Flamengo define demissão de Paulo Sousa e decidirá sobre ida ao jogo contra o Internacional

Apenas a falta de um substituto imediato adia a demissão de Paulo Sousa. O Flamengo já decidiu que não há mais perspectiva no trabalho do treinador, que não seguirá no comando da equipe.

Como Paulo não pedirá demissão por conta da multa (R$ 7,7 milhões), o clube avalia uma saída imediata ou se ganha tempo até definir o sucessor. Vale lembrar que o distrato acontecendo na quinta ou no sábado não altera o valor a ser pago ao português.

A multa se refere aos vencimentos mensais que Paulo receberia até o fim de 2022.

Mesmo com a decisão pelo fim da relação já tomada pelo Flamengo, não está descartada a presença de Paulo Sousa em Porto Alegre, onde o time enfrentará o Internacional no sábado, às 21h (de Brasília), pela 11ª rodada do Brasileiro.

A possibilidade de Paulo continuar com o grupo até o fim da semana se dá porque o Flamengo optou por passar a semana em Atibaia, cidade paulista designada para a preparação de olho nos jogos contra Bragantino e Internacional.

A derrota por 1 a 0 para o Bragantino expôs mais uma vez que o treinador não tem conseguido extrair o melhor do grupo. Aliás, a comunicação com os jogadores foi escassa durante os 90 minutos.

O Flamengo é 14º colocado no Brasileiro, com 12 pontos (três vitórias, três empates e quatro derrotas). Se o Goiás não for derrotado pelo Fortaleza na quinta-feira, no Castelão, os rubro-negros perdem mais uma posição.

Contratado em 25 de dezembro de 2021 e apresentado em 10 de janeiro, o português soma até agora 32 jogos, com 19 vitórias, sete empates e seis derrotas no comando da equipe.

Na breve passagem pela Gávea, em vias de ser interrompida de forma oficial, Paulo Sousa não conquistou títulos e somou dois vice-campeonatos, um estadual e outro da Supercopa.

 

Crédito: ge

Ginásio Poliesportivo de Barra de São João, em Casimiro de Abreu, recebe o 1° Campeonato de Esportes Eletrônicos

O Ginásio Poliesportivo Albertino Francisco, no distrito de Barra de São João, vai receber no dia 15 de maio, o 1° Campeonato de Esportes Eletrônicos de Casimiro de Abreu, às 10 horas. Competição inédita, voltada ao crescente setor de e-Sports, promovida pela Prefeitura, por meio da Secretaria de Esporte e Lazer, com apoio da Federação Fluminense de Desportos Eletrônicos (FFDE) e da Confederação Brasileira de Desportos Eletrônicos (CBDEL). Haverá premiação de R$ 2 mil.

A competição contempla dois jogos: Free Fire e Fifa 22. O torneio terá a primeira fase realizada de forma remota e as finais serão realizadas de forma presencial.

No jogo Free Fire o campeonato será formado por torneios levando em consideração a quantidade de equipes inscritas. Cada time deve ser composto por quatro jogadores e mais um reserva, totalizando cinco por time. Já no Fifa 22 a inscrição é individual.

“Esse evento vai ser maior ainda do que foi realizado em Casimiro de Abreu no mês passado. Já temos 340 pessoas inscritas. Todos estão super animados, a aceitação do público foi enorme. Todos estamos empenhados em fazer um evento onde toda a família possa aproveitar e conhecer o esporte eletrônico mais de perto”, disse Sandro Magorno, presidente da Federação Fluminense de Desportos Eletrônicos.

Os interessados podem se inscrever de forma gratuita no torneio até o dia 08 de maio, pelo Instagram: @ffde.esports ou telefone (22) 92000-3787 (Sandro Magorno).

 

Crédito: Secom Casimiro de Abreu

Flamengo bate o Ceará e torcida levanta o time após derrota traumática na Libertadores

Apenas três dias depois da traumática derrota na final da Libertadores, o Flamengo voltou a campo, na última terça-feira (30), no Maracanã, e venceu o Ceará por 2 a 1. Mas o show mesmo foi o que os 47.862 rubro-negros fizeram nas arquibancadas.

