Pelé recebe alta e deixa hospital em São Paulo após um mês internado

O Hospital Israelita Albert Einstein, de São Paulo, informou que Edson Arantes do Nascimento, o Pelé, recebeu alta na manhã desta quinta-feira (30), após um mês internado. Segundo comunicado divulgado pela instituição, o Atleta do Século “encontra-se estável e seguirá em quimioterapia, após a cirurgia para retirada de tumor no intestino”. O procedimento no cólon foi realizado no último dia 4 de setembro.

Pelé deu entrada no hospital em 31 de agosto e foi submetido a uma cirurgia quatro dias depois. O ex-jogador, que comemora 81 anos no próximo dia 23 de outubro, passou 15 dias na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), até ser transferido para o quarto. No último dia 17 de setembro, ele foi novamente para a UTI, após apresentar “breve instabilidade respiratória”, conforme boletim médico da ocasião, passando para cuidados semi-intensivos no dia seguinte.

No dia 18, o Rei retornou ao quarto, onde permaneceu até a manhã desta quinta. Kety Nascimento, filha de Pelé, além do próprio pai, divulgaram vídeos ao longo dos últimos dias, por meio das redes sociais, mostrando a recuperação do ex-atleta, com trabalhos de fisioterapia e momentos de descontração, como quando ele apareceu cantando “Leão do Mar”, um dos hinos do Santos, clube onde fez história nos gramados.

 

Após retirada de tumor, Rei Pelé está na UTI, mas passa bem

Hospitalizado desde a última terça-feira, Pelé tem gerado preocupação e dúvida em relação a seu estado de saúde. Nesta segunda-feira, o Rei divulgou um comunicado, esclarecendo aos fãs que retirou um tumor no cólon.

No texto divulgado em sua rede social, afirma que foi identificada uma lesão suspeita em uma parte do aparelho digestivo. Após exames de rotina detectarem o tumor, ele passou por cirurgia para a retirada. O ex-jogador, de 80 anos, segue hospitalizado no Albert Einstein, em São Paulo.

De acordo com o boleitm médico, ele está em recuperação na UTI, e a previsão é que seja transferido para o quarto nesta terça-feira. O documento acrescenta que Pelé “passa bem”.

 

Confira o comunicado completo:

Meus amigos, muito obrigado pelas mensagens de carinho. Eu agradeço a Deus por estar me sentindo muito bem e por permitir que o Dr. Fábio e o Dr. Miguel cuidem da minha saúde. No último sábado fui submetido a uma cirurgia de retirada de lesão suspeita no cólon direito. O tumor foi identificado na realização dos exames que mencionei na última semana.

Felizmente, estou acostumado a comemorar grandes vitórias ao lado de vocês. Vou encarar mais essa partida com um sorriso no rosto, muito otimismo e alegria por viver cercado de amor dos meus familiares e amigos.

 

 

 

Crédito: Jornal Extra

Pelé é internado em SP após exames de rotina apontarem problemas de saúde

Pelé está internado há seis dias no Hospital Albert Einstein, em São Paulo. Inicialmente, a assessoria de imprensa do ex-jogador, de 80 anos, informou que ele havia dado entrada na unidade para fazer exames de rotina. No entanto, foi detectado um problema de saúde, ainda não divulgado pelo hospital, e ele permaneceu internado.

O Rei do Futebol foi internado, na última terça-feira (31), para passar por exames anuais, que foram adiados em 2020, devido à pandemia do novo coronavírus, conforme informado pelos assessores dele. O G1 entrou em contato com o Hospital mas, até o momento, não houve retorno.

Durante o procedimento, que é comum e adotado anualmente pelo tricampeão do mundo com a seleção brasileira, a equipe médica constatou um problema de saúde e, por isso, ele permanece internado.

No dia em que deu entrada na unidade, a equipe de comunicação do ex-camisa 10 da Seleção usou as redes sociais do próprio Pelé para tranquilizar os fãs (veja abaixo) e afirmar que ele não havia desmaiado, e estava muito bem de saúde.

“Pessoal, eu não desmaiei e estou muito bem de saúde. Fui fazer meus exames de rotina, que não havia conseguido fazer antes por causa da pandemia. Avisem que eu não jogo no próximo domingo!”

Crédito: G1

Protetor solar em cápsula substitui o produto tradicional?

