Governador Cláudio Castro assina plano estadual que substitui abrigos para pessoas com deficiência por Residências Inclusivas

às
Rio de Janeiro - RJ - 18/05/2023 - O governador Cláudio Castro assina Plano de Trabalho das Residências Inclusivas.
Foto: Rafael Campos

O governador Cláudio Castro assinou, nesta quinta-feira (18.05), o Plano Estadual de Reordenamento do Serviço de Acolhimento Institucional da rede estadual. O projeto prevê a criação de residências inclusivas nos centros urbanos, que substituirão os abrigos do Estado, visando à inclusão dos acolhidos na vida comunitária e social, além de proporcionar proteção em tempo integral. O serviço é destinado a jovens e adultos com deficiência e em situação de dependência.

– Não estamos investindo apenas nas residências inclusivas, mas sim na qualidade de vida de jovens e adultos que foram abandonados. Eles são acolhidos pelo Governo do Estado, somos parte da família de cada um deles – ressaltou o governador Cláudio Castro.

A medida prevê, a princípio, a criação de 17 casas inclusivas, para os 165 acolhidos pelos quatro abrigos do Estado. Cada lar receberá 10 pessoas, para que o atendimento seja destinado às especificidades de cada usuário.

– A data para a assinatura do plano é muito significativa. Hoje é o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. Muitos jovens acolhidos pelos abrigos passaram por abuso sexual e agora estão seguros, sob proteção do Estado – explicou a secretária de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos, Rosangela Gomes.

A residência inclusiva é uma unidade que oferta serviço de acolhimento institucional, no âmbito da proteção social especial de alta complexidade do Sistema Único de Assistência Social (SUAS), para jovens e adultos com deficiência, em situação de dependência, com vínculos familiares fragilizados ou rompidos. Essas casas serão adaptadas com estrutura física adequada e ficarão localizadas nos centros urbanos, para facilitar a construção progressiva da autonomia e do protagonismo no desenvolvimento das atividades da vida diária.

– Hoje é um dia memorável, um marco. O Estado, como garantidor de direitos, está fazendo com que essas pessoas sejam vistas e acolhidas, dentro da sua individualidade – disse a diretora do abrigo Rego Barros, Marilia Barbosa.

Além do governador e da secretária de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos, Rosangela Gomes, participaram da cerimônia de assinatura o Procurador-Geral de Justiça, Luciano Mattos, o Subprocurador-Geral do Estado, Rafael Rolim, as diretoras dos abrigos estaduais e outras autoridades.

Trabalho em conjunto para atender às necessidades dos acolhidos

O Ministério Público do Estado montou uma força-tarefa para, de forma conjunta com o Estado, assegurar o Plano de Reordenamento. Para conhecer a realidade que se pretendia transformar, foi realizado o censo psicossocial nas quatro unidades próprias de acolhimento institucional, visando identificar o perfil dos acolhidos e as principais necessidades de cada usuário, de modo a criar subsídios para elaboração do Plano, o que também poderá auxiliar no planejamento de ações voltadas para o atendimento a pessoas com deficiência, bem como, a implementação de políticas públicas, que possibilitem a garantia do acesso aos direitos.

– A postura adotada pelo Governo será um grande incentivo para que municípios se engajem e participem dessa importante reestruturação. Fizemos um trabalho em conjunto. Esse reordenamento ocorreu graças à união do Ministério Público, Procuradoria Geral do Estado e do governo estadual – disse o Procurador-Geral de Justiça, Luciano Mattos.

Os acolhidos serão acompanhados por uma equipe multidisciplinar contendo assistente social, psicólogo terapeuta ocupacional, cuidador, e outros profissionais que serão responsáveis tanto pela manutenção da casa, quanto pelo trabalho direto com os acolhidos.

A mudança dos abrigos para as residências inclusivas será feita de forma gradativa e respeitará a individualidade de cada acolhido. O serviço não será paralisado durante a transição. A previsão é de que até o final do ano já tenham duas casas prontas para uso.

 

 

Veja também

As companhias aéreas Azul e Gol anunciaram, nesta quinta-feira (23), acordo de cooperação comercial que vai conectar as suas malhas aéreas
às
Cerca de 200 ciclistas deverão participar do GP das Montanhas de ciclismo que acontece neste domingo, dia 26 de maio
às

Deixe aqui sua opinião

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Últimas Notícias