Retrospectiva 2021: Relembre tudo que foi notícia na Folha

O ano de 2021 foi repleto de acontecimentos marcantes. A vacina contra a Covid-19 chegou, mas a esperança que se tinha com o fim da pandemia, não foi uma realidade. Essa ficará para 2022. Na política da região, a expectativa ficou por conta dos novos prefeitos, novas diretrizes; novos rumos, principalmente para Silva Jardim, que depois de quatro anos, ganhou uma prefeita eleita pelo povo. E mais uma vez, as perdas foram muitas em 2021 e deixarão saudade.

Posse dos prefeitos

Na Prefeitura de Rio Bonito, no 1º dia de 2021, José Luiz Mandiocão e Rita de Cássia deram lugar a Leandro Peixe e José Américo Santos, o Meco, prefeito e vice, respectivamente, acabando com uma alternância de poder de quase 30 anos, entre os ex-prefeitos Mandiocão e Solange Almeida.

Em Tanguá, tomaram posse Rodrigo Medeiros e o vice André Paixão; em Itaboraí, Marcelo Delaroli e o vice Lourival Casula também foram empossados. Em seu segundo mandato, Fabiano Horta reassumiu junto com o novo vice, Diego Zeidan, em Maricá. Já em Silva Jardim, assumiu interinamente o vereador eleito e presidente da Câmara, Fabrício de Napinho, pois Jaime Figueiredo, apesar de eleito prefeito, estava impedido pela Justiça Eleitoral. O imbróglio da política de Silva Jardim só foi resolvido em setembro, quando Maira de Jaime, esposa de Jaime Figueiredo, se candidatou e conseguiu vencer as eleições suplementares. O município teve quatro prefeitos em quatro anos.

Edição 1000 da FOLHA

Em março de 2021 o Jornal Folha da Terra chegou a sua edição 1000, após 27 anos, ininterruptos, de muita informação aos leitores da região. E para comemorar, uma edição especial foi feita para lembrar as principais notícias que aconteceram nesse período, como a fundação do projeto social Lona na Lua em 2009, a passagem da Tocha Olímpica por Rio Bonito em 2016, o atentado ao ex-prefeito de Rio Bonito, José Luiz Mandiocão, em 2006, e dois assassinatos marcantes, o do empresário Américo Branco, em 2011, e do milionário da Mega-Sena, René Senna, em 2007, dentre outros acontecimentos.

Vacina contra Covid-19

Também em março, a esperança do fim da Covid-19 chegou a Rio Bonito, a vacina. Mas as 460 doses que foram encaminhadas ao município para imunizar os idosos acima de 75 anos não foram o suficiente.

Hospital Regional Darcy Vargas

O Hospital Regional Darcy Vargas, em Rio Bonito deu muito o que falar em 2021. Em março, um incêndio, que teria começado no quadro de energia, atingiu a unidade e 52 pacientes tiveram que ser transferidos para outras unidades do município e região. Em junho, a Prefeitura de Rio Bonito, através do Decreto 68, deu início a uma intervenção na unidade, nomeando assim uma comissão para administrar a instituição. Em julho, o então presidente interventor do HRDV, Juberto Folena, concedeu uma entrevista exclusiva a reportagem da Folha, – a entrevista pode ser encontrada no Canal do YouTube do Jornal – quando falou sobre a situação em que encontrou a unidade e esclareceu vários pontos.

Em outubro, a Câmara de Rio Bonito derrubou o Decreto da Prefeitura, em que instituía o salário de até R$ 35 mil ao presidente interventor. Em dezembro, o prefeito Leandro Peixe trocou todos os integrantes da comissão interventora, após um mandado de prisão ser expedido pela Justiça Federal, contra Juberto. Ele responde a um processo sobre um possível desvio de recursos públicos federais da época em que era secretário de Saúde de Barra do Piraí, no Sul Fluminense. As investigações seguem em segredo de Justiça.

