Em Cabo Frio, o crescimento do mercado audiovisual impulsiona abertura de curso superior de cinema

às

A tendência do ensino cada vez mais multidisciplinar e tecnológico e o crescimento do mercado audiovisual impulsionaram a criação do primeiro curso de Cinema e Audiovisual em Cabo Frio, na Região dos Lagos do Rio. A graduação é oferecida no campi Cabo Frio da Universidade Veiga de Almeida, instituição particular.

Júlia Machado, de 22 anos, é da cidade e sempre teve o sonho de estudar cinema. Sem a possibilidade de estudar o que sempre quis perto de casa, e com os altos custos de se mudar para o Rio, a jovem decidiu cursar jornalismo, área em que se formou no fim de 2020.

Agora, com a abertura do curso de Cinema e Audiovisual na cidade, Júlia resolveu investir na segunda graduação.

“O cinema era um dos cursos que eu queria fazer assim que acabei o ensino médio, mas o local mais próximo onde o curso era ofertado era no Rio. Optei por fazer jornalismo e me identifiquei com várias áreas de atuação, mas nesse tempo o audiovisual continuou sendo uma paixão. Assim que soube que o curso de Cinema iria abrir em Cabo Frio, já me preparei para ingressar”, conta a jornalista.

Para a reitora da universidade, Beatriz Balena, a novidade pode abrir novos mercados na região.

“A UVA Cabo Frio está oferecendo novas oportunidades para ampliar a área de audiovisual. Pesquisas de mercado mostraram que essa é uma área promissora na Região dos Lagos, e estamos antecipando a tendência de que a virtualidade acelerada modifica profissões e abre novos mercados”, acredita Beatriz.

Para Júlia, a nova formação será um agregador para a profissão em que já se formou, exerce e que está cada vez mais imersa no campo digital.

“Acho que a formação inclusive vai fortalecer algumas competências que o jornalismo me trouxe. Hoje em dia, vejo que o audiovisual tem um apelo enorme junto ao público até pela capacidade de contar histórias de um modo imersivo como nenhuma outra linguagem faz. Acho um atributo essencial para o jornalismo na era digital”.

Fonte: g1.globo.com

Veja também

Light afirma que teve que fazer uma parada emergencial por causa de um defeito na rede subterrânea.
às

Deixe aqui sua opinião

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Últimas Notícias