Frentista morre baleado durante tiroteio em São Gonçalo

Um frentista morreu baleado durante um tiroteio entre policias militares e traficantes , na região da Palha Seca, Tribobó, em São Gonçalo na manhã de domingo (28).

Arilson Santiago tinha 21 anos de idade e ia ser pai em a poucos meses, ele estava a caminho do trabalho e ficou no meio do fogo cruzado.

Chorando muito, a mulher de Arilson disse que ele se despediu com um beijo antes de sair de casa.

Arilson Santiago tinha 21 anos e trabalhava como frentista — Foto: Reprodução/TV Globo

“Ele pediu ontem, falou pra mim (sic) nunca deixar ele e hoje aconteceu isso. De manhã me deu um beijo e deu um beijo na minha barriga, disse que me amava e amava a filha dele”, disse Tamyres de Araújo.

“Quando que isso vai acabar, meu Deus? Trabalhador morrendo, meu irmão tinha 21 anos. Ia fazer três meses agora que ele estava trabalhando. Quando isso vai acabar? Matando inocente. Não é bala perdida. Aí é bala achada”, falou a irmã, Ana Carolina Santiago.

Após a morte, moradores fizeram um protesto na RJ-106.

O pai de Arilson vai ao Instituto Médico Legal nesta segunda-feira (1º) para fazer a liberação do corpo. O enterro deve acontecer na parte da tarde.

A reportagem aguarda retorno das polícias Militar e Civil sobre o caso.

Fonte: g1.globo.com

Suspeito de estuprar o próprio sobrinho é preso em Silva Jardim

Um homem de 51 anos, que estava foragido da Justiça, foi preso nessa quinta-feira (26), suspeito de estuprar o próprio sobrinho, em Silva Jardim, no interior do Rio de Janeiro. De acordo com a Polícia Civil, o crime teria ocorrido no ano de 2012, e a vítima é sobrinha do agressor.

Ainda segundo a Polícia Civil, a Justiça decretou o mandado e prisão preventiva contra o homem, que foi localizado em um sítio na localidade de Bananeiras. O suspeito foi levado para a 120ª Delegacia Policial e indicado por estupro de vulnerável.

Se for condenado, o homem pode pegar entre oito e 15 anos de reclusão. A reportagem não conseguiu contato com a defesa do suspeito.

 

 

Fonte: informerj

Polícia Federal indicia Kassab por crimes eleitorais

A Polícia Federal indiciou, nesta segunda-feira, 22, o presidente nacional do PSD, Gilberto Kassab, seu irmão Renato Kassab e o ex-tesoureiro do partido Flávio Castelli Chuery pelos crimes de corrupção passiva, falsidade ideológica eleitoral, lavagem de dinheiro e associação criminosa.
O indiciamento marca a conclusão, pela corporação, de investigação da Operação Lava Jato aberta com base nas delações premiadas de executivos do Grupo J&F, entre eles o empresário Wesley Batista. Os crimes pelos quais os suspeitos foram indiciados, cujas penas variam de 3 a 12 anos de prisão, teriam sido cometidos entre 2010 e 2016 por meio do pagamento de propinas e doações eleitorais com contrapartida de apoio político. A PF informou que o inquérito e o relatório foram entregues à 1ª Zona Eleitoral de São Paulo para as providências cabíveis.
Defesa
A reportagem procurou a assessoria de imprensa de Kassab, mas não obteve retorno até o momento
Fonte: odia.com

Policiais de Boa Esperança prenderam o suposto líder do tráfico de drogas do Andaraí.

Agentes do Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv), prenderam na madrugada desta segunda feira (22), em Rio Bonito BRUNO GOMES RIBEIRO, vulgo Pidão, acusado de ser o líder do tráfico na Comunidade do Andaraí, município do Rio de Janeiro. O acusado tem 6 anotações criminais e teria fugido da cadeia e constava como evadido do sistema prisional.
Ocorrência
Os agentes abordaram um Chevrolet Onix, conduzido por um motorista de aplicativo (Uber/99) e que tinha como seu passageiro o acusado. Inicialmente, o passageiro do carro apresentou informações desencontradas com a finalidade de omitir sua verdadeira identidade. Diante da suspeita da equipe do BPRv, este foi conduzido à Delegacia Policial e lá foi constatado que o mesmo era o BRUNO GOMES RIBEIRO, vulgo Pidão, os agentes do BPRv deram voz de prisão ao criminoso, devolvendo-o ao sistema prisional para cumprimento de pena.

Homem ameaça matar a própria esposa e é preso em Silva Jardim

Um homem de 32 anos foi preso nessa quarta-feira (17), suspeito de ter ameaçado matar a própria esposa com golpes de faca e enxada, no bairro Cidade Nova, em Silva Jardim,  interior do Rio de Janeiro. Segundo a Polícia Civil, na delegacia, o homem confessou o crime.

De acordo com a Polícia Civil, os agentes localizaram o homem, em casa, depois que sua esposa foi até a 120º Delegacia Policial denunciar o caso. Em depoimento, a mulher afirmou que sofreu ameaças de morte, foi colocada para fora de casa com suas duas filhas pequenas, na frente de testemunhas.

As investigações revelaram ainda que o suspeito possui uma ficha criminal extensa, incluindo passagens por porte ilegal de armas, roubos, furtos, e ameaças. A reportagem não conseguiu contato com a defesa do preso.

 

Fonte: informerj