Mega-Sena

Um dos casos policiais mais emblemáticos da cidade de Rio Bonito, a morte do milionário da Mega-Sena, René Senna, teve mais desdobramentos em 2021. Após 14 anos, em março, a filha do ganhador, Renata Senna, foi autorizada pela Justiça a receber metade da herança, avaliada em R$ 120 milhões, para isso, a Fazenda Nossa Senhora da Conceição, onde ele morava, localizada em Lavras, zona rural de Rio Bonito, foi vendida. A outra metade ficou com os irmãos de René.

 

 

 

Perdas

 

 

O ano de 2021 teve menos mortes pela Covid-19, mas nem por isso menos dolorosas. Em fevereiro, o casal Félix Jorge e Angela Gallete, de 64 e 65 anos, respectivamente, causou uma comoção na cidade. Marido e esposa faleceram um dia após o outro em decorrência de complicações pela Covid. Em maio, quem deixou saudade foi o radialista e chefe do posto do Detran de Tanguá, Ronaldo Júnior, de 57 anos, que teve uma parada cardíaca em decorrência de um choque elétrico.

Em maio, o empresário Jayme Demier, de 83 ano, proprietário da Marb (Marmoraria Rio Bonito), não resistiu à Covid-19 e faleceu no dia 30. Outra perda que causou grande comoção em Rio Bonito foi a do radialista e jornalista Ewaldo Ramos Vieira, de 95 anos, no início do mês de junho, em decorrência a problemas de saúde causados pela idade avançada. No dia 26 de setembro, Rio Bonito perdeu uma figura importante do cenário artístico, o desenhista, cantor, e compositor, Sidney Nascimento da Silva, de 71 anos, mais conhecido como Gatão ou Big Cat. Ele estava internado no Hospital Regional Darcy Vargas.

Em outubro, duas mortes repentinas em Rio Bonito marcaram a cidade. No dia 1º a ex-vereadora de Rio Bonito, Nilza Belgues, fundadora do diretório municipal do Partido Democrático Trabalhista (PDT) da cidade, teve um infarto e não resistiu. Já no dia 7, o assassinato do também ex-vereador de Rio Bonito, Francisco Augusto Gomes, o Branco, chocou a cidade. Ele e sua companheira, Rosi Nascimento, foram atingidos por tiros quando estavam chegando de carro na casa de Branco, no bairro Colina da Primavera. O caso ainda está sendo investigado.

Em novembro, a ex-prefeita de Rio Bonito, Maria Luiza da Conceição Cid, de 76 anos, teve um infarto fulminante e faleceu, deixando uma filha e dois netos.

Investigações na política

O Legislativo riobonitense foi bastante movimentado em 2021. Em junho, vários pedidos de investigação, feitos após denúncias de alguns vereadores, contra o presidente da Casa, Eduardo Soares e a Mesa Diretora, não deram em nada. A Comissão de Investigação e Processante – que corresponde a CPI no âmbito federal – não pode ser realizada após decisões judiciais de paralização. O caso ainda segue na Justiça. No Legislativo também chegaram pedidos de investigações contra ações do prefeito de Rio Bonito, Leandro Peixe, mas não foram acatadas pela Câmara.

CTAV

Mas 2021 não foi somente de notícias tristes, o esporte de Rio Bonito também se destacou e trouxe muitas alegrias. Em junho, através de uma parceria com a Igreja Metodista Central de Tanguá, o Centro de Treinamento Árvore da Vida (CTAV), liderado pelo atleta e treinador Tiago Bitesnik, abriu um pólo no município tanguaense. Em julho, o CTAV ganhou um embaixador, o atleta profissional de MMA, Rafael Macapá.

As diversas vitórias dos atletas do CTAV, principalmente as do Renato Aldo e Igor Silva, foram destaque nas edições da Folha. Em outubro, 20 competidores do CTAV saíram medalhistas de uma competição de muay thai. No mesmo evento, Renato Aldo conquistou o cinturão estadual na categoria até 55kg.

Sempre lembrando de sua principal missão, a social, o CTAV distribuiu mais de 600 cestas básicas em 2021 para famílias carentes de vários bairros de Rio Bonito. Em dezembro, Tiago Bitesnik e sua equipe distribuíram centenas de cestas em bairros como Mangueira, Mineiros, Nova Cidade, Serra do Sambê, Parque Andréia, e outros, através do 8º Natal CTAV.

