Programação do Cine Henfil tem temáticas voltadas para a inclusão

às
FOTO PARA SITE MODELO (16)

A Secretaria de Cultura preparou uma programação especial com temáticas voltadas para a inclusão no Cine Henfil para o último fim de semana de setembro (de 29/09 a 1º/10), com uma programação recheada de filmes leves e divertidos. Os ingressos são gratuitos e distribuídos na bilheteria antes do início dos filmes.

Nesta sexta-feira (29/09), o destaque será o filme “Stimados Autistas”, que contará com audiodescrição e legenda em libras, dirigido por Cristiano Oliveira, será exibido às 19h. No sábado (30/09), terá a exibição do filme ‘Fala Sério, Mãe!’, dirigido por Pedro Vasconcelos, às 15h, seguido de Do Luto à Luta, às 17h, e finalizando com  Colegas, às 19h. Já no domingo (1º/10), o filme Fala Sério, Mãe abre as sessões às 15h; Janela da Alma começará às 17h; e o filme Hoje eu quero voltar sozinho encerra a programação às 19h.

Sinopses:
Stimados Autistas
 (Documentário. Classificação 14 anos. Direção Cristiano Oliveira)-  Adultos autistas diagnosticados tardiamente falam com outro autista sobre como foi crescer sem o diagnóstico, como foi a busca por profissionais e sobre as adaptações feitas após descobrirem que são autistas.

Fala Sério, Mãe (Ficção/Comédia. Classificação 10 anos. Direção Pedro Vasconcelos)- Ângela Cristina (Ingrid Guimarães), mãe da adolescente Maria de Lourdes (Larissa Manoela), está tendo a experiência de guiar sua filha durante uma das fases mais complicadas da vida. Ela vive uma montanha-russa de emoções, com medos, frustrações e um caminhão de queixas para descarregar. Por outro lado, Malu, como prefere ser chamada, também tem suas insatisfações. Teimosa, sofre com os cuidados excessivos e com o jeito conservador da mãe.

Do Luto à Luta  (Documentário. Classificação Livre. Direção Evaldo Mocarzel) – Uma análise das deficiências e potencialidades da Síndrome de Down, problema genético que atinge cerca de 8 mil bebês a cada ano no Brasil. A Síndrome de Down é sem dúvida um problema, mas as soluções são bem mais simples do que se imagina, principalmente quando são deixados de lado os preconceitos e estigmas sociais.

Colegas 
(Aventura/comédia. Classificação 10 anos. Direção Marcelo Galvão) – Stallone (Ariel Goldenberg), Aninha (Rita Pook) e Márcio (Breno Viola) eram grandes amigos e viviam juntos em um instituto para portadores da síndrome de Down, ao lado de vários outros colegas. Um belo dia, surge a ideia de sair dali para realizar o sonho individual de cada um e inspirados pelos inúmeros filmes que já tinham assistido na videoteca local, eles roubam o carro do jardineiro (Lima Duarte) e fogem de lá. A imprensa começa a cobrir o caso e a polícia não gostou nem um pouco dessa “brincadeira”. Para resolver o problema, coloca dois policiais trapalhões no encalço dos jovens, que só querem realizar os seus sonhos e estão dispostos a viver essa grande aventura, que vai ser revelar repleta de momentos inesquecíveis.

Janela da Alma (Documentário. Classificação Livre. Direção João Jardim e Walter Carvalho) – Dezenove pessoas com diferentes graus de deficiência visual, da miopia discreta à cegueira total, falam como se veem, como veem os outros e como percebem o mundo. O escritor e prêmio Nobel José Saramago, o músico Hermeto Paschoal, o cineasta Wim Wenders, o fotógrafo cego franco-esloveno Evgen Bavcar, o neurologista Oliver Sacks, a atriz Marieta Severo, o vereador cego Arnaldo Godoy, entre outros, fazem revelações pessoais e inesperadas sobre vários aspectos relativos à visão: o funcionamento fisiológico do olho, o uso de óculos e suas implicações sobre a personalidade, o significado de ver ou não ver em um mundo saturado de imagens e também a importância das emoções como elemento transformador da realidade ­ se é que ela é a mesma para todos.

Hoje eu quero voltar sozinho (Romance/Drama. Classificação 12 anos. Direção Daniel Ribeiro) – Leonardo (Ghilherme Lobo), um adolescente cego, tenta lidar com a mãe superprotetora ao mesmo tempo em que busca sua independência. Quando Gabriel (Fabio Audi) chega na cidade, novos sentimentos começam a surgir em Leonardo, fazendo com que ele descubra mais sobre si mesmo e sua sexualidade.

Veja também

Criminosos desviaram R$ 640 mil da conta das vítimas para laranjas. Quadrilha aplicou golpe do empréstimo consignado em pelo menos 17 pessoas.
às

Deixe aqui sua opinião

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Últimas Notícias