comerciantes no Centro de Itaboraí foram presos.

A operação foi realizada com objetivo de cumprir mandados de prisão e de busca e apreensão para coibir a milícia no município, mas segundo comerciantes, as extorsões não pararam mesmo após a realização da ação, que culminou com a prisão de mais de 40 pessoas ligadas a Orlando Oliveira de Araújo, conhecido como Orlando Curicica. Lucas Mendonça e Igor “Panda” eram procurados pela polícia.

Eles não ofereceram resistência ao receberem voz de prisão. Lucas possui passagem por tortura e organização criminosa, e será indiciado por extorsão. Já Panda deve responder por extorsão e organização criminosa.