Lona na Lua

Outro projeto social de Rio Bonito que deu muito orgulho aos riobonitenses foi o Lona na Lua. Em 2021 eles mantiveram sua parceria com a Associação do Ministério Público do estado do Rio de Janeiro (AMPERJ) e puderam ajudar centenas de crianças. Outra parceria também deu muito certo, a com o Movimento União Rio, que através da realização do Instituto Ekloos, Banco da Providência, e Instituto Phi, possibilitou que mais de 5 mil cestas básicas fossem distribuídas aos que mais precisavam de ajuda por conta dos efeitos da pandemia.

Com o ‘Criança Esperança’ a parceria já é antiga, e em 2021 não foi diferente. Mais uma vez o Lona na Lua foi escolhido pelo programa para beneficiar mais de 200 crianças de Rio Bonito. Mas foi no final do ano que o projeto social ganhou mais força. No dia 15 de dezembro foi inaugurada a Estação Lona na Lua Tanguá, localizada no Centro do município. As inscrições para participar das oficinas que o projeto oferece, começam em janeiro.

Zé Pereira

No dia 30 de agosto, Rio Bonito perdeu o mascote da Praça Fonseca Portela, no Centro, o cachorro Zé Pereira, em decorrência de uma pneumonia. Muito querido na cidade, ele vai ganhar uma estátua que já foi encomendada e será fixada na praça onde vivia. Sua perda causou grande comoção nas redes sociais, principalmente entre as crianças.

 

 

OAB

A Folha também noticiou fatos importantes do meio advocatício, como a eleição para a presidência da 35ª Subseção da Ordem dos Advogados do Brasil (Rio Bonito, Tanguá e Silva Jardim), que teve como ganhadora a chapa 1, que tem à frente a já presidente Karen Figueiredo, e seu novo vice, Rafael Fróes. Uma conquista importante para os advogados de Tanguá foi a inauguração, em dezembro, da Sala dos Advogados, um escritório digital compartilhado, onde podem ser feitas audiências, balcão virtual, despachar com o juiz e outras tantas funções que já acontecem em Rio Bonito.

Tanguá

Dentre tantas notícias importantes sobre o município de Tanguá, quatro se destacaram em 2021: a inauguração da Faetec, no dia 15 de setembro, com a presença do governador Claudio Castro; o lançamento do Programa Orquestra nas Escolas, em novembro, que vai beneficiar cerca de 4 mil alunos da rede municipal de ensino; a realização do 3º Seminário de Turismo Rural, também em novembro, com a palestra do secretário estadual de Turismo, Gustavo Tutuca; e a apresentação do projeto da moeda social Citrus, no dia 9 de dezembro.

 

 

Polícia

A ação dos policiais, tanto da 3ª Cia da Polícia Militar de Rio Bonito, quanto do Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv), de Boa Esperança, também foi notícia nas páginas da Folha. Juntos, as duas corporações de Rio Bonito apreenderam 77 tiras de maconha, 74 papelotes de cocaína, 64 tabletes de maconha, 137 cápsulas de cocaína, 84 trouxinhas de maconha, 1.481 pinos de cocaína – tendo o BPRv apreendido 1.400 desse total – , 163 sacolés de cocaína, mais 2kg de maconha em bloco, 1 litro de lança perfume e 280 frascos da mesma droga. Eles também prenderam 17 pessoas.

2021 já começou com uma notícia triste em Rio Bonito, a morte de um homem de 48 anos, no dia 11 de janeiro, que foi queimado quando estava dentro do próprio carro, na frente da Unidade de Pronto Atendimento (UPA), esperando sua namorada que trabalhava no local.

Em maio, um delegado da Polícia Civil do Espírito Santos foi detido pelo BPRv de Boa Esperança porque o carro que dirigia era fruto de estelionato. Em junho, os moradores do bairro Boqueirão se assustaram com bandidos na localidade. Houve troca de tiros com a PM, dois criminosos foram presos, e com eles foram encontradas drogas, uma pistola e munições.

