Polícia afirma que casa do treinador de basquete, acusado de abusar de jovens atletas, tinha circuito interno de câmeras que o flagraram cometendo o crime

às

A Polícia Civil do Rio afirma que a casa do treinador de basquete Hamilton Lemos de Oliveira tinha um circuito interno de câmeras que flagraram o homem abusando de jovens atletas. Ele foi preso pela Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente no sábado, no Clube Jequiá, na Ilha do Governador, na Zona Norte do Rio, suspeito de ter cometido o crime contra pelo menos cinco meninos.

Hamilton vai passar hoje por audiência de custódia, que decide se ele continua cumprindo a prisão temporária de trinta dias ou não.

Segundo o delegado responsável pelas investigações, Adriano França, o suspeito apagou mensagens do celular no momento da prisão. O aparelho vai passar por perícia.

Adriano França acredita também que Hamilton dizia ser policial para intimidar as vítimas.

O delegado acredita ainda que outras vítimas podem surgir ao longo do inquérito e depor contra o treinador, que comanda um instituto que recruta jovens de todo o Brasil. A sede fica num apartamento na Abolição, na Zona Norte./ De acordo com as investigações, ele trazia meninos de outros estados com a promessa de oportunidades no esporte.

A Polícia reune provas e pode indiciar o homem por pelo menos dois crimes: estupro de vulnerável e supressão de documentos.

 

Crédito: bandnewsfmrio.com.br

Veja também

Maricá subiu nove posições no ranking que mede a qualidade das informações fiscais e contábeis enviadas ao Tesouro
às
Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação, inaugurou uma nova unidade da Fundação de Apoio à Escola Técnica (Faetec), em Rio Bonito
às
A prefeitura de Rio Bonito inaugurou nessa terça-feira (18), os dois Laboratórios de Iniciação Científica “Intramuros”
às

Deixe aqui sua opinião

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Últimas Notícias