Anvisa deve aprovar até terça-feira (18) a venda de autotestes de Covid no Brasil

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) trabalha para aprovar os autotestes no Brasil até a próxima terça-feira (18).

Fontes da agência informaram à Globonews que os técnicos adiantaram o trabalho burocrático e de regulamentação, antes mesmo da chegada formal dos documentos do Ministério da Saúde sobre os autotestes. O ministério informou que enviou o pedido para a liberação dos autotestes nesta quinta (13). A Anvisa diz que ainda não recebeu.

Diante da explosão de casos da variante Ômicron, a agência entendeu que a resolução atualmente em vigência no país, que proíbe esse tipo de testagem para Covid, tem que ser revista a partir de políticas formuladas pelo Ministério da Saúde.

A GloboNews apurou com técnicos que as negociações para aprovar o autoteste no Brasil começaram em dezembro de 2021, em reunião com o secretário executivo da pasta, Rodrigo Cruz.

Neste mês de janeiro, com o avanço rápido das infecções pela nova variante, a agência acelerou esse processo. Segundo fontes, “a aprovação será rápida” e a agência já está “trabalhando na redação das novas regras”.

A liberação pode ser feita “ad referedum”, ou seja, pelo diretor-presidente, Antonio Barra Torres, e depois pela diretoria colegiada. Isso ainda está sendo discutido.

Os termos da política de autotestes da saúde ainda não são conhecidos pela agência mas , a princípio, assim que a Anvisa aprovar a venda dos autotestes, a testagem em casa estará liberada.

 

Crédito: g1