Faetec de Tanguá se prepara para oferecer cursos de Língua Inglesa e Assistente Administrativo  

Através de uma parceria da Prefeitura de Tanguá com a Faetec, a unidade da escola profissionalizante, recém-inaugurada no município, começará a oferecer cursos de Língua Inglesa para iniciantes. A formação tem 60 vagas, e é destinada a pessoas a partir dos 15 anos que já estejam cursando o Ensino Fundamental II. Além disso, o secretário de Ciência e Tecnologia de Tanguá, Paulo Renato Ramos, anunciou que a partir da próxima semana, a instituição oferecerá vagas para o curso de Assistente Administrativo.

Segundo Paulo, a intenção é que a condição de vida da população melhore através da qualificação profissional. “Para melhorar a condição do munícipe de Tanguá, de conseguir um emprego pra mudar essa triste realidade (de pobreza), ele (o prefeito da cidade, Rodrigo Medeiros) criou a Secretaria de Ciência e Tecnologia, que tem em uma das suas premissas, promover a qualificação profissional dos munícipes de Tanguá”.

De acordo com o secretário, mais cursos podem ser oferecidos na unidade da Faetec de Tanguá, inclusive os níveis mais avançados da formação de Língua Inglesa. “A primeira ação (da Secretaria Municipal de Ciência e Tecnologia de Tanguá) foi a instalação da Faetec, outras virão, mas hoje, a Faetec é uma realidade no município. Hoje já estão funcionando os cursos de Logística, e agora de Língua Inglesa para iniciantes. Depois que essa turma se formar, ela vai avançando de nível para melhorar o currículo do jovem de Tanguá para a inserção no mercado de trabalho”.

 

Como se inscrever

Quem quiser se inscrever, basta acessar o link abaixo e participar da pré-seleção.

https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSdwyLTT2gJr1Qx_rCM9ElxfEXv8jMDMRqP9NLIAo-q4rtGhLA/closedform

 

 

Lívia Louzada

Secretaria de Educação de Casimiro de Abreu adquire máscaras inclusivas para professores e alunos com deficiência auditiva

A máscara facial é um acessório indispensável para proteção contra o novo coronavírus. Mas ela pode acabar atrapalhando pessoas com deficiência que precisam fazer leitura labial para se comunicar. Pensando nisso, a Secretaria de Educação de Casimiro de Abreu adquiriu cerca de 850 máscaras inclusivas com o intuito de facilitar a comunicação entre educadores e alunos em sala de aula.

As máscaras são confeccionadas com uma espécie de visor transparente, permitindo que alunos com deficiência auditiva possam se comunicar melhor. “O uso da máscara comum prejudica a socialização de alunos com deficiência auditiva, especialmente aqueles que praticam a leitura labial ou se comunicam por língua de sinais. Por isso, a importância desse acessório dentro da sala de aula”, explicou a secretaria de Educação, Gracenir Oliveira.

As máscaras inclusivas já começaram a ser distribuídas para os alunos, professores e intérpretes de libras da rede municipal de ensino.

 

Crédito: Secretaria de Comunicação de Casimiro de Abreu

Alunos da rede municipal de ensino de Maricá participam de oficina sobre educação no trânsito

A Prefeitura de Maricá, por meio das secretarias de Trânsito (SECTRAN) e Educação, promoveu na última quarta-feira (22) uma oficina sobre educação no trânsito na Escola Municipal Professor Oswaldo Lima Rodrigues, em Itaipuaçu. Alunos da unidade, com idades entre 5 e 8 anos, aprenderam de forma lúdica sobre normas de trânsito, respeito às sinalizações e a importância do uso do cinto de segurança.

“As ações nas escolas são fantásticas porque as crianças aprendem, mas isso atinge também os familiares. Dessa forma, a consciência e a sensibilidade se intensificam, levando maior respeito e um convívio harmônico às ruas”, explicou o secretário de Trânsito, Marcinho da Construção. “O trânsito é feito por pessoas, então o respeito às leis e ao espaço de cada um é essencial. Tentamos uma abordagem educativa e ficamos muito felizes com o resultado, tanto que queremos levar a atividade a todas as escolas da cidade”, completou.

