Furacão Ian se aproxima da Flórida com categoria elevada a 4 após deixar 2 mortos e causar inundações em Cuba

às

O furacão Ian, que passou por Cuba e está a caminho da Flórida, nos Estados Unidos, ganhou força e foi elevado nesta quarta-feira (28) à categoria 4, informou o Centro Nacional de Furacões (NHC, na sigla em inglês) do país.

Até a última atualização desta reportagem, o furacão estava localizado a cerca de 125 quilômetros a oeste da cidade de Naples, na Flórida, com ventos de até 220 quilômetros por hora, segundo o NHC.

O Ian ainda não havia tocado o solo nos Estados Unidos até por volta de 10h (horário de Brasília), mas, desde terça-feira (27), moradores da costa do Golfo, na Flórida, fecham casas e seguem para área mais altas. A tormenta levará muita chuva e ventos fortes.

Oito regiões do Estado receberam ordem para sair de locais vulneráveis: Charlotte, Hillsborough, Lee, Levy, Manatee, Pasco, Pinellas e Sarasota.

A Disney fechou, nesta quarta-feira, todos os parques do grupo na Flórida por pelo menos dois dias.

A Baía de Tampa, que não é atingida por um furacão diretamente há cem anos, e a cidade de Saint Petersburg eram os alvos mais prováveis ​​para o primeiro impacto direto, segundo a primeira projeção. Porém, uma atualização agora projeta o Ian mais ao sul do Estado.

No dia anterior, a tormenta atingiu Cuba, deixando a ilha inteira sem energia e duas pessoas mortas, além de vilarejos inundados. A tempestade devastou o extremo oeste da ilha com ventos e inundações.

Cuba

Embora o furacão já tenha passado por Cuba, o país ainda enfrenta fortes chuvas e ventos. Na noite de terça-feira, toda a ilha estava sem luz, segundo autoridades locais.

Lázaro Guerra, diretor técnico da União Elétrica de Cuba, disse que uma falha no sistema elétrico nacional, em parte associada à tempestade, afetou a infraestrutura, informou a mídia estatal.

“O sistema já operava em condições complexas com a passagem do furacão Ian”, disse Guerra, diretor técnico do Sindicato da Eletricidade de Cuba. “Não há serviço de eletricidade em nenhuma parte do país agora.”

 

Crédito: g1

Veja também

Light afirma que teve que fazer uma parada emergencial por causa de um defeito na rede subterrânea.
às

Deixe aqui sua opinião

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Últimas Notícias