WSL: Filipe Toledo e Samuel Pupo vencem suas semis e fazem a final do Rio Pro

às

Samuel Pupo e Filipe Toledo farão a final do Rio Pro 2022, a etapa brasileira do Circuito Mundial de Surfe. Nesta terça, na histórica e inédita semifinal 100% brasileira em Saquarema, Samuca eliminou ninguém menos que o campeão olímpico e número 4 do mundo, Italo Ferreira com uma vitória por 11.44 a 10.83. Pouco depois foi a vez de Filipinho, líder do ranking, derrotar Yago Dora por 17.36 a 14.34. A final será na sequência com transmissão do sportv e tempo real no ge.

Samuca vira sobre Italo
Italo Ferreira começou melhor na semifinal 1, saindo na frente com uma onda de 4.33. Pouco depois, o campeão olímpico surfou para 3.50, passando a ter 7.83 de somatório. Samuel não se abalou, iniciando a reação na sequência. Primeiro o paulista pegou uma onda de 5.27. Na sequência, o paulista obteve um 6.17, conseguindo a virada.

Precisando de 7.11 para virar, Italo conseguiu trocar suas duas notas nos minutos seguintes, com ondas 4.93 e 5.10. A 44 segundos do fim, Samuel usou a sua prioridade para entrar numa onda que fechou, dando-lhe poucos pontos. Ainda deu tempo para Italo pegar uma última onda, gerando apreensão no público. No entanto, a nota foi 5.73, insuficiente para a virada. Vitória de Samuca por 11.44 a 10.83.

Terminada a bateria, Samuel vibrou muito na água, batendo no peito e repetindo seguidas vezes a seguinte frase:

– Eu tô aqui!

Filipe Toledo bate Yago Dora

Na semifinal 2, Yago Dora saiu na frente com uma onda de 5.67 logo nos primeiros minutos. Confiante, Yago arriscou um aéreo instantes depois, recebendo 8.67 dos juízes, o que jogou Filipe Toledo numa combinação de 14.34. O líder do ranking, porém, não se abalou, conseguindo um 8.34 na sequência.

A 18 minutos do fim, Filipinho arriscou um aéreo e recebeu apenas 4.92 dos juízes, gerando muita vaia da torcida presente em Itaúna. A redenção, porém, viria minutos depois. Com mais uma onda arrojada, com direito a rasgada e aéreo, o camiseta amarela levantou o público e dessa vez recebeu 8.93, assumindo a liderança. A partir de então, coube a Filipinho administrar a vantagem até confirmar a vitória por 17.36 a 15.34.

Semifinal masculina
1. Samuel Pupo (BRA) 11.44 x 10.83 Italo Ferreira (BRA)
2. Filipe Toledo (BRA) 17.36 x 15.34 Yago Dora (BRA)

Veja também

Ministério Público do estado, Secretaria de Polícia Civil e Delegacia de Homicídios também foram oficiados
às

Deixe aqui sua opinião

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Últimas Notícias