Em Silva Jardim, a morte de três pessoas a tiros, sendo uma adolescente de 15 anos, que estaria grávida, e dois homens, um de 22 e outro de 36 anos chocou a cidade em Abril.

Em agosto a notícia policial veio de São Pedro da Aldeia, onde o youtuber e investidor Wesley Pessano foi assassinado dentro do próprio carro de luxo. O caso teria ligação com criptomoedas, segundo a Polícia.

Maricá

O município de Maricá teve grande destaque, não só na Folha, esse ano, mas também na grande mídia. Os assuntos foram principalmente a vacina contra Covid, – a cidade tem 86% da população já vacinada -, e também a moeda social Mumbuca. Prefeitos de algumas cidades do estado e até de fora do Rio, visitaram a cidade para conhecer programas e projetos de sucesso que foram implantados pelo prefeito Fabiano Horta. Maricá recebeu a visita do prefeito de Belford Roxo, Wagner Carneiro; do prefeito de Iguaba Grande, Vantoil Martins; do prefeito de Madre de Deus (BA), Dailton Filho, e ainda muitos outros.

 

 

Lívia Louzada

Duplas de vôlei de praia de Silva Jardim conquistam 1º e 2º lugar em torneio, em Araruama

O vôlei de praia de Silva Jardim, mais uma vez se destaca em competições intermunicipais. Dessa vez, a dupla feminina Nayane Machado e Cláudia Souza, e a masculina sub 17, com Rodrigo Matias e Isaque Pessanha, ficaram em 1º e 2º lugar, respectivamente, no 5º Torneio de Vôlei de Praia, que aconteceu no domingo (12), na Arena Vitalitis, em Araruama.

Também representaram o município outras duas duplas, Witor Machado e Eduardo Brazil, que participaram pela primeira vez de uma competição regional e ficaram em 7º lugar; e João Pedro Guimarães e Pedro Henrique Lima, que ficaram em 8º na categoria Avançada para adultos.

Sem perder nenhum jogo na competição, a dupla que levou o lugar mais alto do pódio, Nayane e Cláudia, esta última de Cabo Frio, encerraram o ano dando um show em quadra.

“É uma honra representar a nossa cidade em um torneio da região onde tivemos duplas de Cabo Frio, Araruama e São Pedro da Aldeia, e ainda conseguimos o primeiro lugar. Agradeço ao apoio do Studio Alfa que me ajuda na preparação física, a Prefeitura de Silva Jardim que apoia o esporte em nossa cidade, e ao secretário Rodrigo Rezende pelo apoio da Secretaria de Esporte com transporte e uniforme”, disse Nayane Machado, eleita melhor jogadora do torneio.

 

 

Crédito: Lívia Louzada

Confronto entre PMs e bandidos em Silva Jardim termina com um homem preso, cocaína, maconha e crack apreendidos

Um jovem de 22 anos foi preso com grande quantidade de drogas, no fim da noite da última quarta-feira (1ª), após um confronto entre policiais militares e criminosos, no bairro Lucilândia, em Silva Jardim, no interior do Rio. De acordo com a PM, o suspeito foi flagrado com 543 trouxinhas de maconha, 530 pedras de crack e 513 pinos de cocaína.

Segundo a corporação, os policiais estavam em patrulhamento pelo bairro quando perceberam que suspeitos correram ao observar a aproximação da viatura. Um deles atirou contra os agentes, que revidaram a ação, dando início a uma troca de tiros. Ninguém ficou ferido.

Em seguida, os policiais conseguiram localizar um dos criminosos, que estava escondido em um terreno baldio. Com ele, foi encontrada uma mochila, contendo os entorpecentes, que foram apreendidos. O outro criminoso que teria atirado contra os agentes conseguiu fugir, mas, segundo a polícia, foi reconhecido pelos agentes. O nome dele não foi divulgado.

O caso foi registrado na 120ª Delegacia Policial, para onde o suspeito preso foi levado com o material apreendido. A PM informou que o preso já possui outros antecedentes criminais por tráfico de drogas.

