Silva Jardim: Produtora rural morre por complicações da Covid-19

Ana Beatriz Lima Cordeiro, produtora rural de Silva Jardim, de 53 anos, morreu na noite dessa terça-feira (13), devido a complicações causadas pela Covid-19.

Segundo a família, Ana Beatriz havia sido diagnosticada com leucemia e estava internada desde o último dia 26 de março, em um hospital na capital do Rio, onde também teria sido infectada pelo novo coronavírus, e acabou não resistindo, devido ao agravamento da doença.

Ana, era apaixonada pela natureza e proprietária de duas Reservas Particulares do Patrimônio Natural (RPPNs), na localidade de Imbaú. Ela foi secretária municipal de Turismo e atuava como parceira da Associação Mico-leão-durado (AMLD), produzindo mudas nativas da Mata Atlântica para projetos de restauração florestal. A AMLD divulgou uma nota lamentando a morte da produtora rural.

“A conservação da natureza perde uma grande aliada. […] Todos os micos hoje estão tristes mas vão se inspirar na alegria e na força da Ana Beatriz para continuar resistindo e inspirando as pessoas para viver em um mundo diferente e mais generoso. A equipe da AMLD, o conselho e os sócios enviamos nosso abraço apertando ao Ayrton, sua mãe D. Berli, seus filhos e toda a família Cordeiro. Obrigado por tudo, especialmente por sua generosidade sem tamanho, Ana querida!”, diz um trecho da nota.

 

Fonte: informerj

Silva Jardim: Câmara aprova projeto de lei contra a pedofilia

Os vereadores da Câmara de Silva Jardim, aprovaram um projeto de lei que proíbe que pessoas que tenham sido condenadas pelo crime de pedofilia ou outro abuso contra crianças e adolescentes, ocupem cargos comissionados no município. O projeto de lei de autoria do presidente interino da Câmara, Henrique Gouveia, foi aprovado por unanimidade, em sessão plenária, e encaminhado para que o poder Executivo sancione.

“O poder público precisa ser pautado na qualidade do serviço oferecido e também pelo caráter de quem se dispõe a trabalhar pelo povo. Então, qualquer pessoa que já tenha violentado uma criança não é digna de ocupar uma função no serviço público municipal. É dever de cada um de nós, político, ou não, cuidar do bem estar das crianças de Silva Jardim”, destacou o vereador Henrique Gouveia.

Fonte: informerj 

Triplo homicídio em Silva Jardim

Hoje, 12 de Abril de 2021 em Silva Jardim, interior do RJ, 3 pessoas cujo os nomes ainda não foram informados, foram mortas a tiros no bairro da Fazenda Brasil na rua Pedro Pereira Garcia nesta manhã. De acordo com a Polícia que está cuidando do caso, uma das vítimas é uma adolescente de 15 anos que estaria grávida.

A Polícia Civil fez a perícia técnica e investiga o que teria motivado o triplo homicídio. Os corpos ainda permanecem no local, aguardando a remoção para o Instituto Médico Legal (IML). Ainda não há informações sobre as circunstâncias do crime. Até o momento, nenhum suspeito foi preso. O caso foi registrado na 120ª Delegacia Polícia.

 

 

Fonte: informerj

Silva Jardim: Idosa morre após 11 dias esperando por transferência

Uma idosa de 89 anos, que estava internada na UPA de Silva Jardim, no interior do Rio, morreu nesta quarta-feira (24), após 11 dias aguardando por uma transferência para uma unidade de saúde que houvesse Centro de Terapia Intensiva (CTI). Segundo a família, a aposentada Imperalina de Oliveira Silva havia dado entrada na unidade no último sábado (13), após sofrer um Acidente Vascular Cerebral (AVC) hemorrágico.

A filha, Deisyanne Silva, conta que dona Imperalina, que era moradora da localidade da Batalha, área rural do município, estava respirando com a ajuda de aparelhos. A causa da morte ainda não foi esclarecida pela família.

“Eles [profissionais da UPA] falavam que não estavam conseguindo transferência, porque devido à pandemia estava faltando vaga em CTI, mas vejo que eles também não se esforçaram muito pra conseguir essa transferência. E aí, infelizmente, minha mãe acabou perdendo a vida”, desabafou Deisyanne, de 31 anos.

Segundo a família, o enterro será nesta quarta, no Cemitério Municipal de Silva Jardim, ainda sem horário definido. Dona Imperalina era viúva, deixa oito filhos e vários netos.

A reportagem entrou em contato com a Prefeitura de Silva Jardim, para saber por que a idosa ainda não havia sido transferida, mas não obteve um posicionamento do município, até a última atualização desta reportagem.

 

 

 

Fonte: informerj

 

Cidade de Silva Jardim decreta lockdown noturno a partir de sábado

A Prefeitura de Silva Jardim, decretou lockdown noturno na cidade, a partir deste sábado 13 de Março, como medida para evitar o avanço da Covid-19, no município. Segundo o Decreto nº 2.280/2021, está proibida a circulação de pessoas pelas ruas da cidade e espaços públicos, 20h às 6h, além da realização de festas, como casamento e aniversários na cidade.

Ainda conforme o decreto, o comércio considerado não essencial, também sofreu alterações em seu funcionamento. De acordo com o documento, as novas medidas são válidas até o dia 31 de março, quando deverá ser feita uma nova análise do avanço da doença. Veja as novas regras:

Entre 20h e 6h, será proibido permanecer nas ruas, espaços públicos e praças;

Está proibida a realização de shows, eventos esportivos, feiras, eventos científicos, passeatas e afins;

Bares, lanchonetes e restaurantes só poderão funcionar entre 6h e 20h, com até 50% da capacidade;

O atendimento em restaurantes só deverá ser realizado, exclusivamente, através de serviço “à la carte”, não sendo permitido serviços do tipo buffet ou “self-service”. Após às 20h, somente poderão ser realizadas entregas de pedidos.

O atendimento em salões de beleza, estúdios de tatuagem, massagem e estética fica restrito a 30% da capacidade;

Serviços de saúde privado seguem com funcionamento sem restrições, desde que siga rigorosamente as regras de vigilância sanitária;

As igrejas e templos religiosos, desde que observados os critérios dispostos no Decreto nº 2218/2020, poderão funcionar apenas das 6h às 20h;

A Prefeitura informou que a fiscalização das medidas previstas será realizada pela Vigilância Sanitária e Guarda Municipal. Em caso de descumprimento das novas regras, serão aplicadas penalidades de multa, como: interdição temporária ou total da atividade e cassação de alvará de localização e funcionamento, previstas no decreto vigente.

Conforme o boletim divulgado nesta quinta (11) pela Prefeitura de Silva Jardim, a cidade registra mais de 1,7 mil casos confirmados da Covid-19, incluindo 20 mortes pela doença.

 

 

Fonte: informerj.com.br