Crianças testam o aprendizado

Os alunos que participaram da ação na E.M. Professor Oswaldo Lima Rodrigues estavam empolgados com a atividade, mostrando que as leis de trânsito estão ao alcance de todos. Monique Brandão, de 8 anos, afirmou que os conhecimentos serão passados também à família.

“Eu aprendi nessa atividade que temos que respeitar o sinal de trânsito e usar sempre o cinto de segurança. Achei bem legal e vou ensinar tudo que aprendi aos meus pais assim que chegar em casa”, disse.

Alana Cecília Marques, também de 8 anos, destacou o aprendizado sobre sinalização de trânsito.

“Tive contato com muitas coisas bacanas aqui. Aprendi sobre os sinais de trânsito, os momentos que temos de parar e prestar atenção na rua e nos veículos que passam. Meus pais vão ficar contentes e tentarei ajudar também com o que conheci”, pontuou.

Como funciona o projeto

Nas ações, as crianças participam ativamente e aprendem se divertindo. Os agentes de trânsito da Sectran simulam um trânsito mirim, com veículos, faixa de pedestre e apresentação de conceitos de forma prática, de fácil entendimento. Ao final da atividade, todos os participantes recebem uma habilitação infantil simbólica, com observações de bom comportamento e boas normas no trânsito.

“Esse trabalho foi iniciado para fazer com que as crianças sejam impactadas de verdade, formando melhores condutores no futuro. É gratificante ter esse contato e passarmos algo que terá um impacto positivo, fazendo com que criem consciência e levem também aos pais.”, reforçou a coordenadora operacional da Secretaria de Trânsito, Liana Borges, responsável por ministrar a oficina.

Continuidade das ações educativas

O projeto nas escolas faz parte da Semana Nacional de Trânsito, iniciada em 18/09 e com término neste sábado (25), contando também com ações de conscientização nas vias de grande movimentação da cidade. A ideia é que a campanha com as crianças continue após a semana, levando a educação de trânsito a unidades de ensino de todo o município.

As atividades com os alunos seguem nesta quinta-feira (23) no Centro de Educação Infantil Municipal (CEIM) Professora Ondina de Oliveira Coelho, no Centro. Na sexta-feira (24), a Escola Municipal Clério Boechat de Oliveira (Flamengo) recebe a ação às 9h, e a Escola Municipalizada de Inoã sedia o evento às 14h.

 

 

Secretaria de Educação de Rio Bonito prepara volta gradual das aulas presenciais em outubro

Mascara no rosto, álcool em gel na mochila e carteiras separadas uma das outras. Essas são algumas medidas que estão sendo adotadas pela prefeitura de Rio Bonito, para o retorno das aulas presenciais com mais segurança. Esta volta às aulas será diferente de todas as outras. As escolas, que primeiro trancaram seus portões para barrar a pandemia, agora se adaptaram instaurando um modelo híbrido de ensino. Ao todo, 39 escolas do município retornarão com o ensino a partir do dia 4 de outubro. Para isso, os alunos foram divididos em dois grupos de ensino híbrido: presencial e remoto. O segundo grupo de escolas retorna na terceira semana de outubro. (cronograma em anexo).

A partir do dia 20 de setembro, as unidades escolares começam recebem os profissionais da educação para organização e readaptação do ambiente escolar, depois de um ano e seis meses fora das salas de aulas. Antes do retorno das aulas, cada aluno está recebendo dois Kits de Reforço de Alimentação Escolar, para isso devem estar regularmente matriculados na Rede Municipal de Ensino, contemplando a Educação Infantil, o Ensino Fundamental, Educação de Jovens e Adultos (EJA) e Instituições Filantrópicas Convencionadas, além de um kit de higienização contra o Covid-19, com duas máscaras de proteção, uma garrafa de água para uso individual e frasco de álcool em gel, que será entregue no primeiro dia de aula presencial.