 

Crédito: www.informerj.com.br

Corredora de Silva Jardim supera lesão e fica em 3º lugar em competição em Araruama

No último domingo (28), mais uma atleta de Silva Jardim representou bem o município em Araruama. Simone Azevedo, de 48 anos ficou em terceiro lugar na Corrida de 5 anos da Equipe Vo2 Runners. Mas sua história com a corrida vai muito além do esporte, já que a atleta começou a praticar para se recuperar de uma grave lesão.

Ganhadora do Desafio Fort Run, em Cabo Frio, quando correu 06 km na categoria 45 a 49 anos, e do Circuito de Corridas Park Lagos (5 km), atleta tem muito mais do que uma paixão pelo esporte.

A corrida entrou na sua vida como uma reabilitação de uma lesão grave que sofreu. Tudo começou quando procurou tratamento com a treinadora Nayane Madureira.

“Simone entrou no Studio Alfa (em Silva Jardim) há três anos com objetivo de fortalecer o joelho depois de uma lesão grave. Mas ela não só conseguiu vencer o período da lesão como a atividade física mudou a vida dela. Começou a treinar corrida na rua e hoje ela tem se destacado nas competições com resultados incríveis em sua categoria”, disse Nayane.

Para Simone, a corrida é mais que um esporte e se diz grata pela vitória. “Sentimento de gratidão. A corrida é pra mim uma terapia, me ajuda em vários aspectos da minha vida, corro porque gosto e porque me faz bem, e ter conseguido o pódio só faz aumentar a minha vontade de continuar correndo. Pretendo melhorar meu ritmo, quem sabe aumentar a distância e sim, fazer mais corridas no próximo ano, mas sem perder a essência do que realmente a corrida significa pra mim”, conta a atleta.

 

Crédito: Lívia Louzada

Casal é encontrado morto dentro de casa, em Silva Jardim

Um casal foi encontrado morto com marcas de tiros, dentro de casa, na noite desse domingo (21), no bairro Cidade Nova, em Silva Jardim, no interior do Rio. Segundo a Polícia Militar, as vítimas foram a dona de casa Sueli Oliveira da Silva, de 53 anos, e o funcionário público Gilvani Pereira da Silva, de 61.

Ainda de acordo com a PM, o corpo do idoso estava de bruço, na porta do quarto do casal, enquanto o corpo da mulher foi encontrado na cama. A PM informou que foi acionada, após moradores relatarem que um mau cheiro estaria saindo da casa, que estava com as luzes acesas e a porta entreaberta.

Ao chegarem ao imóvel, localizado na Rua São Marcos, os policiais conseguiram entrar na residência, com o apoio de uma pessoa da família das vítimas, e então encontraram os corpos. A perícia foi acionada, e recolheu na residência, munições de revólver calibre 38, deflagradas e intactas. Os corpos das vítimas foram levados para o Instituto Médico Legal (IML) de Cabo Frio, na Região dos Lagos.

A família informou que está realizando os trâmites legais para conseguir fazer a liberação dos corpos, que, até o fim da tarde desta segunda-feira (22), ainda permaneciam no IML. O casal deixa três filhas e quatro netos.

A INVESTIGAÇÃO

O caso foi registrado na 120ª Delegacia Policial, que abriu um inquérito para apurar as circunstâncias do crime. A delegada Janaina Peregrino, responsável pelo caso, afirma que a principal linha de investigação da Polícia Civil, até o momento, é de execução. Segundo ela, o crime pode ter sido motivado por causa de ligações do casal com o tráfico de drogas. “A linha principal é essa! Mas pode surgir outra durante a investigação!”, acrescentou a delegada. Até o momento, nenhum suspeito foi preso.

A Polícia Civil pede a colaboração dos moradores da cidade com qualquer informação que possa ajudar nas investigações. As denúncias podem ser feitas por telefone, de forma anônima, para o Disque Denúncia, através do telefone: (21) 2253-1177, ou para a 120ª Delegacia Policial, em Silva Jardim, por meio do telefone: (22) 2668-1894.

 

Crédito: Informerj