Anthony e Rosinha Garotinho são soltos; casal vai responder à processos em liberdade

Anthony Garotinho e Rosinha Garotinho foram soltos pela Justiça na manhã de hoje (4). A decisão foi do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, determinada com urgência pelo desembargador Siro Darlan de Oliveira, através do Plantão Judiciário. Eles devem responder ao processo em liberdade.

Eles foram presos na manhã de ontem (3), sob suspeita de terem participado de um esquema de superfaturamento em contratos de construção feitos pela Prefeitura de Campos dos Goytacazes com a empreiteira Odebrecht.

Apesar de terem deixado a prisão, eles não podem entrar em contato com outros réus e também não podem deixar o país sem autorização da justiça, além de terem que comparecer em juízo mensalmente para comprovar residência.

O processo em que o casal está envolvido trata de construção de casas populares dos programas habitacionais Morar Feliz I e II, realizados entre 2009 e 2016 na época em Rosinha foi prefeita de Campos. Cerca de R$ 60 milhões foram desviados dos cofres públicos.