São Gonçalo Shopping recebe Feira Pet neste domingo

Neste domingo, 5 de dezembro, o São Gonçalo Shopping vai receber mais uma edição da Feira Pet, das 11h às 16h, no 2º piso, ao lado da Casa do Celular, com cerca de 150 cães e gatos disponíveis para adoção. A iniciativa é uma parceria com o projeto ‘Leve um anjo pra casa’, e tem apoio do Detran-RJ, da Secretaria de Agricultura, Pecuária, Pesca e Abastecimento do Governo do Estado do Rio de Janeiro, do médico veterinário Dr. Rhamon Nunes, da Pet Shop Pés e Patas e do estúdio de tatuagem Dibran Tattoo.

Quem adotar um pet nesta edição vai poder marcar para sempre na pele este momento especial: o estúdio de tatuagem Dibran Tattoo vai tatuar gratuitamente patinhas de gatos ou cachorros de até 3cm, preta e branca, em quem encontrar um novo amigo de quatro patas. Quem se interessar deve retirar o voucher e realizar a tatuagem no mesmo dia, em espaço exclusivo no Estudio On, em frente à decoração de Natal, seguindo todos os protocolos de segurança. Ainda, durante o evento, o médico veterinário Dr Rhamon Nunes vai oferecer um desconto de 15% na vacina múltipla com antirrábica.

Para levar um pet para casa, é necessário ser maior de 18 anos e apresentar identidade, CPF e comprovante de residência. Além disso, o adotante deve assinar um termo de responsabilidade que determine estar ciente de todos os cuidados que o animal adotado exige, entre eles oferecer boas condições de alimentação e espaço onde possa se socializar, preservar a integridade e a saúde do animal, levar ao médico veterinário sempre que for preciso, ter as vacinas e vermífugos em dia, informar sempre ao protetor com fotos como está o animal e autorizar a visitação para verificação das suas condições. Ainda, o adotante não poderá repassar o animal sem o consentimento do protetor e tem o prazo de 30 dias para adaptação e devolução.

 

Além de realizar a adoção de animais, a ONG “Leve um anjo para casa” também aceita doações de ração, jornal e medicamentos para tratar dos animais e dar continuidade ao trabalho.

 

Feira Pet no São Gonçalo Shopping

Data: 5 de dezembro (domingo)

Horário: das 11h às 16h

Local: São Gonçalo Shopping – 2º piso – loja ao lado da Casa do Celular

Endereço: Avenida São Gonçalo, 100, Boa Vista – São Gonçalo/RJ (Rodovia Niterói-Manilha, Km 8,5)

Tel.: (21) 2018- 5418

Estudante do Ceará detecta 46 asteroides e recebe reconhecimento de parceria com a Nasa: ‘fazer ciência é minha paixão’

A estudante de 21 anos Geovana Sousa detectou 46 novos asteroides ao participar de um projeto do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) em parceria com a Agência Espacial Norte-americana, a Nasa. A aluna do 1º período do curso de física do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE) recebeu uma certificação de reconhecimento da agência internacional pelo feito alcançado.

A paixão pela astronomia começou ainda na infância, quando a pequena Geovana chegava a passar cerca de 15 minutos por noite tentando observar os planetas na imensidão do céu.

“Eu lembro que ainda pequena já dizia que queria ser astronauta, ficava encantada vendo os planetas, mas só no 2º ano do ensino médio foi quando realmente decidi que ia seguir essa carreira. Hoje a astronomia é minha paixão de vida, o motivo de eu acordar todos os dias, que é fazer ciência”, diz.

Geovana é natural de Manaus e decidiu vir para o Ceará por encontrar no IFCE um leque maior de oportunidade para conseguir concretizar o sonho de se tornar uma pesquisadora do espaço. “A oportunidade aqui para minha área é sensacional. A ciência e a astronomia aqui são muito valorizadas. Então usei a nota do Sisu para conseguir estudar aqui, está sendo uma experiência maravilhosa para mim”, relata.

 

O projeto

O projeto Caça Asteroides tem o objetivo de alcançar os cientistas cidadãos em escolas, instituições, clubes de ciências e astrônomos amadores. Foram liberadas mais de 17.500 pacotes de imagens que são analisadas pelas equipes inscritas através do software Astrometrica para identificação e envio de relatórios dos possíveis asteroides ou objetos próximos a Terra (NEOs).

“São fornecidos pacotes de imagens captadas pelo Telescópio da Universidade do Hawaii de 1.8 metros, que são capturadas no mesmo ângulo e em dias diferentes para que possamos analisar as fotos, detectar o possível novo asteroide e enviar relatórios para a NASA avaliar essas detecções”, explica a estudante.

A jovem cientista em formação já sabe até com quais nomes vai batizar os asteróides recém descobertos por ela, inclusive com homenagens a familiares, tão logo receba a resposta da Nasa sobre os astros detectados.

“Quando ocorre essas novas detecções de asteroides que vão para a preliminar ainda ocorre um longo período de avaliação, que dura de 6 a 8 anos para realmente haver a confirmação do novo asteroide. Poderei nomear os asteroides como desejar. Por enquanto tive a liberdade nos códigos e já fiz homenagem para familiares, amigos e instituições nas quais tenho apreço”, destaca Geovana.

 

Futuro na ciência

Com o certificado nas mãos, ela aguarda o Ministro Astronauta Marcos Pontes vir ao Ceará para lhe entregar pessoalmente uma medalha de honra ao mérito junto ao certificado especial. E já sabe muito bem o que pretende ser e fazer no futuro.

