Adolescente baleada na cabeça pelo marido morre em São Gonçalo

Após dois dias internada, a adolescente Maria Eduarda Alves Lima, de 17 anos, veio à óbito nesta quarta-feira (20) no Hospital Estadual Alberto Torres (Heat), no Colubandê, onde estava após ter sido baleada na cabeça pelo marido, de 22 anos. Segundo a unidade, Maria Eduarda estava com a bala alojada em uma área delicada da cabeça e não pôde ser operada. O suspeito foi preso na última terça-feira (19).

O caso aconteceu na noite da última segunda-feira (18), no bairro Arsenal, onde o casal vivia com o filho de um ano de idade. Segundo a família da vítima, o crime teria sido motivado porque o acusado tinha ciúmes da atenção dada pela companheira à criança. “Ela (a vítima) queria terminar com ele de vez porque ele demonstrava que se importava mais com ela do que com o próprio filho, tinha ciúmes”, relatou a mãe da adolescente.

Maria Eduarda foi encontrada pelo pai sem sinais vitais na casa onde morava. De acordo com ele, o filho do casal ainda estava no colo dela, chorando.”Moramos perto um do outro. Quando cheguei lá, meu neto estava chorando em cima da minha filha e o marido já tinha sumido. Pelo que eu entendi, ele atirou na minha filha com o meu neto no colo dela”, relatou.

Apontado como autor do crime, o marido da vítima fugiu, mas foi preso por policiais militares do 12º batalhão de Niterói quando tentava embarcar em um ônibus na Estrada Caetano Monteiro, no Badu, após denúncias.  Ele foi detido com um révolver calibre 38 e munição e foi levado para a 75ª DP de Jurujuba, Região Oceânica de Niterói, onde se descontrolou e chegou a quebrar objetos. Segundo a família da vítima, o homem trabalhava como vigilante em um banco e teria utilizado a arma do trabalho para cometer o crime. O acusado está à disposição da justiça e foi encaminhado para o sistema prisional, onde deve responder por feminicídio.

O caso foi registrado na 75ª DP. Já o filho do casal está aos cuidados da família de Maria Eduarda.