Moradores do Vila Lage em São Gonçalo denunciam aumento da criminalidade no bairro e pedem ação da PM

às

Falta de segurança é um problema recorrente em vários bairros de São Gonçalo. No bairro Vila Lage, mesmo possuindo uma cabine da Polícia Militar, os moradores afirmam que o local tem sofrido com o aumento da criminalidade no local e pedem uma ação mais afetiva da PM.

Moradores do Conjunto Residencial Arariboia, localizado no bairro Vila Lage, constituído de mais de 60 blocos e aproximadamente 200 casas, contam que o tráfico tem feito ameaças de expulsão aos moradores que não seguirem as regras impostas pelo grupo criminoso. Apesar de ser um condomínio privado, as ruas são abertas e os blocos independentes entre si, facilitando com que os criminosos tenham livre circulação pelo local.

“Nossa situação é de completo abandono! Homens de moto aterrorizam moradores com assaltos à luz do dia, além dos traficantes que se impõe em nossas ruas. Eles picham nossos muros com suas “leis” e ameaçam de expulsão quem apagar o que escreveram. Não somos mais donos nem de nossos muros”, afirma um morador, que prefere não ser identificado.

De acordo com os moradores, as ações do tráfico começaram a se intensificar de forma mais dura há aproximadamente um ano e meio. A população afirma que a Polícia Militar não se faz presente no bairro e não realiza ações de patrulhamento e combate ao tráfico nas ruas além da via principal. Eles caracterizam a atitude como “omissão” e pedem que haja uma mudança na atuação da PM.

Em nota, a assessoria de imprensa da Secretaria de Estado de Polícia Militar informou que o 7ºBPM, responsável pela área de São Gonçalo, “emprega os esforços de seu efetivo tendo como principal foco o policiamento ostensivo, visando coibir a atuação de criminosos e garantir a segurança da população, a fim de evitar possíveis confrontos, e preservar vidas. As ações da corporação são programadas com base em informações compiladas pelo Setor de Inteligência e na análise estratégica da mancha criminal, segundo dados fornecidos pelos órgãos oficiais.”

A Polícia Militar também solicitou, através da nota, que a população colabore realizando denúncias através do Disque-Denúncia 2253-1177 ou, para casos urgentes, através da nossa Central 190. Segundo a PM, os registros em delegacias também são essenciais, pois colaboram com a revisão do planejamento operacional na área onde a mancha criminal é mais acentuada.

 

 

 

Fonte: osaogoncalo

Veja também

As companhias aéreas Azul e Gol anunciaram, nesta quinta-feira (23), acordo de cooperação comercial que vai conectar as suas malhas aéreas
às
Cerca de 200 ciclistas deverão participar do GP das Montanhas de ciclismo que acontece neste domingo, dia 26 de maio
às

Deixe aqui sua opinião

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Últimas Notícias