Jovem de 14 anos mata irmão, de 17, com vários tiros em Rio das Ostras, diz polícia

Um adolescente de 14 anos matou o irmão, de 17, com cinco tiros em Rio das Ostras (RJ), segundo a Polícia Civil. O caso ocorreu na última terça-feira (14) no bairro Nova Cidade. A polícia informou que um inquérito foi aberto para investigar o caso. Ontem (15), parentes dos jovens prestaram depoimento durante todo o dia, mas a polícia ainda não sabe o que teria motivado o crime.

O jovem chegou a ser levado para o pronto-socorro da cidade, mas não resistiu e acabou morrendo na unidade de saúde. O corpo do adolescente foi enterrado na tarde de ontem (15) no cemitério do bairro Âncora. O irmão, ainda segundo a polícia, está foragido.

Fonte: G1/Região dos Lagos

Polícia Civil faz operação em São Gonçalo para cumprir 50 mandados de prisão

A Polícia Civil faz, na manhã desta quinta-feira, uma megaoperação no Salgueiro e no Jardim Catarina, em São Gonçalo, na Região Metropolitana do Rio. O objetivo é cumprir 50 mandados de prisão e outros vários de busca e apreensão. Os agentes foram atacados a tiros ao chegarem ao entrarem no Salgueiro. Não há informações de feridos.

Os alvos da ação são pessoas envolvidas com o tráfico de drogas, homicídios e roubos que acontecem na região. Até as 9h, três pessoas haviam sido presas, no Salgueiro. O que explica esse número baixo, segundo investigadores que estão no local, é o intenso confronto entre os criminosos e os policias que estão na região.

Durante a ação, agentes ficaram encurralados na comunidade, numa localidade conhecida como Recanto das Acácias. Um blindado e um helicóptero foram acionados para fazer o resgate da equipe.

Segundo o delegado Fábio Barucke, da Subsecretaria de Planejamento e Integração Operacional, além dos cumprimentos de mandados de prisõese apreensões, os agentes estão na localidade reconhecendo o terreno para futuras ações.

Cerca de 30 delegacias participam da operação. Os agentes usam dois blindados e contam com a ajuda de um helicóptero da Polícia Civil.

Fonte: Jornal Extra

Foto: Márcia Foletto / Agência O Globo

Homem é baleado em tentativa de assalto na BR-101

Um homem foi baleado, na tarde desta terça-feira (14), durante tentativa de assalto no km 309 da Rodovia BR-101 (Niterói-Manilha), no bairro do Portão do Rosa, em São Gonçalo. De acordo com informações iniciais da Polícia Rodoviária Federal (PRF), criminosos em outro veículo tentaram roubar uma Toyota Hilux, por volta de 13h40, na pista sentido Campos dos Goytacazes. O motorista acabou baleado e o carro colidiu na mureta da via.

Até o momento, não há informações sobre o estado de saúde da vítima, que foi removida ao Hospital Estadual Alberto Torres, no Colubandê, na mesma cidade. Segundo a concessionária Arteris Fluminense, que administra a rodovia, uma faixa precisou ser interditada devido á ocorrência.

Fonte: O Fluminense

Justiça do Rio volta a negar pedido de liberdade da Viúva da Mega-Sena

A Justiça do Rio de Janeiro voltou a negar o pedido de liberdade de Adriana Ferreira Almeida, que ficou conhecida como Viúva da Mega-Sena. Ela foi condenada a 20 anos de prisão por planejar o assassinato do milionário René Senna.

O advogado de Adriana entrou com um pedido de substituição da prisão preventiva por medidas cautelares, que foi negado. Adriana já havia conseguido esse benefício após seu segundo julgamento, mas descumpriu as medidas, ficando foragida após uma decisão posterior que determinava que ela voltasse para a prisão.

A Justiça do Rio já havia negado outro pedido de habeas corpus dos advogados de Adriana em setembro.

Fonte: G1

Mulher é assassinada pelo ex-companheiro com golpes de facão em Tanguá

Uma mulher identificada como Rosy Nunes foi assassinada a facadas na noite de ontem (12), no Centro de Tanguá. O autor do homicídio, Ademir Gomes da Silva, foi preso em flagrante por policiais militares que passavam pelo local no momento do crime. Ele era ex-companheiro da vítima. Os dois foram casados mais de 20 anos, mas Rosy decidiu se separar de Ademir há cerca de seis meses por conta das constantes traições cometidas por ele. Ademir não se conformava com o fim do relacionamento.

De acordo com relato de testemunhas, a vítima lanchava com a família em uma lanchonete próximo ao viaduto de Tanguá quando foi atacada pelo criminoso. Ao perceber a aproximação do ex-companheiro, Mazinha tentou fugir, mas foi alcançada poucos metros a frente e covardemente golpeada com vários golpes de facão.

Ademir só parou de atacar a ex-esposa após policiais militares que passavam pelo local atiraram em sua perna para contê-lo. Depois de imobilizado, o motorista foi preso em flagrante. Bastante ferida, a mulher foi levada a Policlínica Municipal, mas não resistiu aos ferimentos. A Polícia Militar informou que, além do facão, o criminoso estava portando uma réplica de pistola. O caso foi registrado na 70ª DP.

Histórico de violência

Ademir é suspeito de ter cometido outro assassinato há cerca de 10 anos no Pinhão, também em Tanguá. Uma mulher, com quem ele teria um relacionamento extraconjugal, foi morta a pauladas.