Tiroteio intenso no Complexo do Alemão

Um intenso tiroteio, que dura quase três horas, assusta moradores do Complexo do Alemão, Zona Norte do Rio, na manhã desta quarta-feira. Nas redes sociais, internautas relataram a presença de policiais miliares, incluindo um blindado. Há também relatos de diversos tiros e explosões de granadas em vários pontos da comunidade.

No Twitter, o perfil Onde Tem Tiroteio RJ alertou, às 8h28, sobre tiros no Alemão. Procurada, a Polícia Militar ainda não confirmou se há operação na localidade.

O perfil no Facebook do “Voz das Comunidades” publicou uma denúncia de truculência contra PMs. Segundo eles, o cinegrafista Renato Moura foi revistado, teve seu celular quebrado.

O criador do jornal comunitário, Renê Silva, afirmou que a equipe vai denunciar o caso na Coordenadoria de Polícia Pacificadora (CPP). Ele ainda disse, que depois de quebrado, o celular foi confiscado pelos agentes. A PM ainda não se pronunciou sobre o ocorrido.

 

Fonte: odia.ig.com.br

Noite de terror em ruas da Região Oceânica

Um criminoso fugiu e outro foi baleado durante troca de tiros com policiais militares na noite desta segunda-feira (3), na Região Oceânica, em Niterói.

De acordo com a Polícia Militar, os agentes receberam uma denúncia por volta das 22h50, de que indivíduos estariam em atitude suspeita na Estrada Francisco da Cruz Nunes, na altura do Mc Donald’s, em Itaipu. Quando a viatura chegou, os criminosos fugiram de moto, o que iniciou a perseguição. A PM montou um cerco policial na altura da rotatória para capturar os bandidos que tentaram escapar voltando pela contramão na pista e atirando contra a polícia. Na fuga, a dupla caiu e tentou fugir a pé efetuando novos disparos contra os policiais. Um dos bandidos acabou baleado enquanto o outro escapou pela mata próximo ao Condomínio Residencial Ubá.

O criminoso baleado, não teve sua identificação revelada, mas foi levado pelo Corpo de Bombeiros para o Hospital Estadual Azevedo Lima (HEAL), no Fonseca. Com ele, a polícia apreendeu uma pistola 9mm.

O caso foi registrado na Delegacia do Centro (76ª DP).