McDonald’s tira novo ‘McPicanha’ do cardápio após polêmicas

às

O McDonald’s decidiu retirar de seu cardápio o produto McPicanha na última sexta-feira (29) de todas as lojas do país. A medida foi tomada após a polêmica envolvendo o nome do sanduíche. A empresa foi notificada pelo Ministério da Justiça que também pediu explicações para saber se o hambúrguer realmente é feito com carne de picanha como diz na propaganda.

Nas embalagens do produto e nas campanhas publicitárias, o McDonald’s usava o nome do corte nobre da carne. Porém, a própria rede de fast-food admitiu que não há picanha na composição do sanduíche. Nesta sexta-feira, além de retirar o produto do cardápio, a empresa se desculpou por ter “gerado dúvidas” entre os clientes.

“A partir desta sexta-feira, estamos retirando do cardápio os dois sanduíches da linha “Novos McPicanha, em todos os restaurantes no país. Esclarecemos que a plataforma recém-lançada denominada Novos McPicanha teve esse nome justamente para proporcionar uma nova experiência ao consumidor com o exclusivo molho sabor picanha, uma nova apresentação e um hambúrguer diferente em composição e em tamanho (100% carne bovina, produzida com um blend de cortes selecionados e no maior tamanho oferecido pela rede atualmente)”, diz parte da nota da empresa, que em seguida pediu desculpas pelo nome duvidoso.

“Pedimos desculpas se o nome escolhido gerou dúvidas e informamos que estamos avaliando os próximos passos.”

O próprio McDonald’s já havia admitido na quinta-feira que o novo McPicanha não tinha o corte nobre da carne em sua composição, sim um “molho sabor picanha”, que é na verdade um molho com sabor mais acentuado de churrasco. A empresa se pronunciou após uma denúncia da página “Coma com os olhos”, que faz resenhas sobre comida no Instagram e no Facebook. O falso hambúrguer de picanha gerou revolta nos clientes, que logo reclamaram nas próprias redes sociais e também da rede de fast-food.

Nesta quinta-feira, o Procon-SP também notificou a rede, e o Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária (Conar) abriu um processo para analisar as peças publicitárias veiculadas.

O McDonald’s tem 72 horas para responder ao Procon-SP. O órgão exigiu o envio de todo o material da campanha publicitária, das mídias de divulgação da nova linha, e também da campanha anterior do sanduíche que tem a informação “sabor acentuado de churrasco e/ou picanha”, veiculados nos meios de comunicação e nas redes sociais pela empresa e por seus parceiros.

O Procon-DF determinou em medida cautelar a suspensão da venda do McPicanha e a retirada da propaganda do lanche em todas as lojas do McDonald’s na região.

O Ministério da Justiça também pede que a rede esclareça a campanha publicitária feita para divulgar os novos lançamentos, em até dez dias, para que seja analisado se as peças podem induzir o consumidor ao erro.

 

Crédito: O São Gonçalo

Veja também

Seguindo a resolução da Lei Estadual 5.198, de 2008, o dia 23 de abril é considerado feriado em todo o estado
às
O Festival Art&Bier encerrou seu primeiro fim de semana neste domingo (21/4) com um público acima do esperado na tenda
às

Deixe aqui sua opinião

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Últimas Notícias