Houve algumas cobranças, gritos por Jorge Jesus, mas, na grande maioria do tempo, um grande apoio ao time, mesmo que a vitória dificilmente vá mudar o campeão. Foi uma forma de os torcedores reforçarem o próprio sentimento pelo clube depois de um trauma.

Andreas Pereira, que teve um erro decisivo contra o Palmeiras, no Uruguai, recebeu bem mais aplausos do que vaias.

Gabigol ajudou a deixar o ambiente ainda mais favorável com o gol aos dois minutos, após pressão bem feita de Diego na saída de bola do Ceará. O artilheiro foi abraçar a torcida como se agradecesse o voto de confiança neste elenco.

O Ceará pouco ameaçava. O Flamengo seguiu no ataque e criou várias chances, mas ou errava o último passe ou a finalização. Gabigol, de cabeça, mandou a bola no travessão após cruzamento de Matheuzinho.

Aos 15 do segundo tempo, Mauricinho colocou em campo Arrascaeta e Michael, que melhoraram o time. Principalmente Michael, que deu mais velocidade e criatividade ao ataque. Faltava o Flamengo acertar o pé e matar o jogo (foram 16 finalizações, e apenas 5 na direção go gol). Mas foi o Ceará que, em uma rara investida, aproveitou um vacilo da defesa e empatou.

Matheuzinho, um dos melhores em campo, foi o responsável por fazer o gol da vitória e não deixar a torcida ir com um gosto amargo para casa. Depois de jogada de Michael, o lateral pegou rebote dentro da área e marcou. Dá o recado na reta final do ano que tem chances de brigar de igual para igual com Isla em 2022.

A vitória impede o título antecipado do Atlético-MG e garante ao Flamengo o segundo lugar do Brasileiro, que rende a premiação de R$ 31,3 milhões. O time do interino Maurício Souza volta a campo na sexta, no Recife, para enfrentar o Sport, que teve o rebaixamento confirmado.

Crédito: ge.globo.com

Adolescente espanhol é internado por 2 meses com grave vício no jogo Fortnite; caso é inédito

Um adolescente espanhol ficou internado durante dois meses em razão de um grave vício ao jogo Fortnite, caso tratado como o primeiro do mundo estudado pela literatura científica. O jovem foi hospitalizado após apresentar um distúrbio comportamental que o levou a se isolar em casa e recusar interações sociais.

Segundo a equipe médica do hospital provincial de Castellón, onde o menor deu entrada, ele exibia uma série de sintomas relacionados à dependência ao jogo de videogame, entre eles rejeição de ir aos serviços de saúde, inflexibilidade pessoal persistente e pouco interesse pelo meio à sua volta.

Os profissionais de saúde informaram ainda que o jovem desencadeou alterações no desempenho das atividades básicas diárias, teve o sono prejudicado e dificuldade de aceitar o tratamento prescrito.

Desde o início do ano letivo, a família do menor, antes com um desempenho acadêmico elevado, notou um aumento do absentismo, interrupção dos tempos de descanso e desinteresse pelos estudos, o que implicou uma mudança de turma.

O tratamento envolveu tanto o adolescente quanto a família, e os resultados mostraram uma diminuição significativa no uso de tecnologias na primeira fase após a hospitalização, que consistia em promover sua socialização de maneira supervisionada. Os médicos também observaram uma melhoria no desenvolvimento pessoal e social do paciente.

De acordo com o hospital, este é o primeiro caso de vício associado ao Fortnite estudado pela literatura científica. Especialistas que integram a pesquisa alertaram para a necessidade de prestar atenção ao comportamento de jovens que dedicam horas a videogames e afins, dada “a crescente precocidade do seu consumo”, especialmente devido à “falta de maturidade nas funções executivas e cognitivas durante a adolescência”.

A pesquisa conclui que se deve fiscalizar o uso que os menores fazem dessas tecnologias, “estabelecendo limites claros e bem definidos” e “promovendo a prática de outras fontes de satisfação”.

Crédito: extra.globo.com/