As salas de aula estão sendo organizadas mantendo o distanciamento mínimo de um metro entre as cadeiras, além de limitar a sua capacidade em 60% , considerando os alunos que optarem pelo retorno. O uso de máscaras é obrigatório, exceto para os alunos com algum tipo de deficiência que os impeçam de fazer o uso adequado de máscaras, conforme determinação médica.

Grupo de Trabalho – O Plano de Ação de retomada às aulas presenciais nas unidades escolares garante o atendimento pedagógico tanto dos alunos que optarem pelo retorno presencial, quanto para aqueles que optarem por permanecer no ensino remoto. Durante os meses de agosto e setembro, a secretaria de Educação estruturou um grupo de trabalho para auxiliar as escolas na organização dos espaços e atender as necessidades pedagógicas que surgiram durante o período pandêmico, de forma a prevenir, apontar e solucionar tais ocorrências no retorno presencial das aulas. O grupo também contribuiu para fortalecer as ações de visitas realizadas pela Vigilância Epidemiológica nas escolas.

Reforma – Segundo a secretaria de Educação, as creches municipais que ofertam apenas as modalidades de Creche I, II e III, não retornam neste ano, por conta da constante necessidade de contato físico entre as crianças e o alto risco de contaminação da Covid-19. Além disso, algumas escolas municipais, como a Professor Honesto de Almeida Carvalho (EMPHAC), Governador Roberto Silveira, Rômulo Tude e Castro Alves, não terão o retorno gradual das aulas presenciais este ano, devido as obras de reforma que estão acontecendo nessas unidades, que inviabilizam a realização das aulas, como também na escola Raulbino Pereira de Mesquita, que se encontra em fase final de construção.

 

 

Crédito: Secretaria de Comunicação de Rio Bonito

Distribuição dos Kits de Reforço da Alimentação Escolar é retomada em Rio Bonito

A Secretaria de Educação retoma na próxima terça-feira, dia 21 de setembro, a entrega dos Kits de Reforço da Alimentação Escolar, que será feita em etapas e finalizada em outubro. Antes do retorno gradual das aulas presenciais, que terá início a partir do dia 4 de outubro, todos os alunos regularmente matriculados na Rede Municipal de Ensino, como Educação Infantil, Ensino Fundamental, Educação de Jovens e Adultos – EJA e Instituições Filantrópicas Conveniadas, receberão dois kits cada um. Como os alimentos serão entregues na própria escola, a secretaria de Educação montou um cronograma de distribuição, seguindo todos os protocolos de prevenção à Covid-19, como o uso obrigatório de máscaras e álcool em gel durante o dia de retirada.

Nesta primeira etapa, que acontece entre os dias 21 e 24 de setembro, serão beneficiados os alunos das escolas municipais Maria Ferreira de S. Carvalho (Jacuba), Oscar Moreira Soares (Lagoa Verde), Castelo Branco (Jacundá), Munir Abdalla Helayel (Prainha), Luis José de Moraes (Chavão), Kingston G. de Souza Motta (Parque Andrea), Doir Avelino de Araújo (Sambê), Posse (Sambê), Serra do Sambê e Colégio Municipal Maurício Kopke (Caixa D `Água).

As outras etapas da distribuição dos Kits de Reforço da Alimentação Escolar acontecem até o dia 29 de outubro, conforme o cronograma em anexo. Os pais ou responsáveis dos estudantes devem retirar o kit nas escolas no horário das 10 às 16h, mediante apresentação de documento de identidade (RG), CPF ou autorização do responsável por escrito. A entrega segue os termos e critérios de distribuição definidos pela Secretaria Municipal de Educação, juntamente ao Departamento Jurídico e o Setor de Alimentação Escolar, com a participação do Conselho Municipal de Alimentação (CAE).

 

Crédito: Secretaria de Comunicação de Rio Bonito