Os fotoprotetores orais devem ser complementares aos de uso tópico. Eles ampliam a proteção contra o sol porque agem de dentro para fora do organismo, atuando de forma sistêmica na proteção do DNA celular, enquanto os protetores convencionais atuam localmente na pele. As cápsulas, portanto, não têm o poder de barrar a penetração dos raios ultravioletas na pele, como o filtro tradicional faz, mas ameniza os danos provocados pela radiação durante e depois da exposição.

O uso diário de protetor solar minimiza a incidência da radiação do sol, previne o envelhecimento, o câncer de pele e mantém a saúde do maior órgão do nosso corpo.

O filtro solar em cápsula é rico em flavonoides naturais e atua também como antioxidante, anti-inflamatório e imunomodulador.

Tem como princípio ativo o pycnogenol, um extrato vegetal natural, proveniente da casca de um pinheiro que cresce na costa sudoeste da França.

É importante lembrar que para apresentar resultados, os fotoprotetores orais devem ser consumidos com frequência e associadas ao uso do filtro solar tópico.

Todo mundo pode usar protetor solar em cápsula?

Por serem feitos à base de vegetais, não são considerados medicamentos e portanto, praticamente não têm contraindicações. Mesmo assim, eles não devem ser usados sem a recomendação de um dermatologista. É necessário passar por uma consulta com o especialista que a partir de uma avaliação individual, irá receitar a formulação adequada, a dosagem e o modo correto de uso.

Como comprar?

Os fotoprotetores orais podem ser manipulados na Farmácia de manipulação Natural da Terra, em Rio Bonito é confiável e especialista no assunto. Ela está há 32 anos no mercado atendendo com excelência o mercado de produtos manipulados. Os medicamentos contam com segurança e confiabilidade, sempre respeitando as boas práticas de manipulação.

A farmácia fica na Avenida Presidente Castelo Branco, 66, loja 103, no Centro de Rio Bonito (em frente ao Banco Itaú). Faça seu pedido no conforto da sua casa pelo Whatsapp 21 99908-0788,

 

Aproveite o verão cuidando da sua pele.

Pelé é internado em São Paulo com infecção urinária

Pelé, de 78 anos, deu entrada hoje (9) no Hospital Albert Einstein, em São Paulo, após chegar de Paris. Ele havia sido hospitalizado na capital francesa na terça-feira da semana passada (3), quando foi levado ao Hospital Americano de Paris com um quadro de febre alta.

Na sexta-feira (5), o ex-jogador informou – pela sua conta do Twitter – que tinha apresentado melhora.

“Muito obrigado por todo o amor! Os antibióticos estão fazendo efeito e os exames estão todos ok. Eu estou me sentindo muito melhor e acho que estou pronto para jogar de novo!”, dizia a postagem.

Segundo o boletim divulgado no início da tarde desta terça-feira pelo Albert Einstein, Pelé teve uma infecção urinária causada por cálculos no ureter.

“A infecção foi tratada”, resume a nota, sem detalhar os procedimentos adotados na França. “No momento, [o ex-jogador] está realizando exames admissionais e seu estado de saúde é bom”, finaliza o boletim.

Histórico

Desde o fim de 2012 que o estado de saúde de Pelé (Edson Arantes do Nascimento) tem preocupado parentes, amigos e fãs. Em 2012, ele colocou uma prótese no quadril por causa de uma fibrose.

Em novembro de 2014, foi internado no Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo, devido a problemas no sistema urinário decorrentes de cálculos renais, ureterais e vesicais que causaram obstrução do fluxo urinário.

Dias após receber alta médica, o ex-jogador voltou a passar mal e precisou ser internado novamente, sendo submetido a hemodiálise.

Em 2015, Pelé teve que voltar ao mesmo hospital duas vezes para se submeter a novos procedimentos cirúrgicos. Em maio, ele passou por uma cirurgia na próstata. Em julho, foi operado para aliviar dores na coluna.

Os problemas de saúde forçaram Pelé a deixar de presenciar a cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos de 2016. Ele estava cotado para acender a Tocha Olímpica, mas afirmou que, naquele momento, não tinha “condições físicas de participar da abertura da Olimpíada”.

No ano seguinte, o ex-jogador do Santos e da Seleção Brasileira participou do sorteio dos jogos da Copa do Mundo de 2018, em Moscou, sentado em uma cadeira de rodas.

Fonte: Agência Brasil