Rapaz é morto por bala perdida e moradores fecham a rodovia RJ-106, em São Gonçalo

Moradores da Comunidade do Palha Seca, em Tribobó, São Gonçalo,  fizeram uma manifestação na tarde deste domingo 28 de Fevereiro, em protesto contra a morte de um morador, ocorrida pela manhã, quando ele saía de casa para trabalhar e foi atingido por uma bala perdida, conforme informações preliminares.

O rapaz, de 21 anos, identificado como Arilson Santiago, foi socorrido e levado ao Hospital Estadual Alberto Torres (Heat), no Colubandê, mas não resistiu aos ferimentos.

Durante a manifestação, moradores colocaram fogo em caçambas de lixo na entrada da Rua Dalva Raposo, em Tribobó, e interditaram a RJ-106, no sentido Região dos Lagos. Um ônibus também foi utilizado para interditar a via sentido a Niterói e São Gonçalo.

A Polícia Militar foi acionada e compareceu ao local. conforme vídeos divulgados na internet, os agentes fizeram uso de gás lacrimogênio para dispersar os moradores e posteriormente retiraram as caçambas e liberaram o trânsito na via.

Aos gritos de “justiça”, os moradores pedem explicações sobre morte do rapaz, que estava prestes a se tornar pai. Nas redes sociais, familiares e amigos lamentarem a morte e também acusaram um policial militar de ser o autor do disparo que vitimou o rapaz.

 

 

 

Fonte: osaogoncalo.com.br

 

Frentista morre baleado durante tiroteio em São Gonçalo

Um frentista morreu baleado durante um tiroteio entre policias militares e traficantes , na região da Palha Seca, Tribobó, em São Gonçalo na manhã de domingo (28).

Arilson Santiago tinha 21 anos de idade e ia ser pai em a poucos meses, ele estava a caminho do trabalho e ficou no meio do fogo cruzado.

Chorando muito, a mulher de Arilson disse que ele se despediu com um beijo antes de sair de casa.

Arilson Santiago tinha 21 anos e trabalhava como frentista — Foto: Reprodução/TV Globo

“Ele pediu ontem, falou pra mim (sic) nunca deixar ele e hoje aconteceu isso. De manhã me deu um beijo e deu um beijo na minha barriga, disse que me amava e amava a filha dele”, disse Tamyres de Araújo.

“Quando que isso vai acabar, meu Deus? Trabalhador morrendo, meu irmão tinha 21 anos. Ia fazer três meses agora que ele estava trabalhando. Quando isso vai acabar? Matando inocente. Não é bala perdida. Aí é bala achada”, falou a irmã, Ana Carolina Santiago.

Após a morte, moradores fizeram um protesto na RJ-106.

O pai de Arilson vai ao Instituto Médico Legal nesta segunda-feira (1º) para fazer a liberação do corpo. O enterro deve acontecer na parte da tarde.

A reportagem aguarda retorno das polícias Militar e Civil sobre o caso.

Fonte: g1.globo.com

BR-101 se torna cenário de guerra na noite de terça-feira(2)

Mais uma vez criminosos do Complexo do Salgueiro, em São Gonçalo transformaram a BR-101 num cenário de guerra. No final da noite desta terça-feira (2), uma viatura policial foi atacada a tiros e quem passava pela rodovia precisou buscar abrigo para não ser atingido.

De acordo com informações, uma viatura do Batalhão de Rondas Especiais e Controle de Multidões (RECOM), da Polícia Militar, passava pela Rodovia, na altura do bairro Luiz Caçador, quando criminosos começaram a atirar contra os policiais, que revidaram.

Quem passava no momento do confronto precisou descer dos carros e se proteger dos tiros. Muitos chegaram a deitar na via.

Imagens do tiroteio estão circulando na internet e mostram a tensão de quem ficou no “meio” do fogo cruzado.

Apesar do intenso confronto, não foram registrados feridos na ação. O caso será investigado na 74° DP (Alcântara).

 

Fonte: osaogoncalo.com.br

Tiroteio intenso no Complexo do Alemão

Um intenso tiroteio, que dura quase três horas, assusta moradores do Complexo do Alemão, Zona Norte do Rio, na manhã desta quarta-feira. Nas redes sociais, internautas relataram a presença de policiais miliares, incluindo um blindado. Há também relatos de diversos tiros e explosões de granadas em vários pontos da comunidade.

No Twitter, o perfil Onde Tem Tiroteio RJ alertou, às 8h28, sobre tiros no Alemão. Procurada, a Polícia Militar ainda não confirmou se há operação na localidade.

O perfil no Facebook do “Voz das Comunidades” publicou uma denúncia de truculência contra PMs. Segundo eles, o cinegrafista Renato Moura foi revistado, teve seu celular quebrado.

O criador do jornal comunitário, Renê Silva, afirmou que a equipe vai denunciar o caso na Coordenadoria de Polícia Pacificadora (CPP). Ele ainda disse, que depois de quebrado, o celular foi confiscado pelos agentes. A PM ainda não se pronunciou sobre o ocorrido.

 

Fonte: odia.ig.com.br

Noite de terror em ruas da Região Oceânica

Um criminoso fugiu e outro foi baleado durante troca de tiros com policiais militares na noite desta segunda-feira (3), na Região Oceânica, em Niterói.

De acordo com a Polícia Militar, os agentes receberam uma denúncia por volta das 22h50, de que indivíduos estariam em atitude suspeita na Estrada Francisco da Cruz Nunes, na altura do Mc Donald’s, em Itaipu. Quando a viatura chegou, os criminosos fugiram de moto, o que iniciou a perseguição. A PM montou um cerco policial na altura da rotatória para capturar os bandidos que tentaram escapar voltando pela contramão na pista e atirando contra a polícia. Na fuga, a dupla caiu e tentou fugir a pé efetuando novos disparos contra os policiais. Um dos bandidos acabou baleado enquanto o outro escapou pela mata próximo ao Condomínio Residencial Ubá.

O criminoso baleado, não teve sua identificação revelada, mas foi levado pelo Corpo de Bombeiros para o Hospital Estadual Azevedo Lima (HEAL), no Fonseca. Com ele, a polícia apreendeu uma pistola 9mm.

O caso foi registrado na Delegacia do Centro (76ª DP).