Polícia prende suspeito de atirar e executar vereador em Araruama

Foi preso na manhã de ontem (10) um dos suspeitos pelo assassinato do vereador Ciraldo Fernandes da Silva, em Araruama. A prisão aconteceu na Comunidade do Uta, no bairro Fazendinha, localidade onde o parlamentar foi morto na noite do último domingo (8). A ação aconteceu em uma parceria da Polícia Militar (PM) e a Polícia Civil. O suspeito detido tem 18 anos e com ele, foram apreendidas drogas e um revólver.

Ele teria confessado que foi autor dos disparos que mataram o vereador. Junto com o rapaz, um homem suspeito de integrar o tráfico na Comunidade do Uta também foi preso.

Segundo a delegada que investiga o caso, Janaína Peregrino, titular da 118ª DP da cidade, o crime teria sido motivado por uma desavença do tráfico local com o vereador, que é proprietário de uma loja de material de construções na cidade e teria se recusado a pagar propina para a organização criminosa.

A investigação continua agora com o objetivo de localizar e prender outros envolvidos no crime, que segundo a polícia, já foram identificados.

Vereador é enterrado em Araruama

Morto na noite do último domingo (8) quando estava em um bar, Ciraldo Fernandes da Silva foi enterrado ainda na manhã de ontem (10), após ser velado desde a a noite a segunda-feira (9) na Câmara de Vereadores de Araruama. O sepultamento ocorreu no Cemitério Municipal da cidade.

Corpo do vereador foi enterrado nesta terça (10) (Foto: Reprodução/Redes sociais)

Ciraldo, que era filiado ao DEM, foi eleito em 2016 como o terceiro vereador mais votado de Araruama, e cumpria seu quarto mandato. A Prefeitura Municipal, assim como a Câmara, decretaram luto oficial de três dias.

“Meus sentimentos aos familiares e amigos do vereador Ciraldo! Que Deus conforte o coração de todos. Nos deixou de uma forma precoce e trágica, agora está ao lado do nosso Pai”, lamentou a prefeita de Araruama, Lívia de Chiquinho, através da internet. Em nota, o partido DEM também lamentou o ocorrido.