Transportadores de combustíveis entram em greve em seis estados. No Rio, a expectativa é que 1.500 veículos deixem de circular

Transportadores de combustíveis de seis estados fazem uma paralisação desde a meia-noite desta quinta-feira (21/10). Com o ato, eles reivindicam a redução dos preços do diesel, gás de cozinha, gasolina e outros derivados do petróleo.

A expectativa é que, no Rio de Janeiro, a manifestação tenha a adesão de aproximadamente 1.500 veículos de 300 companhias, que vai permanecer parados na base de Campos Elíseos, próxima à Reduc (Refinaria de Duque de Caxias), na Baixada Fluminense.

De acordo com a Confederação Nacional dos Trabalhadores em Transportes e Logística (CNTTL), os transportadores de São Paulo (na região da Replan – Refinaria de Paulínea – e no Porto de Santos), Minas Gerais, Espírito Santo, Goiás e parte da Bahia, coordenados pelos sindicatos empresariais, também paralisaram as atividades.

Impostos

A categoria pede ainda o alinhamento e a redução de impostos federais e estaduais, uma vez que alegam governos estaduais e federal transferem a responsabilidade pela alta dos preços uns aos outros, mas não reduzem os valores, deixando as empresas no prejuízo.

Uma greve geral está marcada para o dia 1º de novembro, que pretende ser um ato ainda maior, de acordo com a CNTTL, e deverá ter adesão de 70% do setor. O estado de greve foi decidido pela entidade, pelo Conselho Nacional do Transporte Rodoviário de Cargas (CNTRC) e pela Associação Brasileira de Condutores de Veículos Automotores (Abrava).

Apoio

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) e sindicatos filiados também apoia a greve dos transportadores de combustíveis. Segundo a entidade, os seguidos reajustes nos preços dos combustíveis são consequência da equivocada política PPI (Preço de Paridade de Importação), adotada pela gestão da Petrobras.

A FUP contesta o modelo pelo fato de o Brasil ser autossuficiente em petróleo, tendo grande parte de seus custos em Real. “Enquanto o PPI não mudar, a inflação, que já supera 10% em doze meses, vai continuar sua cruel trajetória de alta, impulsionada pelos combustíveis e gás de cozinha”, criticou a entidade.

Crédito: www.metropoles.com

Prefeitura do rio confirma que Réveillon vai acontecer sem restrições com 75% da população total e 90% dos adultos com esquema vacinal completo

A Prefeitura do Rio afirma que se a cidade atingir a taxa de 75% da população total e 90% dos adultos imunizados com o esquema vacinal completo, o Réveillon vai acontecer sem restrições. A realização do Carnaval também está condicionada à essas taxas.

Segundo o secretário municipal de Saúde, Daniel Soranz, o cenário atual da capital fluminense é favorável à realização do evento de virada do ano. Segundo ele, o Rio registra a menor taxa de transmissão desde o início da pandemia: 0,69%.

A informação foi divulgada nesta quinta-feira (21), dia em que a cidade voltou a aplicar a dose de reforço em mulheres com 67 anos ou mais. As pessoas com 68 anos ou mais também podem receber a terceira dose, assim como as pessoas imunodeprimidas com 12 anos ou mais, e os profissionais da saúde que tomaram a segunda dose até o dia 31 de março.

Durante a agenda, Soranz afirmou que a cidade tem doses suficientes para aplicação da terceira dose até esta sexta-feira (26), o que pode paralisar novamente a campanha da aplicação da dose de reforço. A expectativa é a de que o Ministério da Saúde entregue uma nova remessa até a sexta-feira (22).

Daniel Soranz também falou sobre a retirada da obrigatoriedade do uso de máscara em locais abertos. Ele disse que a Secretaria Municipal de Saúde mantém a meta de 65% da população total vacinada com o esquema vacinal completo para liberar o uso do equipamento em locais abertos. A pasta acredita que a taxa seja atingida na próxima semana.

 

Crédito: https://bandnewsfmrio.com.br/

Começa nesta quinta-feira (21), em Rio Bonito, a 8ª Exposição do Cavalo Mangalarga Marchador e o 1º Leilão de Gado

Dois eventos ligados a pecuária e ao agronegócio irão movimentar a cidade de Rio Bonito e região nesta semana. O município realiza oitava edição da Exposição do Cavalo Mangalarga Marchador e o Primeiro Leilão de Gado, que acontece de 21 a 24 de outubro (quinta-feira a domingo), das 9 às 22 horas, no Parque de Exposições da cidade, com entrada gratuita. Paralelamente no mesmo local, acontece a exposição de Gado Tabapuã, raça bovina de alto padrão genético. O evento, que reunirá produtores do Estado e de outras regiões do país, contará com leilão de gado de corte e competições de tambor e baliza, além de julgamentos das raças de cavalo Mangalarga Marchador e dos bois Tabapuã, além de opções culturais, como apresentações musicais de artistas locais, e opções gastronômicas, com a presença de food trucks, todos os dias do evento.

