PRF apreende mais de R$ 1 milhão em esmeraldas na Rodovia Presidente Dutra

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu mais de R$ 1 milhão em esmeraldas. As joias estavam na bolsa de um passageiro de um ônibus que seguia para o Rio de Janeiro. O flagrante aconteceu na Rodovia Presidente Dutra (BR-116), em Piraí, Centro Sul Fluminense, na manhã de terça-feira (21).

Equipes do Grupo de Operações com Cães (GOC/RJ) do Núcleo de Operações Especiais (NOE/RJ) faziam uma blitz para coibir a entrada de armas e drogas no estado. Após abordarem o ônibus, que fazia a linha Curitiba (PR) – Rio de Janeiro (RJ), os policiais desconfiaram de um passageiro e resolveram fazer uma revista.

Foram encontradas 2.166 pedras preciosas, todas dentro da bolsa de mão do suspeito. Ao ser questionado, ele apresentou uma nota fiscal com indícios de falsificação. O homem disse ser representante de um joalheiro de Governador Valadares (MG). Ele contou ainda que estaria levando as esmeraldas para a capital fluminense, mas não quis dar mais informações.

A ocorrência foi encaminhada à Receita Estadual.

PRF registra diminuição de 20% em mortes nas estradas no feriadão

Houve uma diminuição em 20% das mortes em acidentes ocorridos nas estradas federais durante a Operação da Semana Santa que aconteceu da última quinta-feira (18) até o domingo (21). É o que foi divulgado nesta segunda-feira (22) no balanço feito pelos agentes da Polícia Rodoviária Federal. O objetivo da operação era coibir ações proibidas no trânsito e a criminalidade.

Durante os quatro dias de operação, a polícia registrou somente uma morte na altura do km 252, da BR-101, no município de Belford Roxo, e 50 acidentes nas rodovias federais. Esses acidentes também representam uma diminuição se for comparado aos 54 acidentes no mesmo período de 2018.

Ao todo, foram fiscalizados 2.518 veículos, sendo 39 autuados por alcoolemia, 151 porque o condutor não usava cinto de segurança, 178 porque o passageiro não usava cinto de segurança, em 44 veículos crianças menores de 7 anos estavam fora da cadeirinha, 413 foram autuados por ultrapassagens proibidas.

200 mil litros de combustível adulterado são apreendidos pela PRF em Magé

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu no último sábado (20) 200 mil litros de gasolina e de álcool adulterados em quatro carretas na BR-116, em Magé. O combustível seria vendido em postos de São Gonçalo, Niterói e da Baixada Fluminense.

Os agentes suspeitaram de um dos motoristas abordados e perceberam que as notas fiscais eram adulteradas. Os policiais abordaram outras três carretas, constatando o mesmo quadro.

As carretas foram apreendidas e levadas para a Unidade Operacional da PRF, no posto em Bongaba. A análise dos combustíveis será feita pela Secretaria Estadual de Fazenda.

 

Policiais rodoviários federais apreendem na Niterói-Manilha carro roubado há 18 anos em SP

Na madrugada de ontem (31), policiais rodoviários federais recuperaram um carro que foi roubado há quase 19 anos, em São Paulo. Agentes do Grupo de Patrulhamento Tático (GPT) abordaram o veículo na Niterói-Manilha (BR-101), em São Gonçalo, após suspeitar do motorista. Um homem foi preso por suspeita de receptação.

O crime teria ocorrido em São Paulo, capital, no dia 20 de julho de 2000. Questionado, o motorista que conduzia o veículo afirmou ter adquirido o carro há três anos em Itaipuaçu, Maricá, porém, os policiais identificaram adulterações no veículo e confirmaram que o automóvel havia sido roubado.

O caso foi encaminhado para a Polícia Civil.

Veículo da prefeitura de São Gonçalo é apreendido, na ponte, com diversas irregularidades

Um veículo oficial da Prefeitura de São Gonçalo foi apreendido pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), na manhã desta terça-feira (26), em uma blitz na Ponte Rio-Niterói (BR-101), em Niterói. Foram encontradas diversas irregularidades e o automóvel não possuía condições de segurança para trafegar.

Policiais rodoviários federais do Grupo de Fiscalização de Trânsito (GFT) abordavam suspeitos quando desconfiaram da atitude do motorista de uma van. Na abordagem, foi constatado que o licenciamento estava vencido há quase cinco anos e todos os pneus estavam completamente ‘carecas’. Além disso, o para brisas possuía várias rachaduras.

Em uma consulta aos sistemas, os policiais ainda verificaram que havia 106 multas aplicadas pela PRF. Todas não pagas e relacionadas ao veículo, de propriedade da prefeitura de São Gonçalo. Ao ser questionado, o motorista disse que é apenas funcionário e tinha que trabalhar nessas condições.

A van foi removida para o Pátio Rodando Legal, em Santa Luzia, São Gonçalo.