Vereadores aprovaram a mudança no nome da rua para Paulo Gustavo em Niterói

A Câmara de Vereadores de Niterói aprovou, na ultima quinta-feira (13), a troca de nome da Rua Coronel Moreira César, em Icaraí, para Rua Ator Paulo Gustavo.

O artista, que morreu no Rio no dia 4 deste mês, aos 42 anos, nasceu e cresceu em Niterói. A mudança no nome foi apoiada por uma votação na internet, no fim de semana.

Segundo a Prefeitura de Niterói, nenhum dos processos relativos à troca do nome da rua, como alvarás, certidão de logradouro e averbação do novo nome, terão custos para moradores ou lojistas.

O município informou que grande parte das solicitações de mudanças poderá ser feita online. O prefeito da cidade, Alex Grael, comemorou a aprovação do projeto enviado pelo Executivo municipal.

“Com esta homenagem, Niterói demonstra carinho, admiração e respeito por este artista que, em toda a sua trajetória, enalteceu nossa cidade com sua genialidade e talento”, afirmou.

 

 

Fonte: g1.globo.com

Prefeitura do Rio recolhe 265 t de resíduos após passagem de blocos

A prefeitura do Rio de Janeiro já recolheu 265 toneladas de resíduos das ruas da cidade após a passagem dos blocos de embalo e empolgação. O recorde ficou com o Cordão da Bola Preta, que abriu o carnaval no sábado (2). Foram recolhidas quase 35 toneladas de resíduos descartados nas ruas do centro da cidade.

Atendimentos

Após os desfiles das escolas de samba da Série A, na madrugada do domingo (3) de Carnaval, e durante os dois dias de desfiles, a Secretaria Municipal de Saúde realizou 408 atendimentos médicos nos sete postos montados na Marquês de Sapucaí. No Carnaval do ano passado, foram feitos 524 atendimentos médicos.

Os casos mais comuns atendidos nos postos são mal estar por causa do calor, picos de hipertensão, torções e intoxicação por álcool ou outras drogas. No segundo dia de desfiles, seis pessoas, com quadros mais graves, tiveram que ser transferidos para hospitais ou unidades de pronto atendimento da rede municipal.

Alimentos

A Vigilância Sanitária da prefeitura do Rio realizou no segundo dia de trabalho na Marquês de Sapucaí 72 inspeções e aplicou dez infrações, com o descarte de 17 quilos de alimentos impróprios ao consumo em dois camarotes. Um deles, no setor 7, foram inutilizados, sete quilos de salgadinhos e quatro quilos de bolo em temperatura ambiente fora das indicações dos fabricantes.

Técnicos do Laboratório Municipal de Saúde Pública (Lasp) coletaram 17 amostras em nove estabelecimentos do Sambódromo, como caipirinha e espetinho de carne, entre outros produtos servidos ao consumidor e levados para análise.

Limpeza das ruas de Cabo Frio será feita com água de reuso

Pensando em aliar a festa de carnaval com a limpeza das ruas, mas sem deixar de lado a preocupação com o meio ambiente, a prefeitura de Cabo Frio, na Região dos Lagos, vai utilizar a água de reuso para a manutenção da higiene na cidade. A medida foi possível graças a uma parceria do Poder Executivo Municipal com a Prolagos, concessionária responsável pelo serviço de saneamento básico no município.

A partir desta quinta-feira (28), 130 banheiros químicos que serão instalados em diversos pontos da orla, sendo que o caminhão pipa que será usado na operação é que vai transportar a água reutilizada. A medida, na opinião do presidente da Comsercaf, Dario Guagliardi, tornará mais eficiente a limpeza das ruas. Ele também falou sobre a economia que tal ação vai gerar no município.

“Utilizar a água de reuso é uma alternativa sustentável e econômica para manter a cidade mais limpa. A ação vai tornar a limpeza das ruas mais eficiente, adicionalmente gerando economia para os cofres públicos e sem qualquer agressão ao meio ambiente. Além disso, a disponibilização deste equipamento com água de reuso também servirá para a irrigação de plantas em praças e logradouros públicos” – informou Guagliardi.

A água de reuso, proveniente das Estações de Tratamento da Prolagos, também será utilizada para irrigar plantas, limpeza de parques e praças públicas. Conforme a legislação ambiental, ela não pode ser destinada para o consumo humano, mas pode ser utilizada na irrigação de jardins, em indústrias, na construção civil e outros fins secundários.

O prefeito de Cabo Frio, Adriano Moreno, falou que a parceria com a iniciativa privada é “um fator fundamental para o desenvolvimento do município. É o resultado de um trabalho em conjunto em prol do meio ambiente e da melhoria da qualidade de vida dos cidadãos cabofrienses”.