Esses eventos fazem parte da estratégia do município que se prepara para ser a capital da pecuária do Estado do Rio. Para chegar neste patamar, o município vem apoiando e fomentando o crescimento da pecuária e do agronegócio na região. Para isso, realiza o primeiro Leilão de Gado, com lances pelos animais de forma presencial ou online, e inaugura, ainda este ano, um abatedouro de gado, construído na localidade de Lagoa Verde, que vai facilitar o trabalho dos produtores da região, que faziam o abate dos animais em Valença, cidade do Sul do Estado localizada a mais de 200 km.

Segundo o secretário de Agricultura, Trabalho e Desenvolvimento Econômico, Teilor Cerqueira, esse evento vai movimentar a economia, o turismo, os setor de serviços, como hotéis, pousadas e restaurantes, além de gerar vários empregos diretos e indiretos.

“A nossa intenção é fazer um leilão todo mês no Parque de Exposição para estimular a pecuária e desenvolver a economia dessa região. vamos realizar o nosso primeiro leilão de gado de corte e a exposição do cavalo marchador, onde receberemos produtores locais e de varias parte do Estado. Esperamos contar com a presença da nossa população, principalmente para visitar a exposição de gado e acompanhar as provas de cavalo que são bem técnicas e divertidas”, afirma o secretario.

De acordo com o prefeito Leandro Peixe, um dos objetivos desse evento é fomentar a economia da cidade e promover o turismo e o lazer.

“Queremos incentivar o desenvolvimento e a promoção da economia do município, além de oferecer aos munícipes e aos visitantes, um balcão de negócios com o leilão de gado, exposição e premiação de animais, incentivo e promoção da produção e valorização dos produtores locais. É um tipo de evento que valoriza não só Rio Bonito, mas toda região”, afirma o prefeito.

As atividades têm início nesta quinta-feira, dia 21 de outubro, no Parque de Exposições, localizado no km 9 da Via Lagos, em Rio Bonito.

Crédito: Denilson Santos –  Secretaria de Comunicação social de Rio Bonito

Polícia Federal prende ex-deputado Isaac Alcolumbre, primo do senador Davi Alcolumbre, em operação contra tráfico internacional de drogas no Amapá

A Polícia Federal cumpre 24 mandados de prisão no âmbito da operação Vikare, deflagrada nesta quarta-feira (20), que investiga grupo criminoso que atua com o tráfico internacional de drogas. Entre os presos, está o ex-deputado estadual pelo Amapá, Isaac Alcolumbre, primo do senador e ex-presidente do Senado, Davi Alcolumbre. Davi não é investigado na operação.

A operação também cumpre 49 mandados de busca e apreensão, que estão cumpridos em cidades de São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná, Pará, Mato Grosso do Sul, Amazonas, Ceará e Piauí.

Batizada de Vikare, a ação partiu de investigação no Amapá iniciada em maio de 2020 que identificou que o Amapá era um ponto logístico da organização criminosa. Esquema usava aeronaves e empresas para mascarar o transporte de entorpecentes entre vários estados e países da América do Sul.

Um aeródromo na capital Macapá – de propriedade de Isaac Alcolumbre – funcionava como local de abastecimento e manutenção das aeronaves – a maioria de pequeno porte.

O estado recebia os aviões vindos principalmente da Colômbia e Venezuela, que depois seguiam com as drogas para várias regiões do Brasil.

A PF ainda não detalhou o número de presos e nem total de dinheiro e itens já apreendidos. O órgão também informou que foi pedido o sequestro de bens de 68 investigados, entre aeronaves, embarcações e o bloqueio de R$ 5,8 milhões em bens.

Além dos mandados de prisão e busca e apreensão, a Justiça Federal determinou a apreensão de 95 veículos entre carros, motos e caminhões, além de 3 aeronaves, 19 embarcações, indisponibilidade de imóveis de 41 pessoas físicas e jurídicas e o bloqueio de R$ 5,8 milhões em ativos financeiros de investigados.

Crédito: g1.globo.com

Governo do estado do Rio determina volta ao trabalho presencial de servidores

O Estado do Rio determina a volta obrigatória ao trabalho presencial para todos os servidores públicos estaduais, vacinados ou não contra a Covid-19.

A decisão, publicada em edição extra do Diário Oficial, já está valendo. A medida não vale para quem tem algum tipo de comorbidade. Essas pessoas devem apresentar laudo médico para poder continuar realizando trabalho remoto.

Em caso sintomas de Covid-19, o servidor também deve permanecer em casa.

 

Crédito: https://bandnewsfmrio.com.br/