“Vou continuar divulgando e propagando a ciência pelo nosso país, com foco em todas as idades, principalmente com as crianças. Meus objetivos maiores são trabalhar em agências espaciais fora no nosso país, como a NASA, por exemplo. Ser a primeira a ganhar o Nobel e trazê-lo ao Brasil é a grande meta, alcançada por esses pequenos passos”, conclui Geovana.

 

Crédito: g1

Rio de Janeiro recebe festival MITA em Maio de 2022

O Rio de Janeiro vai receber mais um festival musical. O MITA, sigla para Music Is The Answer, foi anunciado nesta terça-feira (23) e contará com nomes nacionais e internacionais.

O evento vai acontecer nos dias 21 e 22 de maio no Jockey Club. Artistas como Gorrilaz, Two Doors Cinema Club, The Kooks, Gilberto Gil, Marcelo D2 e Liniker estão confirmados.

A pré-venda para os ingressos começa nesta quarta (24), às 10h da manhã e vai até o dia 1º de dezembro. Logo após, será aberta a venda geral.

Os valores do primeiro lote variam entre R$350 a R$700. O line-up completo você confere no nosso site: www.bandnewsfmrio.com.br

Rio de Janeiro – 21 de maio

Gorillaz
Two Door Cinema Club
The Kooks
Heavy Baile
Liniker
Black Alien
Xênia França
Coruja BC1 convida Larissa Luz

Rio de Janeiro – 22 de maio

Rüfüs du Sol
Tom Misch
Gilberto Gil In Concert
Jão
Marcelo D2
Marcos Valle & Azymuth
Letrux
Alice Caymmi convida Maria Luiza Jobim

 

Crédito: Band News

Brasil recebe mais um lote de vacinas da Pfizer contra covid-19

Chegou ao Brasil, pelo Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas, mais uma remessa de vacinas da Pfizer contra covid-19 entre as previstas para serem entregues nesta semana. O lote de hoje é de 912.600 mil doses. Até domingo chegam ao país mais 9.128.512 doses.

As entregas são parte do segundo contrato entre a Pfizer e governo federal, assinado em 14 de maio, que prevê mais 100 milhões de doses de vacinas entre outubro e dezembro. O primeiro lote desse contrato chegou ao Brasil no último sábado (9), com 1.989.000 doses.

A tecnologia de fabricação da Pfizer consiste na injeção de parte do código genético do novo coronavírus para que o organismo humano seja capaz de identificar o vetor em caso de contaminação.

Segundo o Ministério da Saúde, desde o início da campanha, em janeiro de 2021, já foram distribuídas mais de 94 milhões de doses da Pfizer. Antes de serem distribuídas, as vacinas passam por um rigoroso controle de qualidade para que cheguem com segurança aos braços dos brasileiros.

Vacinação em números

Até agora, o Ministério da Saúde já distribuiu 310 milhões de doses a todas as unidades federativas. Mais de 150 milhões de pessoas tomaram a primeira dose – o que representa cerca de 93% da população (160 milhões). Mais de 100 milhões de pessoas completaram o esquema vacinal.

 

Fonte: Agência Brasil

Amazonas receberá cota extra de vacinas para frear pandemia

O Ministério da Saúde informou nesta sexta-feira (22) que o governo federal vai criar um Fundo Epidemiológico para reforçar a imunização contra a covid-19 e frear o avanço da pandemia no estado do Amazonas, que vive um colapso no sistema de saúde por causa da disseminação do novo coronavírus. Segundo a pasta, a proposta foi aprovada por unanimidade na última quinta-feira (21), na reunião do Fórum de Governadores.   

“O Fundo Epidemiológico foi elaborado em parceria com o Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) e o Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems) e destina uma cota das novas doses de vacinas para a região que estiver mais impactada pela pandemia no período analisado. Neste momento, as doses serão destinadas ao Amazonas”, informou o ministério, em nota.

Na primeira cota de vacinas, já entregue aos estados, foram distribuídas cerca de 6 milhões de doses da Coronavac, produzida pela farmacêutica Sinovac em parceria com o Instituto Butantan. Neste caso, cada estado recebeu um volume proporcional de doses, de acordo com o tamanho do público-alvo prioritário neste momento, que são profissionais da saúde, idosos que vivem em instituições de acolhimento e indígenas aldeados. A próxima cota de vacinas soma outras 6,8 milhões, sendo 4,8 milhões da Coronavac, que já estão sendo distribuídas, e outras duas milhões de doses do imunizante da AstraZeneca, que chegaram hoje ao Brasil, vindas da Índia.

De acordo com o governador do Piauí, Wellington Dias, a proposta aprovada pelos governadores prevê que 5% da nova cota de vacinas seja destinada exclusivamente ao Amazonas, o que representa cerca de 300 mil doses. O restante será distribuído proporcionalmente entre todos os estados, nos mesmos moldes do repasses das primeira cota, de 6 milhões de doses.

De acordo com dados do Ministério da Saúde, o Amazonas soma 245,1 mil casos de pessoas contaminadas e 6,8 mil mortes, desde o início da pandemia. Apenas na última semana, foram confirmadas 714 novas mortes por covid-19. Entre 10 e 16 de janeiro, o estado registrou aumento de 32% nos óbitos.

 

 

Fonte: agenciabrasil.ebc.com.br